Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#54313
Com o inicio da Revolução Informacional, em meados do século XX até os dias atuais, a internet tornou-se indispensável na vida da população. Dessa forma, no Brasil, existe uma falsa sensação de liberdade nas redes sociais, pois a publicação de conteúdos ofensivos é considerado um tipo de crime cibernético. Com isso, urge a análise de tal consequência desse criminalidade, sendo ela contribuinte para a propagação do preconceito.

Nesse contexto, é lícito destacar que a internet é um espaço aberto que precisa ser usado de forma consciente devido a publicação e compartilhamento de conteúdos inadequados e ofensivos dos quais fazem a problemática da falsa sensação de liberdade persistir. À luz dessa perspectiva, de acordo com o físico Albert Ainstein, o progresso tecnológico é como um machado nas mãos de um criminoso notando-se, assim, a necessidade de um maior monitoramento nas redes sociais contra os crimes cibernéticos.

Ademais, vale postular que é fundamental a contribuição da população contra os ataques preconceituosos e difamatórios nos meios digitais proporcionados por indivíduos, em sua maioria, anônimos. A partir disso, personalidades públicas são os principais alvos de discriminação, em prova disso, a atriz Taís Araújo recebeu vários comentários racistas logo após publicar uma foto sua e, consequentemente, fica evidente que as mensagens negativas enviadas para a vítima publicamente não é sinônimo de liberdade de expressão.

Portanto, diante das questões supramencionadas, é essencial a criação de resoluções. Nesse âmbito, cabe ao Ministério da Justiça e Segurança Pública - responsável pela defesa de ordem jurídica, dos direitos políticos e das garantias constitucionais- intensificar as investigações criminais nas redes sociais por meio da contribuição de plataformas de denúncias disponibilizadas para o público na internet. Feito isso, a finalidade é diminuir a falsa sensação de liberdade provocada pela modernização da Revolução Informacional.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#54333
Com o início da Revolução Informacional, em meados do século XX até os dias atuais < evite esse tipo de referência], a internet tornou-se indispensável na vida da população. Dessa forma, no Brasil, existe uma falsa sensação de liberdade nas redes sociais, pois a publicação de conteúdos ofensivos é considerada um tipo de crime cibernético. Com isso, urge a análise de tal consequência dessa criminalidade, sendo ela contribuinte para a propagação do preconceito.

Nesse contexto, é lícito destacar que a internet é um espaço aberto que precisa ser usado de forma consciente devido a publicação e compartilhamento de conteúdos inadequados e ofensivos dos quais fazem a problemática da falsa sensação de liberdade persistir. À luz dessa perspectiva, de acordo com o físico Albert Ainstein, o progresso tecnológico é como um machado nas mãos de um criminoso notando-se, assim, a necessidade de um maior monitoramento nas redes sociais contra os crimes cibernéticos.

Ademais, vale postular que é fundamental a contribuição da população contra os ataques preconceituosos e difamatórios nos meios digitais proporcionados por indivíduos, em sua maioria, anônimos. A partir disso, personalidades públicas são os principais alvos de discriminação, em prova disso, a atriz Taís Araújo recebeu vários comentários racistas logo após publicar uma foto sua e, consequentemente, fica evidente que as mensagens negativas enviadas para a vítima publicamente não é sinônimo de liberdade de expressão.
* Não tenho o que falar dos desenvolvimentos, no caso você chama o argumento já argumentando e depois apresenta o repertório com a arrematação. Acredito que está tudo certo

Portanto, diante das questões supramencionadas, é essencial a criação de resoluções. Nesse âmbito, cabe ao Ministério da Justiça e Segurança Pública - responsável pela defesa de ordem jurídica, dos direitos políticos e das garantias constitucionais- intensificar as investigações criminais nas redes sociais por meio da contribuição de plataformas de denúncias disponibilizadas para o público na internet. Feito isso, a finalidade é diminuir a falsa sensação de liberdade provocada pela modernização da Revolução Informacional.
* Intervenção completa
Um conselho para você, estudante

Sei que ninguém pediu a minha opiniã[…]

Feminicídio termo utilizado para denominar […]

É um direito do ser humano viver em uma mor[…]

O que a sociedade aprendeu com a pandemia? O mome[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM