• Avatar do usuário
#63937
Incompreensível. Desnecessário. Prejudicial. Essas são palavras referentes ao aumento de queimadas ilegais na floresta amazônica entre os anos de 2020 e 2021. Todavia, tão grave problemática, muitas vezes, é tratada com indiferença, mesmo no que se refere à mais importante floresta do mundo, o que releva a necessidade de debater sobre os problemas ambientais no Brasil.  Nesse viés, tanto corroboradores como a posição tomada pela sociedade quando o entendimento das consequências são fundamentais para realçar esses debates.

    A princípio, é considerável a afirmação de que o brasileiro se tornou um atuante passivo nos mecanismos ambientais. Sobre isso, as declarações e entrevistas realizadas por Greta Thunberg -ativista ambiental sueca- em que explicita uma estagnação do tema no país. Contudo,  paralelamente à ausência do estado, está a incoerente confortabilidade dos habitantes, o que demonstra que, até internacionalmente, parcela substancial  da população é imparcial em relação a temas como os defendidos por Greta. Logo, prerrogativas no que tange à conscientização em massa aderem caráter primordial.
Além disso, fazem-se significativas as consequências geradas pelo absentismo das discussões do assunto. Acerca disso, em outro tipo de contextualização, Aristóteles - um dos mais importantes filósofos gregos - defendeu: "Eduquem as crianças para que não seja preciso castigar os homens". Esse "castigo" assemelha-se ao aumento da temperatura  de modo descontrolado, previsto para as futuras gerações, cujo indubitável a investida de ações imediatas. Diante disso, a carência de ferramentas educativas colobora para um encurtado entendimento.

    É urgente, portanto, que os debates sobre problemas ambientais adquiram frente à pauta do Brasil. Para tanto, cabe ao MA -Ministério do Meio Ambiente- propor propagandas em mídias, como na televisão e na internet, mediante o auxílio de ativistas e influenciadores digitais, independente da posição política, a fim de incentivar uma maior capacidade de alcance do tema entre a população. Ademais, as escolas  podem aderir uma campanha, que pode receber o nome "Mais Verde", com o objetivo de estruir os alunos à uma posição mais conservadora. Isso com a finalidade de formar adultos mais conscientes de suas obrigações. Assim, criara-se-á uma nação mais compreensível, essencial e coerente ao desenvolvimento. 
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

╭──────────────╯ ✍ ⌕ 𖨂 Correção d[…]

A cultura de assédio no Brasil

No livro “50 tons de cinza” é a[…]

joenir jheromagnoli cassiahso Higorrair

Peso: 1000 Nota: 1000 Conforme o escritor Franz K[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM