• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#54197
Assim como no livro “A menina que roubava livros” que retrata como em meio a guerra não haviam boas qualidades de ensino, então teve de ir atrás por si só com ajuda de seu pai. Embora ela consiga ser mais alfabetizada sem muita influência da escola pois já estavam avançados, esta é a realidade de muitos, os quais não possuem material acessível ou de qualidade, nem um apoio para que saiba pelo menos o mínimo, que é tão crucial na vida de qualquer adulto. Diante desta perspectiva, cabe avaliar os principais fatores desse problema que cresce mais dia pós dia para que todos consigam progredir.
Assim como disse Karl Kraus, um poeta austríaco: “Educação é aquilo que maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem” demonstrando que mesmo que alguns vão para escolas, acabam saindo sem saber o mínimo, isso acontece muitas vezes por diversos problemas, como a pobreza onde o aluno não possui condições de possuir um material adequado, um apoio vindo de pais ou de professores, podendo vir a ter dificuldades ignoradas. Em meio a pandemia, a falta de internet ou aparelhos influência em tudo, as quais condições básicas de ensino não são exercidas, principalmente em regiões mais pobres e precárias, que a maior parte das pessoas não possuem o básico, muito menos um bom trabalho ou educação.
Evidentemente, para que um país possa progredir necessita de adultos os quais sejam alfabetizados para que demonstrem um bom curso, ensino e conhecimento. No Brasil o número de analfabetos na maior idade chega aos 14 milhões, sendo oitavo país na pesquisa. Portanto revela que deve-se mudar muito para que essa numeração mude, pois grande parte dos casos, tudo isso está ligado á taxa de desempregos e economia, uma vez tendo um bom ensino e uma boa faculdade, o sujeito terá um trabalho com rendas boas e bastante conhecimento para diversas situações. Tudo isso pode vir também da falta de motivação ou interesse, onde não há ninguém para aconselhar, fazendo a pessoa sair da escola sem ter aprendido, ou desistido no meio do caminho.
Portanto, o governo deve ir atrás dos alunos ou adultos que mais passam por essas situações e oferecer materiais melhores, internet, aparelhos, mesmo que sejam emprestados das escolas, para que alunos possam ver aulas, ou dar apoio aos alunos que desistiram ou pensam nisso, por meio de pesquisas ou visitas nas áreas mais pobres e precárias, afim de que todo este problema alarmante diminua e o número de pessoas com melhor qualidade de ensino cresça, sendo que uma vez que o problema esteja se resolvendo cada vez mais, o país começa a progredir.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Aqui está a minha análise da sua r[…]

Ficou espetacular! :) Muito obrigado!!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM