Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#43518
Na série televisiva, da streaming Netflix, “Anne Watch An E”, é contada a história de uma garota que acidentalmente é adotada por uma dupla de irmãos. Assim, inicialmente rejeitada, Anne logo após é verdadeiramente aceita e adotada pela família na qual a acolhe e com ela consegui adquirir diversos princípios e valores sobre a vida. Análogo a realidade, a história da personagem reflete a luta atual no cenário brasileiro sobre a questão da família contemporânea e sua representação. A partir disso, faz-se necessário a análise do pressuposto, uma vez que com ele também traz problemas, como a questão do preconceito, mediante a sociedade conservadora e, também a diversidade de famílias formadas.

Em primazia, é válido analisar que a sociedade conservadora atual se mostra um impasse para a solução do problema. De acordo com o artigo 227, da Constituição Brasileira de 1988, “ É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária[...]”. Entretanto, o que nota-se presente na coletividade é um padrão conservador e autoritário sobre a perspectiva da família, na qual essa desse ser formada sempre por um núcleo contido homem e mulher e com filhos de sangue. Com base nisso, entende-se que o artigo invalida essa conjuntura de uma família formada por um casal heteroafetivo, a partir do momento que na atualidade existe uma ampla variedade de pessoas que realizam casamentos homoafetivos, assim como, adotam crianças para concretizarem uma família. Logo, o princípio único do decreto é a criação de uma família que cuide de seus filhos e proporcione uma vivência humanizada. Portanto, compreende-se o quanto o conservadorismo afeta o progresso da formação familiar atual.

Outrossim, o preconceito sobre a diversidade de famílias existentes também corrobora para a problemática. Com isso, no filme brasileiro, “ Que Horas Ela Volta?”, é retratada a história de uma mãe solteira que cuida a distância de sua filha que mora no interior. Com base nesse viés, faz-se a análise do quanto a diversidade de famílias existentes, sejam elas formadas por mãe solteiras, pais solteiros, dois pais ou duas mães, reflete um contexto no qual atualmente é super criticado e desvalorizado por não se aproximar do padrão de família casual. Porém, assim como no filme, é nítido observar que o papel da família, independente de como esse seja formada, é o que realmente importa na constituição social de cada membro, esses fortalecidos pelo papel do amor e do cuidado. Sendo assim, é importante a análise do quanto o preconceito afeta a constituição familiar.

Em suma, apresenta-se necessário soluções para os problemas vigentes. Em vista disso, cabe ao Ministério da Cidadania, em conjunto com o Ministério da Educação e das Comunicações, criarem uma campanha, por meio das mídias sociais e digitais, sobre a importância da constituição familiar seja ela da maneira que for, contando com a participação de pessoas e palestrantes que falem de suas vivências e mostrem o valor da formação social com base na formação diversificada de uma família. A partir daí, a finalidade seria de conscientizar as pessoas a serem menos conservadoras e a terem menos preconceito em relação ao assunto. Logo, se fomenta no Brasil um país mais consciente e humanizado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#43523
GlendaMorais escreveu:@Ashiley @Anna1 @Jaklyni @Geralcinoj Podem corrigir por favor pessoal? Se porssível! Ficarei gratíssima!!! :D
Claro, Glenda!
#43544
@GlendaMorais

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Outras observações

Introdução
Na série televisiva, da streaming Netflix, “Anne Watch An E”, é contada a história de uma garota que acidentalmente é adotada por uma dupla de irmãos. Assim, inicialmente rejeitada, Anne logo após é verdadeiramente aceita e adotada pela família na qual a acolhe e com ela consegui consegue adquirir diversos princípios e valores sobre a vida. Análogo a realidade, a história da personagem reflete a luta atual no cenário brasileiro sobre a questão da família contemporânea e sua representação. A partir disso, faz-se necessário necessária a análise do pressuposto, uma vez que com ele também traz problemas, como a questão do preconceito, mediante a sociedade conservadora e, também a diversidade de famílias formadas.
:arrow: Boa introdução, nada a falar!

Desenvolvimento 1
Em primazia, é válido analisar que a sociedade conservadora atual se mostra um impasse para a solução do problema. De acordo com o artigo 227, da Constituição Brasileira de 1988, “ É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária[...]”. Entretanto, o que nota-se presente na coletividade é um padrão conservador e autoritário sobre a perspectiva da família, na qual essa desse deve ser formada sempre por um núcleo contido homem e mulher e com filhos de sangue. Com base nisso, entende-se que o artigo invalida essa conjuntura de uma família formada por um casal heteroafetivo, a partir do momento que na atualidade existe uma ampla variedade de pessoas que realizam casamentos homoafetivos, assim como, adotam crianças para concretizarem uma família. Logo, o princípio único do decreto é a criação de uma família que cuide de seus filhos e proporcione uma vivência humanizada. Portanto, compreende-se o quanto o conservadorismo afeta o progresso da formação familiar atual.
:arrow: Arrasou, ficou bem grande, mas se no fim do texto não ultrapassar 30 linhas, tudo Ok. Argumentação ótima...

Desenvolvimento 2
Outrossim, o preconceito sobre a diversidade de famílias existentes também corrobora para a problemática. Com isso, no filme brasileiro, “ Que Horas Ela Volta?”, é retratada a história de uma mãe solteira que cuida a distância de sua filha que mora no interior. Com base nesse viés, faz-se a análise do quanto a diversidade de famílias existentes, sejam elas formadas por mãe solteiras, pais solteiros, dois pais ou duas mães, reflete um contexto no qual atualmente é super criticado e desvalorizado por não se aproximar do padrão de família casual. Porém, assim como no filme, é nítido observar que o papel da família, independente de como esse essa seja formada, é o que realmente importa na constituição social de cada membro, esses fortalecidos pelo papel do amor e do cuidado. Sendo assim, é importante a análise do quanto o preconceito afeta a constituição familiar.
:arrow: Bom desenvolvimento também, bem organizado, argumentativo e fez bom uso de conectivos!

Conclusão
Em suma, apresenta-se necessário soluções para os problemas vigentes. Em vista disso, cabe ao Ministério da Cidadania, em conjunto com o Ministério da Educação e das Comunicações (agente), criarem uma campanha (ação), por meio das mídias sociais e digitais (meio/modo), sobre a importância da constituição familiar seja ela da maneira que for, contando com a participação de pessoas e palestrantes que falem de suas vivências e mostrem o valor da formação social com base na formação diversificada de uma família (detalhamento). A partir daí, a finalidade seria de conscientizar as pessoas a serem menos conservadoras e a terem menos preconceito em relação ao assunto (efeito/finalidade). Logo, se fomenta no Brasil um país mais consciente e humanizado.
:arrow: Sua proposta está completa e bem elaborada. Uma dica: opte por usar "a fim de", pois "a finalidade" fica como se você tivesse forçando algo, tipo se tivesse colocando ela ali por obrigação, mais ou menos isso! :lol:

Parabéns pela redação!!!
#43549
Ashiley escreveu:@GlendaMorais

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Outras observações

Introdução
Na série televisiva, da streaming Netflix, “Anne Watch An E”, é contada a história de uma garota que acidentalmente é adotada por uma dupla de irmãos. Assim, inicialmente rejeitada, Anne logo após é verdadeiramente aceita e adotada pela família na qual a acolhe e com ela consegui consegue adquirir diversos princípios e valores sobre a vida. Análogo a realidade, a história da personagem reflete a luta atual no cenário brasileiro sobre a questão da família contemporânea e sua representação. A partir disso, faz-se necessário necessária a análise do pressuposto, uma vez que com ele também traz problemas, como a questão do preconceito, mediante a sociedade conservadora e, também a diversidade de famílias formadas.
:arrow: Boa introdução, nada a falar!

Desenvolvimento 1
Em primazia, é válido analisar que a sociedade conservadora atual se mostra um impasse para a solução do problema. De acordo com o artigo 227, da Constituição Brasileira de 1988, “ É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária[...]”. Entretanto, o que nota-se presente na coletividade é um padrão conservador e autoritário sobre a perspectiva da família, na qual essa desse deve ser formada sempre por um núcleo contido homem e mulher e com filhos de sangue. Com base nisso, entende-se que o artigo invalida essa conjuntura de uma família formada por um casal heteroafetivo, a partir do momento que na atualidade existe uma ampla variedade de pessoas que realizam casamentos homoafetivos, assim como, adotam crianças para concretizarem uma família. Logo, o princípio único do decreto é a criação de uma família que cuide de seus filhos e proporcione uma vivência humanizada. Portanto, compreende-se o quanto o conservadorismo afeta o progresso da formação familiar atual.
:arrow: Arrasou, ficou bem grande, mas se no fim do texto não ultrapassar 30 linhas, tudo Ok. Argumentação ótima...

Desenvolvimento 2
Outrossim, o preconceito sobre a diversidade de famílias existentes também corrobora para a problemática. Com isso, no filme brasileiro, “ Que Horas Ela Volta?”, é retratada a história de uma mãe solteira que cuida a distância de sua filha que mora no interior. Com base nesse viés, faz-se a análise do quanto a diversidade de famílias existentes, sejam elas formadas por mãe solteiras, pais solteiros, dois pais ou duas mães, reflete um contexto no qual atualmente é super criticado e desvalorizado por não se aproximar do padrão de família casual. Porém, assim como no filme, é nítido observar que o papel da família, independente de como esse essa seja formada, é o que realmente importa na constituição social de cada membro, esses fortalecidos pelo papel do amor e do cuidado. Sendo assim, é importante a análise do quanto o preconceito afeta a constituição familiar.
:arrow: Bom desenvolvimento também, bem organizado, argumentativo e fez bom uso de conectivos!

Conclusão
Em suma, apresenta-se necessário soluções para os problemas vigentes. Em vista disso, cabe ao Ministério da Cidadania, em conjunto com o Ministério da Educação e das Comunicações (agente), criarem uma campanha (ação), por meio das mídias sociais e digitais (meio/modo), sobre a importância da constituição familiar seja ela da maneira que for, contando com a participação de pessoas e palestrantes que falem de suas vivências e mostrem o valor da formação social com base na formação diversificada de uma família (detalhamento). A partir daí, a finalidade seria de conscientizar as pessoas a serem menos conservadoras e a terem menos preconceito em relação ao assunto (efeito/finalidade). Logo, se fomenta no Brasil um país mais consciente e humanizado.
:arrow: Sua proposta está completa e bem elaborada. Uma dica: opte por usar "a fim de", pois "a finalidade" fica como se você tivesse forçando algo, tipo se tivesse colocando ela ali por obrigação, mais ou menos isso! :lol:

Parabéns pela redação!!!
Muito obrigada! Irei me atentar mais na competência 1 e na finalidade da conclusão !!! Valeu flor !!!🥰😇😇😇😇
#43625
Olá, @GlendaMorais. O que tenho a falar é que se atente a concordância do seu texto e que tome cuidado de fugir do seu repertório quando escrever, o que não ocorreu no seu caso a meu ver.
#43628
CORREÇÃO (X)

Na série televisiva, da plataforma de (1)streaming Netflix, “Anne Watch An E”, é contada a história de uma garota que acidentalmente é adotada por uma dupla de irmãos. Assim, inicialmente rejeitada, Anne logo após é verdadeiramente aceita e adotada pela família na qual a acolhe e com ela consegui(2)adquirir diversos princípios e valores sobre a vida. Análogo a realidade, a história da personagem reflete a luta atual no cenário brasileiro sobre a questão da família contemporânea e sua representação. A partir disso, faz-se necessária a análise do pressuposto, uma vez que com ele também traz problemas, como a questão do preconceito, mediante a sociedade conservadora e, também a diversidade de famílias formadas.

Em primazia, é válido analisar que a sociedade conservadora atual se mostra um impasse para a solução do problema. De acordo com o artigo 227(,) da Constituição Brasileira de 1988, “ É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária[...]”. Entretanto, o que se nota(3) presente na coletividade é um padrão conservador e autoritário sobre a perspectiva da família, na qual essa(4) deve ser formada sempre por um núcleo contido homem e mulher e com filhos de sangue. Com base nisso, entende-se que o artigo invalida essa conjuntura de uma família formada por um casal heteroafetivo, a partir do momento que na atualidade existe uma ampla variedade de pessoas que realizam casamentos homoafetivos, assim como(,) adotam crianças para concretizarem uma família. Logo, o princípio único do decreto é a criação de uma família que cuide de seus filhos e proporcione uma vivência humanizada. Portanto, compreende-se o quanto o conservadorismo afeta o progresso da formação familiar atual.

Outrossim, o preconceito sobre a diversidade de famílias existentes também corrobora para a problemática. Com isso, no filme brasileiro, “ Que Horas Ela Volta?”, é retratada a história de uma mãe solteira que cuida a distância de sua filha que mora no interior. Com base nesse viés, faz-se a análise do quanto a diversidade de famílias existentes, sejam elas formadas por mãe solteiras, pais solteiros, dois pais ou duas mães, reflete um contexto no qual atualmente é super criticado e desvalorizado por não se aproximar do padrão de família casual. Porém, assim como no filme, é nítido observar que o papel da família, independente de como esse seja formada(,) é o que realmente importa na constituição social de cada membro, esses fortalecidos pelo papel do amor e do cuidado. Sendo assim, é importante a análise do quanto o preconceito afeta a constituição familiar.

Em suma, apresenta-se necessário soluções para os problemas vigentes. Em vista disso, cabe ao Ministério da Cidadania, em conjunto com o Ministério da Educação e das Comunicações, criarem uma campanha, por meio das mídias sociais e digitais, sobre a importância da constituição familiar seja ela da maneira que for, contando com a participação de pessoas e palestrantes que falem de suas vivências e mostrem o valor da formação social com base na formação diversificada de uma família. A partir daí, a finalidade seria de conscientizar as pessoas a serem menos conservadoras e a terem menos preconceito em relação ao assunto. Logo, fomentará(5) no Brasil um país mais consciente e humanizado.

Observações:
(1)-Fica melhor assim. Esse começo ficou bastante enrolado também.
(2)-Pode ser consegue ou conseguir. Depende do que você quer falar.
(3)-Não há motivo do uso da ênclise.
(4)-Na qual essa? Qual o objetivo de ter dois pronomes? "Na qual" já seria suficiente.
:!: -Isso não te prejudica em nada, mas o que você poderia ter citado na sua redação é o patriarcalismo, no mínimo essa palavra, porque é de onde surgiu esse comportamento familiar. Deixo um link que fala sobre.
https://www.youtube.com/watch?v=8TsrjedkX5o
(5)-Você precisa falar no futuro nesse caso. Se quiser usar o pronome oblíquo, o correto seria "fomentar-se-á"
#43629
GlendaMorais escreveu:
Geralcinoj escreveu:Olá, @GlendaMorais. O que tenho a falar é que se atente a concordância do seu texto e que tome cuidado de fugir do seu repertório quando escrever, o que não ocorreu no seu caso a meu ver.
Ok obrigada!
Calma, terminei agora :lol: . De nada

A lei da constituição Federal de Jan[…]

Educação a distância.

Atualmente, num mundo com um cenário totalm[…]

O Movimento Parnasiano possuía como caracte[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM