Avatar do usuário
Por Nick24
Quantidade de postagens
#131233
A Constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do País, prevê em seu ART 6°, o direito a educação, nesse sentido, o ensino profissionalizante para preparar cidadãos para o mercado de trabalho é essencial, Entretanto, a negligência a educação profissional, impede que os brasileiros usufruam desse benefício constitucional, com efeito, a desconstrução da inércia do Estado, bem como as desigualdades socioeconômicas, são iniciativas capazes de fazer com que o problema seja tratado com a devida importância.

Diante desse cenário, em primeiro plano, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais, nesse contexto, o filósofo Italiano, Noberto Bobbyo, em sua obra “Dicionário de política”, afirmou que o Estado deve não apenas garantir os direitos, mas assegurar que toda população desfrute dele na prática.Todavia, a tese de Bobbyo, embora ideal, torna-se apenas uma utopia na vida da população, haja vista a falta de políticas públicas como propagandas, que informe toda a sociedade sobre quais as vantagens e oportunidades que o ensino profissionalizante proporciona. Logo é inadmissível que essa problemática continue a se perdurar.

Ademais, é fundamental apontar a desigualdade social, como impulsionador da dificuldade de acesso ao ensino profissionalizante, nesse viés, o Economista - Amartya San,criador do Índice de desenvolvimento humano, entendia que locais mais carentes, contém mais obstáculos em meios educacionais,na medida em que, áreas urbanas, economicamente desenvolvidas, oferecem uma variedade de instituições e cursos bem estruturados, em contrapartida, regiões periféricas e de menor renda, enfrentam carências significativas nesse aspecto. Dessa forma, a falta de investimentos governamentais nessas áreas, perpétua a disparidade social, limitando o acesso do público de baixa renda a oportunidades educacionais.Portanto é imprescindível que o contexto atual seja solucionado.

Despeende-se, então, a necessidade de se combater esses desafios, para isso, é indispensável que o Estado invista em políticas públicas eficientes,como por meio da Midia, onde expresse a grande importância do ensino profissionalizante para o mercado de trabalho, evidenciando explicitamente os seus benefícios a curto, médio e longo prazo. Além disso, é urgente que o governo, amplie e melhore a infraestrutura de instituições de ensino técnico em áreas carentes, garantindo acesso e condições adequadas de aprendizado. Assim, torna-se-a possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na carta magna.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
920
pontos
Passe ilimitado
Comentários
Comentário: Competência 1: O texto apresenta um bom domínio da norma-padrão da língua escrita, com poucos desvios gramaticais. Entretanto, há pequenos erros de acentuação e pontuação que impedem a nota máxima. Competência 2: O candidato compreendeu bem a proposta de redação e desenvolveu o tema de forma adequada, demonstrando um bom entendimento do papel do ensino profissionalizante na sociedade brasileira. Competência 3: O texto seleciona, organiza e interpreta de forma eficiente informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa do ponto de vista de que o ensino profissionalizante é essencial e precisa ser mais valorizado e acessível. Competência 4: O candidato demonstra bom conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação, embora haja algumas repetições de conectivos que poderiam ser evitadas para uma maior diversidade linguística. Competência 5: A proposta de intervenção é muito bem elaborada, com soluções claras e viáveis para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.
160
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.
200
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.
200
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
160
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.
200
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
172 Exibições
por Brinakjk
2 Respostas 
226 Exibições
por Sabrina00
0 Respostas 
90 Exibições
por rosadiniiz
0 Respostas 
146 Exibições
por anasouza14
0 Respostas 
5650 Exibições
por gabit55
0 Respostas 
1611 Exibições
por gabilac
4 Respostas 
482 Exibições
por 4nn4izabel
0 Respostas 
200 Exibições
por Xamu
2 Respostas 
183 Exibições
por PedroAlex
Atualidades no Brasil: Novo Ensino Médio
por Kete    - In: Outros temas
0 Respostas 
117 Exibições
por Kete

Segundo o empresário estadunidense Steve Jobs: &qu[…]

O livro "Utopia", do escritor inglês Tho[…]

A lei seca foi implementada com o intuito de evita[…]

EXCLUIR REDAÇÃO!!!

Você poderia excluir a minha primeira redação de &[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!