• Avatar do usuário
#71756
O cientista Steven Jobs cita que: “a tecnologia move o mundo”, ou seja, que ela possibilita novos caminhos. Assim como no discurso citado, o seu desenvolvimento nas escolas garante a flexibilização de ações para o bem-estar socioambiental da comunidade em geral. Por isso, no contexto educacional é importante a modernização digital para diminuir dois aspectos: a negligência governamental e a estrutura técnica precária de ensino.

Em primeira análise, cabe examinar a negligência governamental. Em 2020, segundo o Ministério da Educação, durante a pandemia do coronavírus, foi cortado cerca de 10% a menos de investimentos de recursos nas escolas em relação ao ano de 2019. Desse modo, é importante aplicar mais em assistência tecnológica no sistema de ensino atual, porque respectivamente os jovens conseguirão se adaptar as novas metodologias e, consequentemente, será evitado o abandono escolar. Logo, a realidade desses indivíduos não ficará defasada.

Vale também analisar a estrutura técnica precária de ensino. Conforme os dados do Plano Nacional de Educação cerca de 22% das escolas de ensino médio possuem todos os itens e inclusive recursos tecnológicos. Em razão da falta de atenção do governo, dificilmente o indivíduo estará apto as mudanças do século XXI e, cada vez mais, é relevante pensar como a tecnologia tem um valor simbólico na área de educação, como também sua inclusão nas escolas têm extrema relevância no aprendizado dos alunos. Assim, esse recurso contribuirá para diminuir o índice do desemprego na comunidade pós-escola possibilitando o desenvolvimento de habilidades profissionais.

Portanto, para resolver essa problemática, o Ministério da Educação deve fomentar, aplicar e desenvolver cursos para inclusão da tecnologia nas escolas, isso será feito por meio de plataformas, por exemplo, do governo e de organizações filantrópicas com recursos acessíveis, tendo em vista que o órgão é responsável por formular a política nacional nessa área. Desse modo, essa ferramenta torna-se uma aliada na luta da inclusão e transmissão de conhecimento.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Muito se tem discutido, recentemente, acerca das d[…]

nycolas2005 , muito obrigada, fico feliz pela cor[…]

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio &aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM