Avatar do usuário
Por Vladiney
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#113210
Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas More, é retratado uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que a desvalorização das ciências humanas apresenta barreiras, as quais dificultam a concretização dos planos de More. Esse cenário antagônico é fruto tanto da negligência governamental, quanto da falta de informação. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.

Em primeiro plano, é fulcral pontuar que a desvalorização deriva da baixa atuação dos setores governamentais, no que concerne à criação de mecanismos que coíbam tais recorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem-estar da população, entretanto, isso não ocorre no Brasil. Devido à falta de ação das autoridades, a desvalorização pode resultar políticas públicas inadequadas. Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.

Ademais, é imperativo ressaltar a falta de informação como promotor do problema. De acordo com o Censo da Educação Superior de 2019, apenas 5,5% dos cursos de graduação no Brasil são na área de ciências humanas. Partindo desse pressuposto, sabe-se que, essas disciplinas são vistas como menos importantes do que as ciências exatas e tecnológicas. Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a falta de informação contribui para a perpetuação desse quadro deletério.

Por fim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com o intuito de mitigar a desvalorização, necessita-se, urgentemente, que o Tribunal de Contas da União em parceria com o Ministério da Cultura direcione capital que, por intermédio do estado na figura do Ministério da educação, investir em pesquisa, a fim de, ampliar a oferta de curso de graduação, pós-graduação e acesso à informação. Portanto, atenuar-se-à, em médio e longo prazo, o impacto nocivo da desvalorização, e a coletividade alcançará a Utopia de More.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por AilaLoures
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#113213
Parabéns!!! Sua redação está simplesmente perfeita. Você mostrou que conhece o tema, mostrou várias propostas de intervenções, sua conclusão me deixou encantada! Mais uma vez Parabéns, você vai longe.
1
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
153 Exibições
por xtainax
0 Respostas 
130 Exibições
por xtainax
0 Respostas 
109 Exibições
por Maduhstos
0 Respostas 
113 Exibições
por guiarrd
4 Respostas 
356 Exibições
por JChaves2021
0 Respostas 
144 Exibições
por stitch12
0 Respostas 
130 Exibições
por Babidi
5 Respostas 
296 Exibições
por Evely190301
0 Respostas 
125 Exibições
por Original
0 Respostas 
94 Exibições
por rafaella03

Steve Jobs - inventor e criador da Apple - uma vez[…]

Em "Utopia", obra liter&aacut[…]

Olá, Dayvini ! Não sou especialista[…]

A desigualdade

O filósofo Thomas more em sua obra &quo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM