Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56211
De acordo com o sociólogo Émile Durkheim, “é preciso sentir a necessidade da
experiência, da observação, ou seja, a necessidade de sair de nós próprios para
aceder à escola das coisas, se as queremos conhecer e compreender.” Trazendo
esse pensamento para o atual cenário do Brasil, é notável a dificuldade que os
jovens têm de ingressar no mercado de trabalho, uma vez que a falta de experiência
e a alta exigência das empresas são grandes obstáculos para os iniciantes.

Conforme um artigo publicado no Correio Braziliense e Veja, aproximadamente
30% da população desempregada no Brasil são jovens, e um dos principais motivos
para que isso aconteça é a inexperiência. Através de um levantamento feito com
500 participantes, cerca de 75% declararam que a maior barreira para conseguir um
cargo é a experiência exigida, que, na maioria dos casos, não é suficiente para ser
contratado.

Segundo o escritor francês Albert Camus “não se pode criar experiência. É preciso
passar por ela”, e ultimamente vem sendo cada vez mais fazer jus a essa frase,
tendo em vista que as empresas têm tendência a contratar uma pessoa mais
experiente, pois, segundo Jacques Meir, diretor do Grupo Padrão, querem manter o
ritmo de produtividade, e se esse ritmo diminuir, o lucro consequentemente também
cairá. Também foi relatado pelos desempregados que a maioria das corporações
não têm interesse em ensinar o aprendiz, e que desvalorizam seus trabalhos,
recebendo salários que não conseguem bancar suas necessidades.

Em virtude dos fatos mencionados, é necessário que o Ministério do Trabalho e o
Ministério da Educação trabalhem em conjunto para melhorar a situação de
experiência e contratação dos jovens, como a disponibilização de cursos
preparatórios e cursos técnicos para a qualificação dos mesmos. Seria necessário,
também, que o Sindicato do Trabalho interfira nas empresas que não têm nenhuma
finalidade em ensinar os jovens, pois, além de prejudicar o indivíduo, traz valores
negativos para a economia, Previdência Social e outros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Devido ao avanço da Covid-19 no começ[…]

O adolescente A maioria dos cidadãos brasil[…]

Grupos whatsapp e telegram

Pessoal vcs que querem entrar no grupo do whats eu[…]

ALIMENTAÇÃO Conforme o fil&oacut[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM