• Avatar do usuário
#81557
O filme norte-americano “Sociedade dos Poetas Mortos" conta a história de John Keating, professor, que, utilizando de medidas pouco ortodoxas – de acordo com a tradição da escola preparatória para meninos –, despertou o interesse pela leitura em seus alunos, além de os ter incentivado a seguir seus sonhos de carreira. Paralelamente, nota-se a influência dos docentes àqueles que estão iniciando sua jornada à vida adulta, e a paradoxal desvalorização dos mesmos, no âmbito nacional contemporâneo.

Observa-se, em primeira instância, que o professor tem um papel fundamental na sociedade. Conforme retratado pelo filme estadunidense – baseado em fatos –, “Escritores da Liberdade”, os esforços feitos pela educadora Erin Gruwell em oferecer educação básica em um ambiente corrompido pela violência, na qual concluiu com êxito. De maneira análoga, evidencia-se tamanha importância desses profissionais ao garantir que todos possuam um futuro digno, ademais, é uma das profissões mais essenciais, visto que formam diversas outras. Dessa forma, são merecedores de todo o respeito do mundo.

Cabe perceber, no entanto, a falta de reconhecimento sofrida por esses educadores. Segundo o sexto artigo da Constituição Federal Brasileira – promulgada em 1988 – está garantido o direito à educação, contudo, apesar de serem mediadores em sua execução, não possuem o respeito que um jogador de futebol possui. Isso ocorre, não apenas na questão salarial, mas no que concerne a atratividade da carreira, onde, muitas vezes, os próprios não recomendam a profissão aos jovens, e estes, procuram um curso com melhor rendimento financeiro. Desse modo, urge a mudança sobre o que é considerado importante para a sociedade.

Logo, a influência de um bom professor gera bons resultados. Entretanto, para que haja um crescimento exponencial destes, faz se necessária a mobilização social. Portanto, com o fito de valorizar essa profissão, o Ministério da Educação deve incentivar a graduação de docentes, por meio da inclusão de cursos relevantes para sua formação no currículo escolar, a quem interessar. Também, cabe aumentar o salário dos professores de colégios públicos. Assim, haverão mais professores como John Keating para guiar os jovens brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A invisibilidade dos "cidadãos"

A invisibilidade decorrente da falta de registro c[…]

Para começar sua redação, &ea[…]

RubiArtes ,

Certo, muito obrigada!! Por nada!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM