Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58960
Em diversos países desenvolvidos presentes no mundo contemporâneo, o trabalho voluntário trata-se de algo esperado pelos cidadãos e de extrema relevância. Entretanto, no Brasil a desvalorização dessa importante forma de serviço é ainda demonstrada por muitos, dando destaque ao individualismo presente no corpo social. Dessa forma, a falta de interesse e conhecimento por essa colaboração, e a carência de influência ganharam espaço na vida dos indivíduos, tornando-se algo comum.
A atribuição do trabalho voluntário à vida dos brasileiros é baixíssima. Segundo o filósofo Émile Durkheim, toda forma de agir do ser é o resultado do que é estipulado ao longo da vida pela sociedade. Sendo assim, é visível que a falta de interesse e de conhecimento por esse tipo de serviço seja resultado de posicionamentos, como trabalhar sem fins lucrativos, feitos por inúmeras pessoas. Desde o começo da vida profissional é imposto por todos que deve-se existir o ganho salarial, fazendo com que seja desenvolvido certo individualismo por parte das pessoas, excluindo atitudes de solidariedade. Por esse motivo muitas pessoas não se interessam ou procuram saber sobre ONGs e instituições que não apresentam remuneração lucrativa.
A falta de propagandas e divulgações dessas atividades em meios de comunicação, escolas, trabalhos e até mesmo dentro de casa, causam o desinteresse e a falta de estímulo por esse tipo de ação. Grande parte da população alega que nunca foram convidados a participar de algum tipo de projeto solidário, dando destaque a carência de influência. Em uma pesquisa foi apresentado também, que cerca de 40% das pessoas presentes na sociedade brasileiras expõe que não tem tempo em sua rotina para participar dessas atividades. Com isso, entende-se o motivo pelo qual muitos ainda não entendem ou conhecem, ou porque não participam ou demonstram apoio a trabalhos voluntários.
Dessa maneira, torna-se perceptível a necessidade das pessoas excluírem de suas vidas o individualismo e participarem ativamente de projetos solidários a pessoas necessitadas. Além disso, é dever do Ministério da Cidadania juntamente a ONGs, instituições, escolas e todas as pessoas que desejam ajudar, desenvolver meios de divulgação, aumentar a mobilização e o engajamento para o reconhecimento e a apresentação do trabalho voluntário para o resto do coletivo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na série " as telefonistas ", em […]

Ashiley Oii, você poderia corrigir minh[…]

É de conhecimento geral que, a tradi&ccedi[…]

.Promulgada em 2014 , a Lei 12.965/2014 tem o obje[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM