• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por eduag
#65041
A homofobia em questão no Brasil

A Declaração dos Direitos Humanos consta que o principal direito humano é o direito à vida, ou seja, o direito de viver e ser livre. Entretanto, é vista uma quebra deste quando se trata da população LGBT+ brasileira, que é oprimida diariamente, sendo tratada com desprezo por muitos. O extremo preconceito e ódio a minorias, amplamente presentes no contexto do Brasil hodierno, faz com que a clara violação de tal direito de homossexuais e transexuais seja vista como natural, assim criando segregações sociais e dificuldades de viver para estes.
Diante desse cenário, os dados coletados pelo GGB (Grupo Gay da Bahia), que mostram que o Brasil tem uma morte por homofobia a cada 23 horas, comprovam o preconceito no cenário verde e amarelo. Com 445 assassinatos em 2017, é o país que mais mata gays e travestis. Isto, junto à pré-existente discriminação de tal minoria, faz com que estatísticas como as coletadas pela organização bahiense não causem tanto impacto, sendo muitas vezes até ignoradas, tanto pela população como pelo Estado.
Além disso, é válido chamar atenção à negligência do Governo quanto a esta pauta. Sem severas punições – e em alguns casos, nem mesmo investigações – para crimes baseados na rejeição da existência de indivíduos homoafetivos, assim como a ausência de leis que garantam seus direitos, o Brasil se torna um cenário hostil e perigoso para tais, assim indo contra a Constituição Federal de 1988, que garante a igualdade de todos perante a lei.
Portanto, são necessárias medidas que mudem o atual cenário do país. É preciso que a punição para crimes homofóbicos seja enrijecida, a fim de diminuir as mortes diárias no país. É importante também que haja total inclusão dos LGBT+ em todas as esferas sociais, ideia que há de ser incentivada em escolas e na mídia, por meio de palestras e campanhas, e posta em prática a partir de projetos de leis enviados para a Câmara dos Deputados. Assim, a comunidade LGBT+ brasileira terá o direito à vida, como previsto na Declaração dos Direitos Humanos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM