Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49718
De acordo com a Constituição Federal de 1988, todos os individuos têm direito á segurança. Contudo, o não cumprimento desse preceito é evidente, visto que a disseminação da violência urbana no Brasil contribuiem para desarmonia do corpo social. Dessarte, é imprescindível a análise dos fatores que tornam essa problemática uma realidade hirdiena.
Diante desse cenário, é preciso atentar que a negligência governamental é causa expressa da questão. Nesse sentido, Aristóteles diz, em seu livro "Ética a Nicomaco" que a política existe para garantir a felicidade dos indivíduos. Entretanto, é fácil perceber que, em relação a disseminação da violência urbana no Brasil, essa disposição de Aristóteles não se consuma na realidade brasiliense, uma vez que o poder público não cumpre seu papel legislativo, fazendo com que ocorram diversas lacunas no bem-estar social. Desse modo, torna-se fundamental a reformulação de tal postura estatal irresponsável e negligente.
Ademais, a falta de políticas públicas é causas secundária do problema. Sobre isso, Abraham Lincoln célebre personalidade política americana, disse, em um de seus discursos, que a política e serva do povo e não contrário. Em relação a tal afirmação, nota-se uma inconformidade sobre a violência urbana no Brasil e a atuação do Estado brasiliano, no sentido de que ao contrário do que Lincoln explanou, a política atual não serve o povo com ações, planos e metas públicas que atua na questão abordada, fazendo com que sua resolução seja quase utópica.
Em vista disso, algo precisa ser feito para resolver a questão. A população, por meio de um
projeto de iniciativa popular, deve propor um projeto de lei, que exija uma preparação prévia
para a função política. Tal projeto deve conter, além das exigências constitucionais, a
implementação de um curso preparatório, por exemplo, e a colocação de um termo de
responsabilidade social, onde deve se priorizar as necessidades da população em detrimento
de determinações partidárias. Espera-se, dessa forma, que a população brasileira deixe de
sofrer as consequências da negligência governamental e tenha um futuro próspero. Somente assim, a os direitos da carta constitucional será garantida para todos os cidadãos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

Desde a terceira revolução industria[…]

A saúde mental é um fator de risco n[…]

No cenário atual encontra-se muitas pessoas[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM