Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#57687
Uma matéria publicada pela Redação Goal revela que o futebolista brasileiro Neymar Jr., recebe um salário equivalente a 280 milhões de reais, este mundo de "ostentação" vivenciado pelo jogador tem inspirado jovens jogadores a se profissionalizar no esporte. No entanto, é perceptível, que estudantes em nível fundamental e médio que praticam a modalidade como profissionais, tem apresentado evasão escolar. Nesse contexto, percebe-se a configuração de um problema de contornos específicos, em virtude da falta de tempo para os estudos e da má influência midiática.
Em primeiro plano, cabe salientar que, a pesada rotina de treinos dos futebolistas jovens ocasiona diminuição no tempo disponível para estudo. Em novembro de 2016, o jornal O Estado de São Paulo, publicou uma matéria sobre o cronograma de atividades dos esportistas de futebol, constatando que em um dia de treino normal o profissional gasta em torno de 8 horas para aperfeiçoamento. Nesse sentido, é inevitável que o jovem esportista após um dia cansativo e com rotina intensa de treinos apresente menos disposição para os estudos.
Além disso, a evasão escolar dos adolescentes encontra terra fértil na má influência midiática. Nessa perspectiva, a máxima do ex-jornalista Olavo de Carvalho, de que "O avento da grande mídia democratizou a ignorância]", cabe perfeitamente. Desse nodo, observa-se que infelizmente, programas televisivos tem demonstrado apenas as vitórias e luxúrias conquistadas pelos jogadores, fato que banaliza a educação. Porém, é imprescindível, que o jovem tenha uma educação de qualidade para alcançar uma carreira de sucesso e duradoura.
Faz-se necessário, portanto, viabilizar estratégias que propicie uma educação satisfatória aos profissionais futebolistas em idade escolar. À vista disso, os clubes esportivos de futebol deve criar o projeto "Educação em campo", que por meio de aulas ministradas por professores capacitados reforce os aprendizados obtidos na escola, as aulas devem ser incluídas no cronograma diário do jovem a apresentar conteúdos de todas as disciplinas, o projeto deve ter como finalidade a maior capitação de conhecimento por parte do discente, o que consequentemente acarretará na melhoria das médias do aluno. Dessa forma, os treinos diários atrelados a uma educação de qualidade contribuirá para que os sonhos de tantos jovens se tornem realidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 110

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#57728
CORREÇÃO (X)

Uma matéria publicada pela Redação Goal revela que o futebolista brasileiro Neymar Jr., recebe um salário equivalente a 280 milhões de reais. Este mundo de "ostentação" vivenciado pelo jogador tem inspirado jovens jogadores a se profissionalizar no esporte. No entanto, é perceptível,(!) que estudantes em nível fundamental e médio que praticam a modalidade como profissionais, tem apresentado evasão escolar. Nesse contexto, percebe-se a configuração de um problema de contornos específicos, em virtude da falta de tempo para os estudos e da má influência midiática.
Em primeiro plano, cabe salientar que,(!) a pesada rotina de treinos dos futebolistas jovens ocasiona diminuição no tempo disponível para estudo. Em novembro de 2016, o jornal O Estado de São Paulo, publicou uma matéria sobre o cronograma de atividades dos esportistas de futebol, constatando que em um dia de treino normal o profissional gasta em torno de 8 horas para aperfeiçoamento. Nesse sentido, é inevitável que o jovem esportista após um dia cansativo e com rotina intensa de treinos apresente menos disposição para os estudos.
Além disso, a evasão escolar dos adolescentes encontra terra fértil na má influência midiática. Nessa perspectiva, a máxima do ex-jornalista Olavo de Carvalho, de que "O advento(2) da grande mídia democratizou a ignorância",(!) cabe perfeitamente. Desse nodo, observa-se que infelizmente,(!) programas televisivos têm(3) demonstrado apenas as vitórias e luxúrias conquistadas pelos jogadores, fato que banaliza a educação(4). Porém, é imprescindível,(!) que o jovem tenha uma educação de qualidade para alcançar uma carreira de sucesso e duradoura.
Faz-se necessário, portanto, viabilizar estratégias que propiciem uma educação satisfatória aos profissionais futebolistas em idade escolar. À vista disso, os clubes esportivos de futebol devem criar o projeto "Educação em campo", que por meio de aulas ministradas por professores capacitados reforce os aprendizados obtidos na escola. As aulas devem ser incluídas no cronograma diário do jovem a apresentar conteúdos de todas as disciplinas. O projeto deve ter como finalidade a maior capitação de conhecimento por parte do discente, o que consequentemente acarretará na melhoria das médias do aluno. Dessa forma, os treinos diários atrelados a uma educação de qualidade contribuirá para que os sonhos de tantos jovens se tornem realidade.

OBSERVAÇÕES:
Nossa! Que tema específico.
(!)-Sem vírgula.
(1)- A meu ver, o seu primeiro argumento não consegue comprovar que o que você fala é real. Isso se deve porque você não comprova que os jovens abandonam a escola para se profissionalizar no futebol. Além disso os jovens profissionais fazem parte de uma instituição e é bem possível que medidas como essa já tenham sido contornadas. Não sei na real. O que estou tentando dizer é que faltou um repertório bastante específico para comprovar o seu argumento. O que você utilizou abrange muito(Os adultos estão inseridos nesses dados).
(2)-Aqui não seria "advento"?
(3)-Precisa estar no plural.
(4)-Não entendi essa relação. Um melhor desenvolvimento dessa ideia seria ideal para deixar claro o que você pensa.
(5)-A conclusão tem todos os elementos. Só senti falta de uma solução do seu segundo desenvolvimento.

A sua está excelente em relação a estrutura. O que recomendo a você é que trabalhe melhor as suas ideias e que utilize um repertório que realmente comprove que o que você fala é realmente um problema. É isso. Qualquer objeção ou dúvida pode me marcar. Espero as suas próximas redações. :D

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM