• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#72478
Faculdade para quem?


A educação forma o indivíduo jovem para sua inserção na sociedade, por isso, é de extrema importância sua qualidade e acessibilidade. No Brasil, a educação formal começa por jesuítas no período colonial, sendo restrita somente a meninos que aprendiam a ler, ao passo que eram convertidos ao cristianismo. Esse evento nos condiciona a um sistema de educação totalitário, retrógrado, e sobretudo exclusivo um grupo de pessoas. Deste modo, fica sendo indispensável aumentar as possibilidades de acesso a uma educação de qualidade e reconstituir o sistema de educação brasileiro.

A "Escolas de Atenas", pintura renascentista do pintor Rafael Sanzio, é uma clara representação histórica de como a educação e o pensamento racional foi instituído como um direito reservado a elite social. As escolas gregas eram destinadas principalmente a homens e não escravos, uma vez existentes leis que proibiam a educação de escravos em algumas pólis.

Segundo uma matéria da revista do Piauí publicado em 2017, a diferença salarial de quem possui a quem não possui diploma é de 149%. Exemplificando com dados o que Paulo Freire disse em seu livro: classes dominantes não querem uma educação que dê às classes dominadas o senso crítico de perceber suas injustiças sofridas.

Este fato está diretamente ligado ao mau remuneramento dos professores de escolas públicas, já que o objetivo do Estado é precarizar a educação de classes menos favorecidas. O sistema gera professores cansados e alunos desinteressados.

Conclui-se portanto que, a educação de qualidade vêm sendo levada como um privilégio, não como um direito, resultando uma maior desigualdade de classes. O Estado tem o dever de proporcionar as devidas oportunidades para uma educação inteira e de igual valor para todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão, ou seja, com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido a partir de considerações próximas ao senso comum ou muito próximas do que foi proposto nos textos motivadores, sem progressividade, ou ainda o texto apresenta domínio precário do tipo textual exigido, com poucas características de uma dissertação, ainda que se reconheça o tema proposto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

#72536
Olá, tudo bom? Espero que minhas dicas possam te ajudar de alguma forma! Qualquer dúvida/questionamento/ feedback pode me mandar por aqui ou pelo meu insta @eiiglauber.



No Brasil, a educação formal começa[1] por[2] jesuítas no período colonial[3], sendo restrita somente[4] a meninos que aprendiam a ler, ao passo que eram convertidos ao cristianismo. Esse evento nos condiciona a um sistema de educação totalitário, retrógrado, e sobretudo exclusivo [5] um grupo de pessoas. [6] Deste modo, fica sendo indispensável aumentar as possibilidades de acesso a uma educação de qualidade e reconstituir o sistema de educação brasileiro.


[1] começou

[2] pelos

[3] nomes históricos vêm em letra maiúscula. “Período Colonial”

[4] redundância

[5] faltou “a”

[6] Cadê a apresentação do tema? Uma ligação do repertório com o Brasil na atualidade?




A "Escolas de Atenas", pintura renascentista do pintor Rafael Sanzio, é uma clara representação histórica de como a educação e o pensamento racional foi instituído como um direito reservado a elite social. [1] As escolas gregas eram destinadas principalmente a homens e não escravos, uma vez existentes leis que proibiam a educação de escravos em algumas pólis[2].



[1] Senti falta de conectivos

[2] Não me interprete mal, mas na sua redação, principalmente nos desenvolvimentos, eu não quero ver uma aula de história, e sim SUA ARGUMENTAÇÃO! Qual a relação desse período com a atualidade?



Segundo uma matéria da revista do Piauí[1] publicado[2] em 2017, a diferença salarial de quem possui a quem não possui diploma é de 149%. Exemplificando com dados o que Paulo Freire disse em seu livro: classes dominantes não querem uma educação que dê às classes dominadas o senso crítico de perceber suas injustiças sofridas[2].



[1[Revista do Piauí

[2] O mesmo problema dos parágrafos supracitados



Este fato está diretamente ligado ao mau remuneramento[1] dos professores de escolas públicas, já que o objetivo do Estado é precarizar a educação de classes menos favorecidas[2]. [3]O sistema gera professores cansados e alunos desinteressados[4].



[1] palavra não existe

[2] incoerência da argumentação, não dá para afirmar que o objetivo do Estado é esse.

[3] Falta de conectivo

[4] Como você chegou a essa conclusão? Desenvolva melhor suas ideias



Conclui-se [1]portanto que, a educação de qualidade vêm [2]sendo levada como um privilégio, não como um direito, resultando uma maior desigualdade de classes. O Estado tem o dever de proporcionar as devidas oportunidades[3] para uma educação inteira e de igual valor para todos.



[1] falta de vírgula

[2] vem

[3] que oportunidades são essas?



Notas

C1- 160 (poucos desvios)

C2- 80 (falta de apresentação do problema e das teses, repertórios improdutivos

C3- 80 (argumentação escassa, projeto de texto incoerente)

C4- 120 (significativos desvios na coesão)

C5- 80 (falta ação, meio e detalhamento)

Total; 520
Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM