• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#64496
O sociólogo alemão Karl Marx, em sua teoria do valor-trabalho, afirma que a exploração está na diferença entre o valor produzido pelo trabalhor e o salário pago a ele. Nessa conjuntura, vemos que na sociedade atual, muitos trabalhadores - principalmente aquele irregular - são vítimas da exploração, causada principalmente pela necessidade de renda e pela falta de punições severas aos exploradores.
Primeiramente, vale ressaltar que a exploração trabalhista se configura como um grave problema , principalmente nas camadas mais baixas da sociedade, que, pela falta de oportunidades, findam por buscar sustento nesse meio e, pela carência, continuam nele.
Segundamente, na sociedade moderna - e desde os primórdios -, o homem necessita de uma maneira de gerar renda e, por ela, satisfazer sua vontades. Nesse sentido, observamos a busca, não pela satisfação das vontades ou extravagância de bens, mas pela sobrevivência de um indivíduo em meio a uma sociedade desigual e com altas taxas de pobreza.
Portanto, faz-se necessária a busca por soluções viáveis e que beneficiem àqueles que as necessitam. Dessa forma, cabe ao Ministério da Economia e Cidadania promoverem uma união, buscando o combate à exploração trabalhista no Brasil, como investigações em busca dos focos dela, penas severas aos exploradores e, em benefício daqueles que foram explorados, o cumprimento da garantia de seus direitos. Assim, o pensamento da exploração trabalhista de Karl Marx não passará de uma teoria.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão, ou seja, com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido a partir de considerações próximas ao senso comum ou muito próximas do que foi proposto nos textos motivadores, sem progressividade, ou ainda o texto apresenta domínio precário do tipo textual exigido, com poucas características de uma dissertação, ainda que se reconheça o tema proposto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

#64508
FranciscoAlv escreveu:@eurodrigo poderia corrigir, se puder? 😄
Olá, Francisco. Boa noite!

Claro! Assim que possível trarei uma análise detalhada. Entretanto, estou bastante atarefado neste final de semana - além de já haver muitas redações na lista; o que não me permite definir um prazo. Ok?

Caso nenhum outro colega corrija antes de mim, aguarde até que eu consiga dar uma olhada. Abs! :D
#64735
Correção de redação - ENEM
@FranciscoAlv - A exploração trabalhista na sociedade moderna

A1, A2 e retomadas (tese)
Elementos temáticos
Ótimo! Muito bem!
Poderia ser melhor
Erro (desvio)
Adicionar
Confuso (não está claro)
Repetição
Desnecessário
Conectivos e operadores argumentativos
Repertório e/ou material sociocultural
Elementos da proposta

O sociólogo alemão Karl Marx, em sua teoria do valor-trabalho, afirma que a exploração está na diferença entre o valor produzido pelo trabalhador e o salário pago a ele. Nessa conjuntura, vemos (não utilize a primeira pessoa do discurso!) percebe-se que, na sociedade atual, muitos trabalhadores - principalmente aqueles irregulares - são vítimas da exploração (Quem explora?), causada principalmente pela necessidade de renda (A1 antecipado) e pela falta de punições severas aos exploradores (A2 antecipado).
➜ Introdução bacana! Há algumas falhas, mas nada difícil de se resolver. Diante mão, atente-se à necessidade de uma teste mais clara e específica (a sua está presente, mas de forma rasa) e, também, de uma estrutura sintática assertiva enquanto à primeira pessoa e concordância de número. Beleza? :mrgreen:

[Substitua por "Sob essa perspectiva"; "Diante desse cenário";...] Primeiramente, vale ressaltar que a exploração trabalhista se configura como um grave problema, principalmente nas camadas mais baixas da sociedade, que, [retomada indireta do A1 > pela falta de oportunidades, findam por buscar sustento nesse meio e, pela carência, continuam nele.
➜ Desenvolvimento sem argumentação produtiva. Você não trouxe nenhuma base de conhecimento para comprovar e defender a sua tese inicial, o que desvaloriza o seu posicionamento, tornando-o ilegítimo. Dica: traga um repertório sociocultural para contextualizar o seu ponto de vista e, a partir dele, construa duas linhas de raciocínio sincronizadas em seu desenvolvimento. Assim, a sua produtividade será muito maior. :!:

[Substitua por "Ademais"; "Além disso";...] Segundamente, (ausência de retomada do A2 antecipado) na sociedade moderna - e desde os primórdios -, o homem necessita de uma maneira de gerar renda e, por ela, satisfazer sua vontades. Nesse sentido, observamos (1ª pessoa) a busca, não pela satisfação das vontades ou extravagância de bens, mas pela sobrevivência de um indivíduo em meio a uma sociedade desigual e com altas taxas de pobreza. (Cadê o A2?)
➜ Desenvolvimento com base no mesmo argumento do anterior: necessidade de renda. Você deveria ter explicado a sua tese com base no A2 antecipado inicialmente, a falta de punições. Ademais, não há um repertório legitimado de comprovação de ideia e não há uma base concreta de argumentação. Todos os seus argumentos estão soltos, ou seja, sem nenhuma comprovação - assim como no segundo parágrafo. Atente-se a isso! :!:

Portanto, faz-se necessária a busca por soluções viáveis e que beneficiem àquelesaqueles que as necessitam. Dessa forma, cabe aos Ministérios da Economia e Cidadania (AGENTE) promoverem uma união (AÇÃO), buscando o combate à exploração trabalhista no Brasil (Isso é o óbvio. Qual é a finalidade específica dessa ação?), comopor meio de (MEIO) investigações em busca dos focos dela, penas severas aos exploradores (argumento não apresentado) e, em benefício daqueles que foram explorados, o cumprimento da garantia de seus direitos. Assim, o pensamento da exploração trabalhista de Karl Marx não passará de uma teoria.
➜ Senti falta de uma maior clareza e descrição da proposta. A sua intervenção é avulsa, até porque, você não explicou como, de fato, as ações aconteceriam, assim como as suas finalidades. É certo que o combate à exploração trabalhista é um objetivo (afinal, o próprio tema sugere isso), ou seja, é necessário que haja um fito direcionado à problemática construída por ti. Além disso, note que você, em momento algum, pontuou a falta de punições como argumento, apenas a antecipou na introdução. Enfim, revise, com base em um âmbito geral, a estrutura da dissertação-argumentativa, bem como as suas ferramentas de produção. Beleza?

Nota :!:
C1 (160)
C2 (80)
C3 (80)
C4 (140) Ps.: não há como elevar o nível da C4, por mais que existam bons conectivos, justamente por conta dos parágrafos enxutos de desenvolvimento - um deles feito com apenas um período -, o que representa falta de fluidez textual.
C5 (120)

Material de estudo recomendado :idea:


Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM