• Avatar do usuário
#69669
O filme "escritores da liberdade" aborda o modo educativo e insistente de uma professora de escola pública que deseja e consegue fazer com que seus alunos contenha o hábito da leitura. A ficção se difere da realidade, visto que o sistema educacional público brasileiro não da a devida atenção e didática necessária às instituições públicas de ensino, além de que grande parte da população não tem verba suficiente para comprar livros. Diante dos fatos citados, surge a problemática de desigualdade ao acesso aos livros tanto em ambientes públicos como em instituições de ensino.

De início, é notório que grande parte da população é desinformada quando se trata de bibliotecas públicas perto de si. Torna-se evidente, portanto, a ineficácia de esclarecimentos e divulgações sobre a vantagem que uma biblioteca pública possui, já que muitos estudantes não tem condições financeiras necessárias para compra de livros. Segundo o filósofo Epicteto, só a educação liberta, nesse sentido, conter livros disponível gratuitamente para pessoas de classe baixa é uma ajuda abundante.

Ademais, é visível que existe uma variedade de instituições públicas de ensino sem bibliotecas com qualidade para os estudantes. Diante disso, percebe-se a ausência de atenção e cuidado do governo diante desses casos. Segundo o filósofo Emmanuel Kant, o homem não é nada além daquilo que a educação faz dele, sendo assim, uma biblioteca de alto valor educacional no ambiente escolar é excesso de evolução.

Infere-se, portanto, que medidas são necessárias para diminuir os impactos que impedem o hábito da leitura para a sociedade. O Ministério da Educação deve promover propagandas para impulsionar a informação sobre bibliotecas públicas e reformar as bibliotecas das instituições públicas de ensino promovendo uma variedade maior de livros através de verbas governamentais, de modo que estudantes e leitores de todas as idades e classes sociais possam ter acesso aos livros e assim, uma educação mais rica.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Padrão de beleza

Gi69 poderia corrigir por favor ? Obrigada Em[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM