Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#59197
Um claro exemplo da falta de empatia e da desumanização da sociedade brasileira no contexto atual; os exorbitantes números de casos de crimes de ódio. De acordo com o mapa do Ódio de 2018, o feminicídio é um crime que ocorre em todos os estados brasileiros, assim, pode-se perceber que o Brasil é um país com tamanha falta de empatia nas relações sociais, uma vez que, quando se é cometido um crime, a empatia não é uma virtude presente na personalidade criminoso. Essa é uma realidade que deve ser mudada, pelo fato de que é indispensável saber se colocar no lugar do outro, para que haja uma relação respeitosa, sendo assim, a falta dela torna-se um problema, pois gera o aumento da ocorrência desses crimes, quando deveria ser gerada uma redução.
Em consequência da falta de abordagem dos assuntos sobre falta de empatia e intolerância, em lugares, como nas famílias e nas escolas, onde o oposto disso é de suma importância, vê-se, a todo instante, o aumento da ocorrência dos crimes de ódio no país. Em razão da escassa abordagem do assunto, o país é composto por pessoas intolerantes, os quais criam os filhos de maneira que não aceitam as diferenças dos outros, capazes de cometer os mais diferentes crimes por intolerância. Dessa forma, pode-se perceber que o Brasil se encontra em um ciclo vicioso,o qual deve ser interrompido, para que as crianças se tornem empáticas e criem filhos com a mesma virtude.
Além disso, em um contexto atual, pode-se perceber a falta de empatia durante a pandemia do Covid-19, em momentos em que alguns cidadãos estocavam equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e álcool em gel. Nos momentos em que se faziam necessários para todos, alguns não conseguiam ter acesso, pois haviam pessoas com grandes estoques em casa. A partir disso, é perceptível a falta de empatia nesses momentos, pelo fato de que, quem estava estocando, não teve o mínimo de empatia com o próximo que não teria como se proteger do vírus, sem os EPIs. Neste caso, a falta de empatia pode ter causado mortes indiretas, e aumento dos casos de Covid-19.
Portanto, medidas são necessárias para resolver o problema da falta de empatia na sociedade brasileira. Nesse sentido, cabe ao ministério da mulher, da família e dos direitos humanos promover campanhas conscientizadoras a respeito dos direitos humanos, da empatia e a importância que têm para a população brasileira, em parceria com as escolas, para que atinjam as crianças, e, assim, romper o ciclo vicioso da falta de empatia na sociedade. Dessa forma, o país poderá se ver livre dos crimes de ódio em consequência da falta de empatia.
@ProfBruno
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Os casos de violência doméstica aumen[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

Violência doméstica

Agressão a Maria da Penha Vemos que atualm[…]

Obesidade no Brasil

Segundo dados do IBGE, em 2019 um quarto da popula[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM