• Avatar do usuário
#81177
Situações de crise como deslizamentos, enchentes e até pandemias como a de Covid-19 trazem à tona a importância da realização do trabalho voluntário para ajudar pessoas necessitadas. No Brasil, esta atitude ainda tem pouca adesão por parte da população graças à cultura individualista contemporânea, embora traga benefícios aos seus praticantes.
Em princípio, cabe destacar o individualismo como empecilho para a ampliação do trabalho voluntário no Brasil. A razão instrumental, conceito criado pelos sociólogos da Escola de Frankfurt, está voltada para a realização de um fim prático de forma racional. Essa instrumentalização mostra-se cada vez mais presente na sociedade atual e cria uma cultura voltada para o "eu" que não busca olhar para o outro a menos que certa ação gere ganhos pessoais a quem a pratica, fenômeno que é reforçado pelas redes sociais e pela necessidade de ganhar status social.
Contudo, aqueles que fogem a essa concepção e se dedicam ao voluntariado relatam os benefícios que este causa a si próprios e ao convívio social. Além de ajudar o próximo pela doação de sangue, itens alimentícios ou de higiene básica, por exemplo, os voluntários também ganham habilidades sociais, autoconhecimento e tomam uma postura crítica e ativa contra os problemas sociais. Ademais, tal atitude também é essencial como mecanismo de socialização entre crianças e idosos e é bem vista por determinadas empresas na contratação de funcionários por perceber no candidato uma visão diferenciada de mundo.
É necessário, portanto, que as escolas, em parceria com igrejas e associações de moradores de bairro, estimulem os alunos e seus familiares a participarem de mutirões ou mesmo estabeleçam ações deste tipo em gincanas e projetos escolares, além de fixarem postos de coleta de alimentos e brinquedos, por exemplo, para doações a ONGs competentes. Assim, espera-se que o voluntariado se torne um hábito desde a infância, e não apenas uma situação pontual na vida dos cidadãos brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM