Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49244
Promulgada pela ONU em 1948, a declaração universal dos direitos humanos garante a todos os indivíduos o direito a educação e ao bem-estar social. No entanto, no cenário brasileiro atual, observa-se justamente o contrário, quanto à questão do entrave. Diante dessa perspectiva, percebe-se a consolidação de um grave problema, em virtude da base educacional e o individualismo.
Em primeiro plano, é preciso atentar para a base educacional presente na questão. Para Kant, o ser é resultado da educação que teve. De acordo com essa perspectiva, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional. No que tange a importância da alfabetização para a construção do indivíduo, percebe-se a forte influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de reverter o problema, pois não está trazendo às salas de aula conteúdos que aham na resolução da questão.
Outrossim, o individualismo ainda é um grande impasse para a resolução da problemática. Na "Modernidade Líquida", Zyhmunt Bauman defende que a sociedade atual é fortemente influenciada pelo individualismo. A tese do sociólogo pode ser observada de maneira específica na realidade brasileira, no que tange o entrave. Essa liquidez que influi sobre a questão da importância da construção social do indivíduo funciona como um forte empecilho para a resolução.
É imprescindível, portanto, que o Ministério da Educação (MEC) diversifique as diretrizes curriculares, respeitando as características histórico-culturais de cada região, por meio de reformas educacionais, a fim de garantir escolas mais abrangentes e a permanência dos alunos nesta. É fundamental, ainda, que as universidades regormulem a formação dos professores, mediante atualização dos métodos de ensino empregados, com o objetivo de desenvolver educadores mais interativos com seus discentes, ao promover a participação e discussões em sala de aula.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Os Impactos das Doenças Mentais no Brasil […]

Modernidade líquida

Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, a socie[…]

O discurso de ódio não é um […]

A contemporaneidade, marcada por avanços na[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM