Avatar do usuário
Por arthur9977
Quantidade de postagens
#117962
A Revolução Francesa de 1789 foi o berço de todos os direitos e deveres estabelecidos na contemporaneidade, como a liberdade e igualdade. No entanto, a questão da insegurança alimentar no Brasil é incompatível com esses princípios históricos, devido a falhas de entidades públicas e coletivas. Assim, surge a análise precisa do problema, à luz de questões normativas e educacionais.

Sob esse viés, cabe ressaltar, em primeiro plano, que o problema acontece por falhas governamentais. Dentro desse aspecto, o filósofo Platão afirma que a política é a esfera para realização do bem comum — o que não é levado a sério pelos estadistas. Isso ocorre porque há carência de políticas públicas investir em instituições que oferece alimentos para pessoas necessitadas. Posto isso, tem-se que a mudança do cenário governamental é o primeiro desafio a ser combatido.

Outrossim, é imperioso destacar, em segundo plano, que as lacunas escolares também são um motivo do óbice. Segundo Nelson Mandela que afirma "a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo". Todavia, no Brasil, não há educação de qualidade para ensinar e conscientizar como uma boa alimentação no cotidiano poderá trazer benefícios para a saúde, e também os malefícios caso haja a falta dela. Logo, a insegurança alimentar persiste, e consequências como aumento da fome no Brasil tende a crescer.

Fica evidente, portanto, que são fundamentais a criação de alternativas para amenizar o impasse citado. Para isso, os interlocutores da informação, como noticiários televisivos e canais da imprensa em outras plataformas, responsáveis por informar e conscientizar a população, devem mostrar os riscos da insegurança alimentar, mostrando alternativas para ter uma alimentação mais saudável por meio de vídeos e debates com especialistas na área. Isso irá melhorar a qualidade de vida dos indivíduos afetados. Logo, esse problema tão sério poderá acabar no século XXI.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador Doações
#0
Imagina! Fico feliz por ajudar! :D
0
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador Doações
#117977
Ótima redação! Muito bem escrita, com apenas uma falha na estrutura sintática e com poucos desvios: contei seis. A argumentação poderia ser melhor caso as informações fossem mais desdobradas.

A Revolução Francesa de 1789 foi o berço de todos os direitos e deveres estabelecidos na contemporaneidade, como a liberdade e igualdade. No entanto, a questão da insegurança alimentar no Brasil é incompatível com esses princípios históricos, devido a falhas de entidades públicas e coletivas. Assim, surge a análise precisa do problema, à luz de questões normativas e educacionais.
Sob esse viés, cabe ressaltar, em primeiro plano, que o problema acontece por falhas governamentais. Dentro desse aspecto, o filósofo Platão afirma que a política é a esfera para realização do bem comum — o que não é levado a sério pelos estadistas. Isso ocorre porque há carência de políticas públicas investir que invistam (concorda com "políticas") em instituições que oferece oferecem (concorda com "instituições") alimentos para pessoas necessitadas (essa afirmação ficou muito vaga; desdobre-a: por que há uma carência de políticas públicas? Em quais aspectos o Estado vem falhando?). Posto isso, tem-se que a mudança do cenário governamental é o primeiro desafio a ser combatido.
Outrossim, é imperioso destacar, em segundo plano, que as lacunas escolares também são um motivo do óbice. Segundo Nelson Mandela, que afirma (excesso de elementos sintáticos; retire o trecho em vermelho e acrescente uma vírgula depois de "Mandela") "a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo". Todavia, no Brasil, não há educação de qualidade (por que não há educação de qualidade? Em quais aspectos as escolas vêm falhando?) para ensinar e conscientizar como (nesse caso específico, os dois verbos têm regências distintas: o "ensinar" é transitivo direito - quem ensina, ensina algo, enquanto o "conscientizar" é transitivo indireto - quem conscientiza, conscientiza sobre algo; em contextos diferentes, eles aceitam outras regências, mais isso depende do sentido da oração) uma boa alimentação no cotidiano poderá trazer benefícios para a saúde, e saúde e também os malefícios caso haja a falta dela (quais benefícios e malefícios? Cite exemplos). Logo, a insegurança alimentar persiste, e consequências como aumento da fome no Brasil tende tendem (concorda com "consequência") a crescer.
Fica evidente, portanto, que são fundamentais é fundamental (concorda com "criação") a criação de alternativas para amenizar o impasse citado. Para isso, os interlocutores da informação, como noticiários televisivos e canais da imprensa em outras plataformas, responsáveis por informar e conscientizar a população (dessa vez, a regência do verbo "conscientizar" está correta: quem conscientiza, conscientiza alguém), devem mostrar os riscos da insegurança alimentar, mostrando alternativas para ter uma alimentação mais saudável por meio de vídeos e debates com especialistas na área. Isso irá melhorar a qualidade de vida dos indivíduos afetados. Logo, esse problema tão sério poderá acabar no século XXI (recomendo que um repertório seja retomado aqui, de modo a fortalecer o projeto de texto).
1
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador Doações
#117981
Imagina! Fico feliz por ajudar! :D
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
Insegurança alimentar no Brasil
por gegestudy    - In: Outros temas
0 Respostas 
66 Exibições
por gegestudy
0 Respostas 
58 Exibições
por maza180
A insegurança alimentar no Brasil
por arthur9977    - In: Outros temas
5 Respostas 
325 Exibições
por Mylike
Insegurança alimentar no Brasil.
por Caiunao    - In: Outros temas
2 Respostas 
166 Exibições
por Felipe082
5 Respostas 
224 Exibições
por Furkinha
6 Respostas 
471 Exibições
por Lauany25
Insegurança Alimentar no Brasil
por szafanb0y    - In: Outros temas
0 Respostas 
29 Exibições
por szafanb0y
0 Respostas 
60 Exibições
por willijf
Insegurança alimentar no Brasil
por lryglow    - In: Outros temas
0 Respostas 
27 Exibições
por lryglow
3 Respostas 
304 Exibições
por OlrenBeat

O romance filosófico "Utopia&q[…]

A sociedade brasileira, ao longo dos último[…]

Caiunao Felipe082 Poderiam da uma olhada por […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM