Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#59963
O livro “Meu pé de laranja Lima”, retrata a vida de Zezé, uma criança que trabalha vendendo jornal na rua além de sofrer sucessivas agressões físicas por parte de sua família. Analogamente, no Brasil, muitas crianças estão propensas a viverem esse tipo de situação o que acarreta consequências graves ao seu desenvolvimento social e físico. Desta forma, é necessário um aprimoramento na garantia dos direitos infantis.

Em primeiro plano, a falta de infraestrutura no lazer, na educação e saúde é um dos principais vies dessa problemática. Na Constituição Federal, no artigo 6, todos os cidadãos têm direito a todas as necessidades para seu bem estar, todavia essa prática não sai cem porcento do papel. Ademais, segundo Rousseau “O homem nasce livre, mas por toda parte encontra-se acorrentado”, nesse sentido, é primordial citar que muitas crianças são sujeitadas desde seus primeiros anos de vida a trabalhar ao invés de estar promovendo seu desenvolvimento.

Além disso, a violência infantil está cada vez mais presente no mundo hodierno. Muitas famílias ainda acreditam na educação por meio da violência mesmo que esse pensamento seja equivocado e antigo. A polis Espartana praticava a violência infantil com a justificativa de deixá-las mais valentes e sáibas para o mundo, porém essa situação deve ser existinta, pois só traz malefícios à condições físicas e psíquicas das crianças.

Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Cabe ao Ministérios da Segurança, por meio de investimentos, promover um aprimoramento no conselho do tutelar visando um melhor acompanhamento entre a criança e sua família para prevenir danos a sua infância, além de intensificar o valor de multas e de sentenças para aqueles que cometem a violência infantil e obrigam crianças a trabalharem. Só assim, poderá garantir os direitos infantis.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

Violência doméstica

Agressão a Maria da Penha Vemos que atualm[…]

Obesidade no Brasil

Segundo dados do IBGE, em 2019 um quarto da popula[…]

Medo provocado por pandemia

*Medo causado pela pandemia* Diante de um cas[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM