• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#62415
De forma ficcional, a animação "Lucas - um intruso no formigueiro" retrata o ataque constante dos humanos contra as formigas e devido a esse fato elas escolhem um menino para viver entre elas, tendo o intuito de fazer com que ele perceba os seus erros ao tentar destruir a colônia delas. Apesar de ser uma ficção, na realidade, também é essencial que as pessoas tenham a noção dos impactos de suas ações sob os demais. Sendo assim, essa falta de empatia nas relações sociais contribui com a discriminação e a violência no Brasil.

A princípio é importante destacar que nas regiões do Brasil existe a persistência do preconceito, pois os indivíduos que não seguem os padrões sociais ainda são vulneráveis pela falta de empatia da população. Nesse sentido, de acordo com o escritor brasileiro Augusto Cury, " a discriminação demora horas para ser criada, mas séculos para ser destruída" e, consequentemente, é necessário uma maior contribuição das relações sociais para destruir essa situação de vulnerabilidade discriminatória. A partir disso, faz-se urgente a elaboração de atividades das quais diminuam a incompreensão das diferenças sociais e culturais.

Ademais, vale salientar que a concepção do crescimento da violência também deve-se a pouca afinidade em se colocar no lugar do próximo, haja vista que o número de assassinatos diários é uma prova disso. À luz dessa perspectiva, segundo o ativista político Martin Luther King, "a violência cria mais problemas sociais do que resolve" fazendo-se notar que a condição dos violentados é decorrente da não resolução da indiferença social. Logo, é fundamental mostrar o quanto esse cenário preocupante precisa ser modificado para que seja possível obter uma melhora nas relações sociais.

Portanto, diante das questões supramencionadas, cabe ao Ministério da Educação - responsável pela qualidade educativa dos brasileiros- incentivar as escolas a abordarem temas sobre a importância da empatia para solucionar alguns problemas persistentes na sociedade, por meio do acompanhamento de psicólogos e professores que auxiliem os estudantes a lidarem melhor com as relações sociais. Desse modo, objetiva-se formar uma geração mais empática e capaz de diminuir a intolerância e a violência com a percepção dos seus erros de incompreensão como é retratado na animação "Lucas - um intruso no formigueiro".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 167

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#62530
Opa, @EduardaBeatriz, está bem?
Trarei observações sobre seu texto.

Tema: A falta de empatia nas relações sociais no Brasil.

Legenda:
erro
possível erro
confuso
pode melhorar
desnecessário
adequação ao tema
correção
(x) observações
"stonkis"

INTRODUÇÃO:

De forma ficcional, a animação "Lucas - um intruso no formigueiro" retrata o ataque constante dos humanos contra as formigas e (,) devido a esse fato elas escolhem um menino para viver entre elas, tendo com (evite gerúndio) o intuito de fazer com que ele perceba os seus erros ao tentar destruir a colônia delas. Apesar de ser uma ficção, na realidade, também é essencial que as pessoas tenham a noção dos impactos de suas ações sob os demais habitantes (é bom deixar claro). Sendo assim, essa falta de empatia nas relações sociais contribui com a discriminação e a violência no Brasil.

...
:idea: Comentários gerais: Introdução completa, com pequenos desvios. O repertório foi muito interessante, parabéns!
#62614
DESENVOLVIMENTO 1:

A princípio, é importante destacar que nas regiões do Brasil, existe a persistência do preconceito, pois os indivíduos que não seguem os padrões sociais ainda são vulneráveis pela falta de empatia da população. Nesse sentido, de acordo com o escritor brasileiro Augusto Cury, " a discriminação demora horas para ser criada, mas séculos para ser destruída" e, consequentemente, é necessário uma maior contribuição positiva das relações sociais para destruir essa situação de vulnerabilidade discriminatória. A partir disso, faz-se urgente a elaboração de atividades das quais diminuam a incompreensão das diferenças sociais e culturais.

COMENTÁRIO: Bom desenvolvimento! Aparentemente, completo! Apenas alguns desvios de gramática.
#62617
DESENVOLVIMENTO 2:

Ademais, vale salientar que a concepção do crescimento da violência também deve-se a à pouca afinidade em se colocar no lugar do próximo, haja vista que o número de assassinatos diários é uma prova disso. À luz dessa perspectiva, segundo o ativista político Martin Luther King, "a violência cria mais problemas sociais do que resolve" fazendo-se (evite gerúndio) notar que a condição dos violentados é decorrente da não resolução da indiferença social (1). Logo, é fundamental mostrar o quanto esse cenário preocupante precisa ser modificado para que seja possível obter uma melhora nas relações sociais.

...
Observações:

(1) Acredito que nesse momento, teria sido mais pertinente se você trouxesse um caso de assassinato ou outro dado do tipo. Essa citação soou um tanto genérica. Veja bem, quando você cita "a violência traz mais problemas do que resolve" parece que o tema é algo como "resolução dos problemas através da violência", e não é essa a proposta.

COMENTÁRIO: Bom parágrafo, apenas atente-se às observações.
#62618
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO:

Portanto, diante das questões supramencionadas, cabe ao Ministério da Educação (agente) - responsável pela qualidade educativa dos brasileiros (detalhamento) - incentivar as escolas a abordarem temas sobre a importância da empatia para solucionar alguns problemas persistentes na sociedade (ação), por meio do acompanhamento de psicólogos e professores que auxiliem os estudantes a lidarem melhor com as relações sociais (meio). Desse modo, objetiva-se formar uma geração mais empática e capaz de diminuir a intolerância e a violência com a percepção dos seus erros de incompreensão como é retratado na animação "Lucas - um intruso no formigueiro" (finalidade e retomada).

COMENTÁRIO: Excelente! Proposta completa e pertinente, parabéns!

Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Segundo o filósofo e matemático fra[…]

zgabiruLGD , Disponha!

Oiii alguém poderia corrigir minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM