Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#60994
No período da Guerra Fria, os estadunidenses criaram a internet com o objetivo de desconcentrar informações de um único local, esse fato permitiu que centrais de comandos - em lugares diferentes - estabelecessem comunicações rápidas e seguras. Logo, na contemporaneidade, a internet foi popularizada para os civis do globo, entretanto no Brasil a segurança digital apresenta déficit, visto que a maioria das empresas não têm políticas para o usa da internet e as pessoas físicas expõe facilmente seus dados.

Em primeiro lugar, vale destacar a ausência de normas para o uso do ambiente virtual em empresas. Isso acontece, segundo a obra "Modernidade Líquida" de Zygmunt Bauman, porque os indivíduos buscam satisfação imediata, mas não analisam as consequências ou riscos desta ação. Sendo assim, os dispositivos da empresa ficam expostos a ataques cibernéticos, em razão dos funcionários acessarem diversos links da conta pessoal sem a autorização de um supervisor no aparelho corporativo. Desse modo, a pessoa jurídica pode ter de problemas econômicos a problemas de imagem dependendo do nível do ataque.

Em segundo lugar, vale ressaltar a exposição exagerada de informações individuais na rede. Embora existindo a lei "Marco Civil da Internet" que proíbe que empresas de comunicações disponibilizem a privacidade do usuário para terceiros sem a autorização. No entanto, os brasileiros não só aceitam termos sem a leitura devida como também expõe diversos fatos pessoais nas redes sociais que prejudica tanto a segurança digital como a pessoal, tornando-se alvos fáceis do phishing visto que não há preocupação com as informações pessoais que estão na rede. Dessa maneira, evidencia-se a vulnerabilidade digital da população do país.

Depreende-se, portanto, que a segurança digital no Brasil é deficiente. Por consequência, cabe ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com empresas de tecnologias, façam campanhas em prol da segurança digital, por meio de treinamentos que serão apresentados em oficinas e minicursos oferecidos, respectivamente, para escolas e empresas que tratarão sobre os perigos digitais, a fim de limitar postagens nas redes sociais e evitar ataques cibernéticos em aparelhos pessoais e corporativos. Assim garantindo a segurança digital na sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#61039
@3m1ly, irei corrigir sua redação, ok?! (sei que não fui solicitada, mas vou posso ajudar da melhor forma possível)

No período da Guerra Fria, os estadunidenses criaram a internet com o objetivo de desconcentrar informações de um único local, e esse fato permitiu que centrais de comandos - em lugares diferentes - estabelecessem comunicações rápidas e seguras. Logo, na contemporaneidade, a internet foi popularizada para os civis do globo, entretanto, no Brasil, a segurança digital apresenta déficit, visto que a maioria das empresas não têm políticas para o uso da internet, e as pessoas físicas expõe facilmente seus dados.

Em primeiro lugar, vale destacar a ausência de normas para o uso do ambiente virtual em empresas. Isso acontece, segundo a obra "Modernidade Líquida" de Zygmunt Bauman, porque os indivíduos buscam satisfação imediata(Aqui você estabelece o paralelo entre a obra de Bauman e o uso da internet em empresas e seus desafios, porém, com o conector que você faz uso - Isso acontece - aparenta que Bauman realmente fez essa afirmação no livro, diretamente direcionada ao uso de internet em empresas, e não que você está apenas fazendo uso do repertório para embasar sua fala), mas não analisam as consequências ou riscos dessa ação. Sendo assim, os dispositivos da empresa ficam expostos a ataques cibernéticos, em razão dos funcionários acessarem diversos links da conta pessoal sem a autorização de um supervisor no aparelho corporativo. Desse modo, a pessoa jurídica pode ter de problemas econômicos a problemas de imagem dependendo do nível do ataque.(Você discute um dos fatores que fomentam a problemática nesse parágrafo, porém, faz uso de muitos períodos para estabelecer as relações de causa e consequência e isso se torna desnecessário. Ao fim do parágrafo, evidencie como o seu repertório e a sua argumentação se associam)

Em segundo lugar(Aqui eu gostaria apenas de fazer uma ressalva. Você não está errada em colocar como conectores no início dos parágrafos 1 e 2, "em primeiro lugar, em segundo lugar", porém, eles são utilizados de forma demasiada pelos estudantes, então, diversifique seu repertório, pois isso mostra ao corretor seu domínio no tópico da coesão), vale ressaltar a exposição exagerada de informações individuais na rede, embora(Não inicie novo período, continue sua linha de pensamento até o momento que você começar propriamente a argumentação) existindo a lei "Marco Civil da Internet", que proíbe que empresas de comunicações disponibilizem a privacidade do usuário para terceiros sem a autorização. No entanto, os brasileiros não só aceitam termos sem a devida leitura(Não inverta a ordem direta das palavras na frase, pois isso pode se configurar como um Hipérbato, e no texto dissertativo-argumentativo, não é permitido adotar figuras de linguagem, a não ser que seja uma metáfora que se adeque a sua discussão) como também expõe diversos fatos pessoais nas redes sociais que prejudica tanto a segurança digital como a pessoal, tornando-se alvos fáceis do phishing(Palavra estrangeira - e termos literários e/ou científicos em geral - você deve pôr o conceito logo após o vocábulo, sobretudo, se for uma construção não muito conhecida) visto que não há preocupação com as informações pessoais que estão na rede. Dessa maneira, evidencia-se a vulnerabilidade digital da população do país. (Nesse parágrafo, você acaba sendo um pouco prolixa em sua discussão, tente aprofundar mais. Questione-se acerca dos fatores que propulsionam a exposição de dados pessoais na internet. "Por que as pessoas inserem seus dados sem cautela nas redes? Quais são as consequências de uma exposição em massa de dados, por parte de grandes corporações? Por que a segurança digital é frágil em vários aspectos, se os profissionais da área tendem a ser bem qualificados?". E insira ao fim, a relação entre seu repertório e a sua discussão)

Depreende-se, portanto, que a segurança digital no Brasil é deficiente(Construção desnecessária. Vá direto à intervenção). Por consequência, cabe ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com empresas de tecnologia, realizar(A parceira do Ministério está entre vírgulas, então o verbo só concordará com Ministério, que está no singular) campanhas em prol da segurança digital, por meio de treinamentos que serão apresentados em oficinas e minicursos oferecidos, respectivamente, para escolas e empresas que tratarão sobre os perigos digitais, a fim de limitar postagens nas redes sociais e evitar ataques cibernéticos em aparelhos pessoais e corporativos. Assim garantindo a segurança digital na sociedade brasileira.(Construção errônea. A conclusão do texto deve ser feita fazendo uma retomada com o repertório colocado na introdução, propondo um contraponto entre sua proposta de intervenção e o cenário delineado no início do texto.)

COMENTÁRIO: Sua produção é boa, obedece aos critérios dissertativos-argumentativos. Só precisa focar no aprofundamento da discussão, na diversificação dos conectores, ao mencionar repertórios, não seja tão sucinta - quanto você foi no 3 parágrafo, e defina termos desconhecidos.
#61044
@camis23, muito obrigada pela a sua correção, mas apenas não concordo com a correção da conclusão, pois o tipo que eu usei foi para trazer uma visão geral da problemática no inicio da conclusão, por isso não coloquei de imediato a proposta de intervenção e também não é obrigatório fazer uma retomada ao repertório da introdução, pois pode ser também dos parágrafos de desenvolvimento ou então sobre a ideia discutida, desse modo eu usei "Assim garantindo a segurança digital na sociedade brasileira" porque na introdução eu falo que a segurança digital é um déficit no Brasil, por fim, acredito que eu coloquei todos os 5 elementos da proposta de intervenção, então na C5, eu deveria ter tirado 200.
Pergunta: eu não entendi o que quis dizer com "defina termos desconhecidos", poderia me explicar? Fico grata deste já e muito obrigada mesmo pelo seu feedback vou pesquisar sobre os pontos errôneos da minha redação :D :D :D
#61050
@3m1ly, respondendo ao seu questionamento referente à conclusão. Primeiro, a conclusão ela não precisa ser obrigatória, ok?! Mas, ao fazê-la é aprazível fazer uma relação com o repertório da introdução. Mas por que não com os desenvolvimentos 1 e 2? Porque os parágrafos argumentativos apresentam repertórios que embasam a discussão a ser realizada neles, mas não vão embasar diretamente a problemática que você destacou na introdução, pois é nela que você apresenta sua tese, de forma geral, apresenta os fatores que viabilizam o perduro do imbróglio. Vou tentar ser mais didática. É como se fossem os dois extremos do texto, o cenário que você evidencia o surgimento de dinâmicas que propulsionam a utilização em massa da Internet e a sugestão de soluções na intervenção acerca dos problemas que essa mesma internet causa no quesito segurança digital. Isso mostra ao seu corretor que você domina seu texto e "amarra" seus parágrafos de uma forma que a probabilidade de você perder no quesito coerência é mínima. Por isso dei 180, porque geralmente é por conta disso que algumas intervenções quase não tiram 200 (não todas, algumas).
Concluindo, a forma como você pôs não está errônea, só que ao escrever redações para o Enem, tente sempre pensar naquilo que vai te diferenciar dos demais candidatos frente aos corretores. É muito comum (muito mesmo) os estudantes realizarem as retomadas tentando fazer algo "geral" na conclusão, frente ao tema.
Segundo, em relação à construção do início da conclusão, por que está errada? Na verdade, não está. O fato é que, geralmente, ela é vista como "encher linguiça" por parte dos corretores (não estou me referindo ao seu texto), porque são centenas de redações diárias e eles acabam sendo impiedosos a algumas "obviedades" (consideradas por eles). Mas, se você quer pôr algo no início da conclusão, sugiro que seja algo assim "são essenciais medidas operantes para a reversão da deficiência da segurança digital no Brasil".
Por fim, os termos desconhecidos são geralmente ligados aos repertórios utilizados na redação. Por exemplo, Fetichismo de Mercadoria é um termo utilizado por Karl Marx para evidenciar os efeitos do consumismo ligado à alienação provocada por parte dos meios de produção. Mas, você não pode simplesmente inserir o termo sem definir logo depois. O corretor, muito provavelmente, vai conhecer os repertórios, mas os conceitos não podem estar subtendidos.
#61051
@camis23, obrigado, mas realmente acredito que isso é possível, porque quando a minha professora de redação estava fazendo a analise de redações nota 1000, muitas não se referiam ao repertório da introdução, as vezes ao repertório do desenvolvimento, tinham casos que elas nem referiam-se ao repertório, só quero dizer... que existem muitas formas de construir o parágrafo de conclusão, mas mesmo assim a minha proposta de intervenção possui agente, ação, detalhamento, meio/modo e finalidade, mas se o problema é coerência deveria ser pontuado na C1, além disse se a estrutura do modelo está correta não se pode tirar ponto, além disso os corretores não tiram ponto porque é um tipo frequente, mas sim porque não têm todas as estruturas daquele modelo. Em relação aos conectivos e demais pontos, eu concordo com você e vou melhorá-los

alguém, por favor, pode corrigir ?

Alguém pode corrigir?

A constituição histórica e cu[…]

Na série " as telefonistas ", em […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM