Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#35489
Segundo o Novo Código Civil (2003), o conceito de família contemporânea passou a ser baseado mais no afeto do que somente nas relações de sangue, parentesco ou casamento. Entretanto, apesar de grandes avanços no âmbito da proteção jurídica, os novos arranjos não se tornaram totalmente bem vistos, sendo o modelo tradicional ainda o representante brasileiro. Nesse sentido, um grave problema constitui-se na realidade por fatores como a persistência da cultura patriarcal e o conservadorismo da rede de ensino.

Em primeiro plano, é importante analisar a postura retrógada perante o núcleo familiar administrado pela mulher. Conforme a obra Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freyre, o patriarcado é uma herança do período colonial, no qual predominava a estrutura familiar centrada no poderio do senhor de engenho. No contexto atual, traços desse sistema ainda permanecem, sendo o público feminino o mais afetado negativamente, principalmente em relação à execução independente dos exercícios condutores do lar, os quais são marcados por constantes desafios diários, como a criteriosa desvalorização e o irreconhecimento social. Assim, a persistência de uma mentalidade pretérita e inconcebível apresenta-se como desafio ao estabelecimento das novas configurações.

Em segundo plano, o caráter conservador das escolas também desponta como ponto central da problemática. Acerca disso, a teórica Vera Maria Candau afirma que o sistema educacional brasileiro está preso nos moldes do século XIX e não oferece propostas significativas para as mudanças hodiernas. Nessa perspectiva, um ambiente despreparado e atrasado mentalmente é evidente, o qual pouco estimula o contato dos alunos com os novos arranjos familiares, constatado na insuficiência de conteúdos relativos à diversidade e predominância íntegra do papel de transmissão da cultura e tradição históricas. Por conseguinte, esse espaço torna-se palco da intolerância aos discentes cujo núcleo foge ao padrão, com frequentes atos de rejeição e preconceito, prejudiciais a sua formação.


Portanto, medidas são necessárias para alterar esse cenário conflitante no Brasil. A fim de ampliar o horizonte da população acerca das novas organizações sociais, cabe ao Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Mulher e da Família, fomentar o exercício da tolerância aos cidadãos quanto à diversidade. Isso pode ser feito por meio de campanhas no ambiente escolar, abertas ao público em geral, com a realização de palestras por educadores renomados, e desenvolvimento de atividades lúdicas, que visem ao conhecimento dos diversos exemplos de constituições familiares, bem como da postura a ser adotada perante o contexto. Dessa maneira, a realidade do país tornar-se-á coerente com o legitimado juridicamente, e a nação apta para encarar os períodos de mudanças.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 194

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 188

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

TEMA: Os desafios da mobilidade urbana no Brasil […]

GlendaMorais Ashiley quando vcs puderem deem […]

A série estadunidense Grey’s Anatomy […]

Em um episódio da série Grey's Anato[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM