Página 1 de 1

A importância do Trabalho Socioemocional para a construção do conhecimento da criança da Educação Infantil e do Ensino F

Enviado: 18 Jul 2021 20:10
por Stellacosta
No ano de 2017, houve um grande marco para a educação básica – ensino infantil e fundamental no Brasil, ocorrendo a homologação da BNCC, trazendo a importância das competências gerais e do trabalho socioemocional para a construção de conhecimento dos estudantes. Mas será que pelo menos algumas destas competências já não eram trabalhadas por alguma escola? Ou somente após a homologação do documento que foi iniciado este trabalho? A primeira hipótese nos parece mais adequada.
É de conhecimento que o emocional julga bastante na aprendizagem das crianças e adolescentes no âmito escolar, dessa forma o trabalho socioemocional no ambiente escola é de grande valia para todos que envolvem no aprendizado do estudante, pois a sociedade contemporânea trás um olhar inovados para o processo ensino aprendizagem.
Sabe-se que a educação integral é um processo importante para todos e que o aprendizado não é somente o que aprender, mas sim, como aprender, como ensinar e como promover um ambiente escolar acolhedor e seguro para que os estudantes possam desenvolver desenvolver o autoconhecimento e expor suas opiniões sem que seja banalizado. Muitas escolas já trabalhavam sobre as questões de respeito ao próximo, valorização dos seres humanos. Igualdade de ensino para todos e trabalho em equipe.
A BNCC é importante para o Brasil, além de tornar a educação com equidade e integral, onde o ambiente escolar se tornar um local favorável para a sociedade e as competências gerais são complementos para que a educação seja uma grande aliada no convívio dentro e fora da escola, mesmo sabendo que algumas competências já eram trabalhadas a criação do documento trouxe um complemento e norte para todos.
O trabalho socioemocional ajuda os alunos a desenvolver características importantes, além disso o desenvolvimento desse trabalho tem muito para contribuir com a interação do indivíduo, auxiliando no combate de problemas relevantes do cotidiano e tornando-se seres capazes de compreender o próximo, um país melhor com pessoas capacitadas a entender o próximo e a si mesmo.