Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#56094
Com o movimento de Independência do Brasil, houve a ruptura com as tendências europeias, em seguida, emerge a fase indianista do período romântico no século XX, enaltecendo a figura indígena como verdadeiro símbolo nacional. Contudo, a questão do índio sempre esteve atrelada a traços excludentes. Diante disso, valorizar a figura indígena e garantir a posse de suas terras tornou-se um desafio à sociedade brasileira. 
No que se refere à formação da identidade brasileira, a figura indígena teve papel significativo para o seu desenvolvimento. Gilberto Freyre, no seu livro Casa-grande e Senzala  enfatiza a progressão da sociedade devido à miscigenação entre os povos – portugueses, africanos e diversas tribos indígenas presentes no Brasil. Dessa forma, diversos traços culturais formadores da identidade nacional são frutos de características típicas dos índios como a música, a arte ou culinária. No entanto, os costumes são desrespeitados e discriminados, a exemplo dos vestuários, das relações sociais, além da inserção no mercado de trabalho.
Além disso, outro entrave destaca-se em relação a posse de terras dos índios, que possuem seus direitos assegurados pela Constituição de 1988, entre eles constam a livre expressão cultural, a língua e a legalidade sobre as terras que, tradicionalmente, ocupam. Entretanto, a demarcação de terras frente à estrutura fundiária brasileira compromete essa norma, marcada pela expansão do latifúndio agroexportador. Dessa forma, a população indígena ainda luta pelo reconhecimento de seu território e, consequentemente, pela consolidação de seus costumes. 
Fica evidente, portanto, que a figura indígena, assim como seu território e a preservação de seus hábitos, ainda são aspectos que precisam ser valorizados. Para reverter esse quadro, o Estado em consonância com o Ministério da Educação deveria introduzir no currículo escolar, o ensino da história e cultura indígena, reconhecendo e valorizando os agentes integradores da identidade nacional. Ademais, desenvolveria maior engajamento político da sociedade através da mídia e as ONGs esclarecendo e disseminando os direitos garantidos aos índios, previstos na Constituição cidadã, que sejam respeitados. 
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No filme "Palavras nas Paredes dos Banheiros&[…]

Devido ao avanço da Covid-19 no começ[…]

O adolescente A maioria dos cidadãos brasil[…]

Grupos whatsapp e telegram

Pessoal vcs que querem entrar no grupo do whats eu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM