Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#53757
De 1850 aos dias atuais, as mulheres conquistaram por movimentos e leis, igualdade de direitos dentre os homens no Brasil, porém moralmente a ética da constituição não é obedecida entre muitos cidadãos, pois ainda, o sistema cultural e conservador do patriarcado, é vigorante no cotidiano brasileiro. Neste contexto, torna-se necessário analisar o domínio dos homens e suas consequências na saúde mental, físico e na vida individual das mulheres.

Em primeiro lugar, define-se como “sistema patriarcal”, homens que são considerados superiores, e por isso devem dominar e decidir a vida das mulheres em políticas e direitos das mulheres. Assim, percebe-se, que o sexo feminino dica em repressão de liberdade, desse modo, sem a possibilidade de se expressar sobre este sistema cultural conservador, para não sofrerem de violências psicológicas, físicas, sexuais e patrimoniais. Portanto, a cultura estabelecida no Brasil, dificulta o respeito dos direitos de liberdade das mulheres.

Em vista disto, o caso de Mariana Ferrer, retrata a falta de ética, respeito e justiça em julgamentos, já que, a vitima Mariana, possuía provas contundentes sobre quem a estuprou, porém o caso foi estabelecido como culpa dela em haver o estupro, por ser atraente e possuir histórico de fatos que remetem a conotação sexual, tal como fotos nuas enviadas a homens. Dessa forma, mesmo que haja as leis em favor das mulheres, na prática , ainda se tem a justiça que possui o poder de julgar com fundamentos do sistema patriarcal, assim, prejudicando a falta de confiança de ajuda, que deteriora a desmotivação, depressão, e outros transtornos mentais nas mulheres.

Tendo em vista os aspectos observados, a cultura patriarcal na população e nos juízes, ainda motiva a violência contra as mulheres, além da repressão, que com isso, prejudica a saúde física e mental. Desse modo, o governo deve estimular projetos ao ministério da cultura e educação com verbas que atendam o desenvolvimento dos programas, que assim, possam mudar radicalmente a cultura do patriarcado no Brasil, pois além de fomenta esses ministérios, as pessoas se tornará mais críticas e conscientes sobre mal do patriarcado, desse modo proporcionando denúncias e movimentos sociais. Sendo assim, acabará o patriarquismo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No Brasil todos os tipos de violência contra[…]

Oii Iss, não consigo colorir aqui, ent&ati[…]

Na constituição Federal de 1988 no […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM