• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#65518
O livro "Quarto de Despejo" da escritora habitante de uma favela, Carolina Maria de Jesus, em seu lançamento, foi intensamente divulgado pela mídia jornalística da época e por outros autores renomados, fato que garantiu um grande alcance da obra mesmo apesar de sua origem simples e estigmatizada socialmente. De maneira análoga, no Brasil, percebe-se a importância da representatividade na publicidade como ferramenta para impedir a perpetuação do viés discriminatório da sociedade, porém , essa funcionalidade, muitas vezes, não é explorada por veículos midiáticos. Sendo assim, a iminência de uma visão critica e conservadora em detrimento de uma garantia disseminadora de grupos vitimas de preconceito por meio da comunicação, demonstram a importância publicitaria à causa.

Em primeiro lugar, o viés discriminatório social está enraizado em práticas preconceituosas tradicionais. Nessa perspectiva, de acordo com o sociólogo Emile Durkheim, os fato sociais, isto ee, conceitos impostos aos indivíduos de maneira critica e geral, impede a ascensão de determinados grupos, através do cancelamento de oportunidades, por serem considerados destoantes aos padrões sociais . Sendo assim, pela reprodução de conhecimentos tradicionais religiosos sobre o casamento homossexual ou por acontecimentos históricos como a escravidão, por exemplo, formou-se o imaginário contemporâneo perante aos considerados inferiores por instituições socializadoras dominantes em cada período da história humana. Por isso, dada a complexidade de reverter conceitos preconceituosos tão consolidados em grande parte da ideologia humana, evidencia-se a relevância da mídia para o combate a causa

Ademais, pelo caráter disseminatório e influente da mídia na vida em sociedade como um todo, torna-se possível acreditar no fim do conservadorismo ideológico. Sob este viés. segundo a alemão Theodor Adorno, as mídias comunicativas representam uma "indústria cultural" da formação do conhecimento da humanidade. Assim, dado poder dos meios de comunicação, a inserção gradativa dos grupos vitimas de preconceito em publicidades de grande circulação, será responsável pela transformação da visão da sociedade, pois, com uma certa frequência, os fatos sociais frutos do arcaísmo histórico e cultural, acabam por perderem seu sentido perante a renovação ideológica. Por isso, revela-se a importância do uso das mídias como ferramentas do combate a discriminação social.

Portanto, medidas são necessárias para consolidar o uso das mídias comunicativas como forma de representação dos alvos do fato social. Dessa forma, cabe ao Ministério da Comunicação, órgão responsável pela regulamentação publicitaria, a garantia mais intensa desses grupos em reportagens, entrevistas e "podcasts" por meio da definição de um horário fixo para a sua veiculação em dispositivos de informação a fim de transformar o imaginário social frente a tradição do pensamento. Somente assim, mais casos como o da escritora Carolina poderão ser conhecidos pelo público a fim de finalmente proporcionar às futuras gerações um mundo mais tolerante.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#65520
Olá pessoal, faz um certo tempo que não escrevo redações para o Enem mas vou voltar a ativa para os meus estudos em 2021. Algumas observações:
:arrow: Faltou um ponto final no D1
:arrow: Meu teclado não esta com defeito nos acentos e tentei corrigir ao máximo pelo corretor automático que não e muito confiável , por isso qualquer erro, desconsidere
E isso, já agradeço desde já aos futuros corretores do meu texto :lol:
#65815
legenda:
(substituição)
palavra substituída
(estrutura)
erros
corrigido

//////////////////////////////////INTRODUÇÃO////////////////////////////////// (6 linhas)
O livro "Quarto de Despejo" da escritora habitante de uma favela (onde? No Brasil?), Carolina Maria de Jesus, em seu lançamento, foi intensamente divulgado pela mídia jornalística da época e por outros autores renomados, fato que garantiu um grande alcance da obra mesmo apesar de sua origem simples e estigmatizada socialmente (contextualização) De maneira análoga, no Brasil, percebe-se a importância da representatividade na publicidade como ferramenta para impedir a perpetuação do viés discriminatório da sociedade, porém, essa funcionalidade, muita das vezes, não é explorada por veículos midiáticos (tese). Sendo assim (À vista disso), a iminência de uma visão crítica e conservadora em detrimento de uma garantia disseminadora de grupos vítimas de preconceito por meio da comunicação, demonstram a importância publicitária à causa (encaminhamento - argumentação).

OBSERVAÇÕES: Sua introdução está completíssima! Você explorou bem o seu repertório, deixando bem claro o seu ponto de vista e o assunto que você abordará logo mais. Apenas três pontos que gostaria de ressaltar:
  • Especifique o local da favela.
  • Acho que “em seu lançamento” não seja necessário.
  • Se atente à quantidade de linhas. Recomendo escrever redações no papel para não cair na tentação de escrever demais.
  • Cuidado com a repetição de conectivos. "Sendo assim" você repetiu na introdução e no D1, por isso mudei um.
Fora esses pontos, está tudo ok! Bela organização! :D

/////////////////////////////////DESENVOLVIMENTO////////////////////////////////// (18 linhas - 9 para cada)
Em primeiro lugar, o viés discriminatório social está enraizado em práticas preconceituosas tradicionais (apresentação da ideia). Nessa perspectiva, de acordo com o sociólogo Émile Durkheim, os fatos sociais, isto é, conceitos impostos aos indivíduos de maneira crítica e geral, impede (impedem) a ascensão de determinados grupos, através do cancelamento de oportunidades, por serem considerados destoantes aos padrões sociais. Sendo assim, pela reprodução de conhecimentos tradicionais religiosos sobre o casamento homossexual ou por acontecimentos históricos como a escravidão, por exemplo, formou-se o imaginário contemporâneo por instituições socializadoras, dominantes em cada período da história humana, perante aos considerados inferiores (encaminhamento da ideia). Por isso, dada a complexidade de reverter conceitos preconceituosos tão consolidados em grande parte da ideologia humana, evidencia-se a relevância da mídia para o combate à causa (ao óbice em questão) (fechamento).

OBSERVAÇÕES: Seu D1 está praticamente perfeito.
  • Os fatos sociais - impedem (concordância verbal)
  • “à causa” - repetição

  • “formou-se o imaginário contemporâneo perante aos considerados inferiores por instituições socializadoras dominantes em cada período da história humana” - Nessa parte eu decidi inverter colocando “perante aos considerados inferiores” para o final. Acho que faria mais sentido. Ah, e adicionei vírgulas entre “dominantes em cada período da história" (creio que isso pode ser considerado como explicativo).

Tirando esses mínimos detalhes, está excelente!
;)

Ademais, pelo caráter disseminatório (disseminador) e influente da mídia, na vida em sociedade como um todo, torna-se possível acreditar no fim do conservadorismo ideológico (apresentação da ideia). Sob este viés, segundo a alemão Theodor Adorno, as mídias comunicativas representam uma "indústria cultural" da formação do conhecimento da humanidade. Assim (Logo), dado poder dos meios de comunicação, a inserção gradativa dos grupos vítimas de preconceito em publicidades de grande circulação, será responsável pela transformação da visão da sociedade, pois, com uma certa frequência, os fatos sociais (estereótipos) frutos do arcaísmo histórico e cultural, acabam por perderem seu sentido perante a renovação ideológica (encaminhamento da ideia). Por isso (Por conseguinte), revela-se a importância do uso das mídias (publicidades) como ferramentas do combate a discriminação social (fechamento).

OBSERVAÇÕES: Você argumentou muito bem e desenvolveu legal a sua tese. Mas, como o D1, se atente às repetições de palavras e conectivos. Eu aconselho que, como você utilizou uma citação no D1, coloque um dado estatístico, algo assim. Acho que daria mais consistência à sua argumentação.

//////////////////////////////////CONCLUSÃO////////////////////////////////// (6 linhas)
Portanto, medidas são necessárias para consolidar o uso das mídias comunicativas como forma de representação dos alvos do fato social. Dessa forma, cabe ao Ministério da Comunicação, órgão responsável pela regulamentação publicitária, a garantia mais intensa desses grupos em reportagens, entrevistas e "podcasts" por meio da definição de um horário fixo para a sua veiculação em dispositivos de informação a fim de transformar o imaginário social frente a tradição do pensamento. Somente assim, mais casos como o da escritora Carolina poderão ser conhecidos pelo público a fim de (e) finalmente proporcionar às futuras gerações um mundo mais tolerante.

agente
ação
modo/meio
finalidade
detalhamento
OBSERVAÇÕES: Sua conclusão contem os 5 elementos necessários e está perfeita! Nada a declarar sobre tal.

Parabéns Wagner, seu texto ficou excelente :D, apenas se atente às questões de:
  • conectivos
  • repetições de palavras
  • concordância
  • virgula
Espero, de coração que te ajude em algo! Se precisar, já sabe.
#65816
@vitoriaca , muito obrigado por sua correção, e você não fez só uma correção à altura mas no caso, você fez uma muito melhor kkk. E o mais legal que quando outras pessoas olham seu texto, torna-se possível ter um parâmetro melhor quanto aos erros. Eu não imaginava que eu tinha repetido tantos conectivos assim kkk é que ficou no automático e tem vezes que posso estar colocando uma sequência de "por isso" e nem perceber. O problema real, é que pesa bastante na C4 :?

E eu sempre escrevo meus textos antes no papel para passar por aqui, eu sei que se iludir com o espaço digital atrapalha e muito a noção da quantidade de linhas. A questão é que eu tenho letra muito pequena e nesse ponto me ajuda um pouco


Sobre a repetição do tipo de repertório, não acho que seja um problema de fato mas entendo que o tema ficaria mais explorado e diversificado quanto ao conteúdo. Eu gosto de fazer paráfrases de autores famosos porque é mais flexível para encaixar nos temas. Mas , tenha certeza que no próximo texto vou pensar duas vezes antes de colocar 2 pensadores(as)

Muito obrigado mesmo, você fez comentários cirúrgicos e me ajudou muito. Assim, conto com você no meu próximo texto para ver se melhorei nos aspectos mencionados ;) <3
#65820
@wagner123, disponha! Realmente, às vezes repetimos sem nem perceber mas, tenho certeza, que você se atentará a isso.
Quanto às linhas, então está ok! É que eu possuo letra "grande", logo, muita das vezes, acabo escrevendo "pouco" devido à falta de espaço, por isso, quando vejo muitas linhas eu me assusto :lol:

Também não considero um problema a repetição de repertório, cada um explora da forma que desejar e se sentir confortável. Continue assim, que você está muito bem!

Certo! Estou no aguardo ;)
<3
Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM