Avatar do usuário
Por eves123
Quantidade de postagens
#121346
A comunicação do cidadão consiste em defender os seus interesses e perspectivas, além de demonstrar o que pode ser melhor para a comunidade. A busca pela justiça é fundamental para uma sociedade civilizada, no entanto, indivíduos optam por fazer justiça com as próprias mãos devido a falta de confiança em instituições de defesas pública
É importante ressaltar que o fenômeno baseado em opiniões próprias se destaca de acordo com o contexto cultural e social de cada cidadão. Assim que as autoridades se demonstram incapazes de combater o alto índice de criminalidade, os indivíduos sentem-se responsáveis a tomar medidas drásticas para defender a si mesmos ou entes queridos em situações frustrantes
A demora nos processos, a falta de eficácia e a ausência do sistema judicial em certos casos podem levar cidadãos a agirem como juízes acreditando que estão garantindo a aplicação eficaz, rápida e eficiente da justiça. Além disso, a sensação de incapacidade diante ao crime e a violência que rodeia determinadas regiões, podem ser um fator no qual sirva de motivação para a sociedade fazer justiça por conta própria
Fazer justiça de forma individual baseada em conceitos próprios com intenções de vingança acarreta riscos como a perpetuação de ciclos de violência e a possibilidades de se cometer injustiças. Embora compreensíveis, as motivações por trás da justiça própria não são consideradas justificáveis. Acredita-se que a aplicação da justiça deve ser realizada por órgãos competentes seguindo princípios legais
É necessário fortalecer as instituições de justiça garantindo que sejam acessíveis, rápidas e eficazes, para que a população confie no sistema e evite a tentação de justiça de forma individual.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os[…]

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Hu[…]

alguém poderia por favor corrigi-la? @Lauany25 @M[…]

O programa televisivo "Catalendas" con[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!