Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#52032
De acordo com a Constituição Federal de 1988, o acesso à educação de qualidade é, ou pelo menos deveria ser um direito de todo cidadão brasileiro. Entretanto, as recentes pesquisas feitas pelo IBGE e pelo INEP apontam problemas na estrutura educacional brasileira, como por exemplo, o fato de termos mais de dois milhões de jovens e crianças fora das escolas, decorrente da falta de acesso e do trabalho infantil. Pesquisas também apontam a presença de 11 milhões de analfabetos no território brasileiro. E os índices de evasão escolar continuam altos, em contraste com o baixo suporte governamental.

Dessa forma, podemos analisar que o problema da desigualdade social, que rodeia a problemática da evasão escolar no Brasil, não é algo recente, visto que desde o período colonial é possível vermos essa disparidade. Uma boa parte das crianças e jovens que não conseguiram concluir os seus estudos tiveram que trabalhar desde cedo para tentar ajudar a família, muitas foram desestimuladas pela dificuldade de acesso e de materiais de qualidade para manter a sua formação. Ademais, o IBGE aponta que o abandono escolar é maior entre pessoas negras, mostrando as marcas da colonização no nosso território e do preconceito.

Além disso, o preconceito se torna uma ferramenta que auxilia a perpetuar esse problema, visto que muitas pessoas sentem-se envergonhadas e incapazes de concluir a sua educação mesmo que de maneira tardia. Ademais, faz-se necessário destacar que os programas que buscam educar jovens e adultos que não tiveram essa oportunidade no tempo certo, como o EJA, são os programas que possuem menor investimento financeiro governamental, auxiliando a perpetuar a problemática da evasão escolar.

Portanto, faz-se notável que o Ministério da Educação, por intermédio de cursos, busque maneiras capacitar e profissionalizar os docentes, a fim de auxiliá-los a aprender como construir laços com esses estudantes e como estimular o ensino de maneira humanitária, diminuindo o desânimo com os estudos e consequentemente a evasão escolar. Além disso, é necessário que o Governo do Estado, em associação com o Estatuto da Criança e do Adolescente, por meio de leis mais rigorosas e uma fiscalização mais ampla, busquem analisar e punir os responsáveis pelo emprego de mão de obra infantil e invistam em uma estrutura educacional que seja acessível para todos, sem fazer distinção de cor, gênero ou classe social, fazendo com que o que está previsto na Constituição Federal, de fato ocorra.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No livro Carrie de 1974, é apresentada ao l[…]

Segundo o IBGE, em 2019, a população[…]

Preconceito Linguístico

A Fala Que Exclui O Preconceito Lingu&iac[…]

A animação internacional “Dive[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM