• Avatar do usuário
#63098
São classificadas como doenças metabólicas o conjunto de distúrbios crônicos não transmissíveis que causam problemas no funcionamento do corpo humano e são responsáveis por outras enfermidades, como a diabetes, a hipertensão, o câncer e a demência. Tais doenças estão cada vez mais comuns na sociedade, principalmente pela forte relação entre a ocorrência das mesmas e os hábitos alimentares atuais, que têm se mostrado como fortes agentes agravantes. No entanto, nem toda a população tem conhecimento a respeito da importância de uma alimentação saudável e se encontra exposta ao risco de adquirir alguma mazela, principalmente devido ao descaso de órgãos de saúde públicos perante ao acesso à alimentação saudável e ao aumento do consumo de industrializados. Dessa forma, faz-se necessário salientar sobre a relevância da compreensão entre entre alimentação e doenças metabólicas.
É de conhecimento geral que os Órgãos de Saúde são um dos principais responsáveis pela disseminação da importância de se manter uma alimentação saudável. Todavia, tal situação não é a mais registrada nos atuais momentos históricos. Como pode ser visto no documentário “What the heathy”, distribuído pela Netflix, a alimentação pode ser usada tanto para a cura de doenças quanto para o desenvolvimento das mesmas e, mesmo possuindo tal conhecimento, é demonstrado no longa como a atuação de tais agências de saúde não condizem com seus deveres, uma vez que órgãos como a American Diabetes Association e a American Cancer Society, fazem propagandas para que portadores de diabetes e câncer consumam alimentos como carnes e laticínios, mesmo sabendo que, ao incentivar o consumo de tais produtos, estão aumentando as chances dos consumidores piorarem tais doenças. Consequentemente, tais associações não assumem suas responsabilidades de reconhecer a relação entre alimentação e doenças metabólicas e incentivar escolhas saudáveis, o que populariza propagandas de estilos de vida e dietas que não são viáveis para todos e corrobora com a ocorrência de doenças ligadas à alimentação.
Ainda convém lembrar que o rápido fluxo da vida cotidiana faz com que as pessoas não deem tanta atenção para alimentação e acabem ingerindo produtos industrializados e altamente modificados. Tem-se como exemplo o advento da Terceira Revolução Industrial em que, a partir da década de 1950, indústrias passaram a investir em substâncias que deixam os alimentos com texturas, cores e sabores mais atraentes para todos. Como resultado, o sabor cativante e a praticidade por encontrar os produtos já prontos para consumo, enfatizaram a ingestão de industrializados como um hábito para a população que, ao ingerir alimentos com grande quantidade de carcinógenos e hormônios, responsáveis pelo agravamento da diabetes e de distúrbios no desenvolvimento de fetos, sofre com o aumento da aquisição de doenças relacionadas ao estilo de vida condicionado pelas relações modernas.
Tendo em vista a importância de uma alimentação saudável para o correto funcionamento corporal e os problemas que inviabilizam tal situação, torna-se inadiável que medidas para contê-los sejam tomadas. Para isso, compete ao Governo Federal a execução de uma parceria entre indústrias alimentícias e Órgãos de Saúde Públicos para a realização de campanhas que incentivem a adoção de uma alimentação saudável por meio de cartilhas explicativas distribuídas em escolas, que darão foco para a relação de causa e consequência entre hábitos alimentares e o risco de se desenvolver doenças metabólicas, visando uma população mais consciente acerca do que se está ingerindo e mais propensa a adotar um estilo alimentar que traga mais consequências positivas do que negativas para seus adeptos. Feito isso, será possível tornar igualitário o acesso à informação sobre a importância de uma alimentação benéfica e se poderá alcançar uma sociedade em que doenças metabólicas e suas enfermidades não serão um problema para as populações.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Segundo o filósofo e matemático fra[…]

zgabiruLGD , Disponha!

Oiii alguém poderia corrigir minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM