Avatar do usuário
Por mariana96
Quantidade de postagens
#94712
Ao afirmar, em sua célebre canção “O Tempo Não Para”, o poeta e compositor Cazuza faz, de certo modo, uma comparação entre o futuro e o passado. De fato, ele estava certo, pois o estigma associado ao HIV na sociedade brasileira não é um problema exclusivamente atual, uma vez que acontece desde o início da décadade 80. Desse modo, na contemporaneidade, as dificuldades ainda persistem, seja pela desinformação, seja pelo preconceito e a discriminação enraizados na sociedade. 

Sob essa perspectiva, convém enfatizar que apesar da medicina ter evoluido e o conhecimento sobre o HIV ter se expandido, a falta de informação presente no corpo social ainda continua escassa. Nessa óptica, Segundo programa das Nações Unidas Unaids, 46,3% dos sorospotivados para o HIV ouviram comentários negativos no ambiente social. De maneira análogica, a responsável pela manutenção dessa mazela social é a incúria das instituições formais de ensino. Isso porque as escolas estão, por vezes, mais focadas nas notas disciplinares dos alunos do que em promover projetos que poderiam conscientizá-los sobre o HIV e desmistificar os estigmas relacionados a ele e outras doenças. 

Outrossim, o estigma e a descriminação como mais dois fatores que agravam o impasse. A discriminação e o preconceito relacionado ao HIV é muitas vezes baseado em atitudes e crenças estigmatizantes sobre comportamento, grupos, gênero, doença e morte. Tais ações podem ser institucionalizada por meio de leis, políticas e práticas que focam negativamente nas pessoas vivendo com HIV e grupos marginalizados. Dessa forma, é inaceitável que, em pleno século XXI, ainda haja essa exclusão social contra soropositivos para o HIV. 

Fica evidente que a desinformação e a descriminação são decorrentes ao estigma relacionado ao HIV e que, portanto, é necessário mudanças. Para tanto, o Ministério da Saúde juntamente ao Ministério da Educação, devem promover aulas de educação sexual para que com a realização de palestras e projetos com pessoas que tenham a doença e com profissionais da saúde, mais pessoas possam se informar sobre o HIV, fazendo com que consequentemente, deixem o estigma e o preconceito de lado. Feito isso, a afirmação do poeta Cazuza deixará de ser uma realidade uma vez que esses fatores ficaram no passado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por EmillyySilva
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#0
Olá, tudo bem?? Irei lhe disponibilizar uma análise rápida, espero ter ajudado em algo! Lembrando que não sou profissional, apenas tento auxiliar no que consigo. 😺👋🏻


╔═══════════════════╗
⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🧙‍♂️【 ANÁLISE GERAL】💨
════════════════════

⠀ᵃⁿᵃˡⁱˢᵉ
"A desinformação e o preconceito ligados ao HIV."
════════════════════
Competências
════════════════════

❌Errado.
-> o correto estará dentro dos parênteses.
⚠️Atenção.
💡Análise textual.
『⚛』repetição.
🔂substitua ou mude.

﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
Como é uma análise rápida não estará pintada ou com muitos detalhes, apenas informações breves. Então peço que analise com cuidado.
﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
Ao afirmar, [❌》sem vírgula] em sua célebre canção “O Tempo Não Para”, o poeta e compositor Cazuza faz, de certo modo, uma comparação entre o futuro e o passado. De fato, ele estava [⚠️》está》 manter no presente] certo, pois o estigma associado ao HIV na sociedade brasileira não é um problema exclusivamente atual, uma vez que acontece desde o início da décadade [❌》"década de"] 80. Desse modo, na contemporaneidade, as dificuldades ainda persistem, seja pela desinformação, seja pelo preconceito e a [❌》"pela" ao invés de "a"] discriminação enraizados na sociedade.

Sob essa perspectiva, convém enfatizar que [❌》vírgula] apesar da medicina ter evoluido [❌》"evoluído"》acento] e o conhecimento sobre o HIV ter se expandido, a falta de informação [⚠️》recomendo citar o tipo de informação, para mostrar que apesar do conhecimento ter se expandido, a falta de informação verídica/ concreta/ responsável/ que evite os estigmas da doença ainda não se mostra presente] presente no corpo social ainda continua escassa. Nessa óptica, Segundo [❌》faltou "o"] programa das Nações Unidas [❌》faltou vírgula] Unaids, 46,3% dos sorospotivados [❌》soropositivos] para o HIV ouviram [⚠️》ouvem] comentários negativos no ambiente social. De maneira análogica, a [⚠️》troque por "uma das"》 não seja restritivo] responsável pela manutenção dessa mazela social é a incúria das instituições formais de ensino. Isso porque as escolas estão, por vezes, mais focadas nas notas disciplinares [⚠️》aqui seria interessante citar o ensino bancário, de Paulo Freire] dos alunos do que em promover projetos que poderiam conscientizá-los sobre o HIV e desmistificar os estigmas relacionados a ele e outras doenças.

Outrossim, [💡》adicione》 "é importante ressaltar "] o estigma e a descriminação como mais dois fatores que agravam o impasse. [💡》adicione》"Nesse sentido"] A discriminação e o preconceito relacionado ao HIV é [❌》"são"] muitas vezes baseado [❌》"baseadas"] em atitudes e crenças estigmatizantes sobre comportamento, grupos, gênero, doença e morte.[⁉️》que tipo de comportamento?] Tais ações podem ser institucionalizada [❌》institucionalizadas] por meio de leis, políticas e práticas que focam negativamente nas pessoas vivendo com HIV e grupos marginalizados. [⁉️》quais seriam essas leis negativas? Apresente aqui para reforçar sua análise] Dessa forma, é inaceitável que, em pleno século XXI, ainda haja essa exclusão social contra soropositivos para o HIV.

Fica evidente [💡》adicione um conectivo conclusivo] que a desinformação e a descriminação são decorrentes ao estigma relacionado ao HIV e que, portanto, é necessário mudanças. Para tanto, o Ministério da Saúde juntamente ao Ministério da Educação, devem promover aulas de educação sexual para que com [⚛》repetição] a realização de palestras e projetos com [⚛] pessoas que tenham a doença e [❌》vírgula] [💡》"auxiliado por"] com [⚛] profissionais da saúde, mais pessoas possam se informar sobre o HIV, fazendo com que [❌》vírgula] consequentemente, deixem o estigma e o preconceito de lado. Feito isso, a afirmação do poeta Cazuza deixará de ser uma realidade [❌》vírgula] uma vez que esses fatores ficaram no passado.

—faltou meio e detalhamento. E precisa melhorar sua formação de períodos na conclusão, para não ficar muito longo.
════════════════════

✅ No geral, sua redação ficou muito boa, só precisa melhorar as partes elencadas anteriormente.

👍🏻☺️








════════════════════
1
Avatar do usuário
Por mariana96
Quantidade de postagens
#94757
@mariana96,

Olá, poderiam corrigir minha redação, por favor?

@H1000, @Luara24, @EmillyySilva, @Mariannabfl, @Kellyalu, @bylari, @Myllene02, @Mylike, @ash
0
Avatar do usuário
Por EmillyySilva
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#95003
Olá, tudo bem?? Irei lhe disponibilizar uma análise rápida, espero ter ajudado em algo! Lembrando que não sou profissional, apenas tento auxiliar no que consigo. 😺👋🏻


╔═══════════════════╗
⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🧙‍♂️【 ANÁLISE GERAL】💨
════════════════════

⠀ᵃⁿᵃˡⁱˢᵉ
"A desinformação e o preconceito ligados ao HIV."
════════════════════
Competências
════════════════════

❌Errado.
-> o correto estará dentro dos parênteses.
⚠️Atenção.
💡Análise textual.
『⚛』repetição.
🔂substitua ou mude.

﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
Como é uma análise rápida não estará pintada ou com muitos detalhes, apenas informações breves. Então peço que analise com cuidado.
﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
Ao afirmar, [❌》sem vírgula] em sua célebre canção “O Tempo Não Para”, o poeta e compositor Cazuza faz, de certo modo, uma comparação entre o futuro e o passado. De fato, ele estava [⚠️》está》 manter no presente] certo, pois o estigma associado ao HIV na sociedade brasileira não é um problema exclusivamente atual, uma vez que acontece desde o início da décadade [❌》"década de"] 80. Desse modo, na contemporaneidade, as dificuldades ainda persistem, seja pela desinformação, seja pelo preconceito e a [❌》"pela" ao invés de "a"] discriminação enraizados na sociedade.

Sob essa perspectiva, convém enfatizar que [❌》vírgula] apesar da medicina ter evoluido [❌》"evoluído"》acento] e o conhecimento sobre o HIV ter se expandido, a falta de informação [⚠️》recomendo citar o tipo de informação, para mostrar que apesar do conhecimento ter se expandido, a falta de informação verídica/ concreta/ responsável/ que evite os estigmas da doença ainda não se mostra presente] presente no corpo social ainda continua escassa. Nessa óptica, Segundo [❌》faltou "o"] programa das Nações Unidas [❌》faltou vírgula] Unaids, 46,3% dos sorospotivados [❌》soropositivos] para o HIV ouviram [⚠️》ouvem] comentários negativos no ambiente social. De maneira análogica, a [⚠️》troque por "uma das"》 não seja restritivo] responsável pela manutenção dessa mazela social é a incúria das instituições formais de ensino. Isso porque as escolas estão, por vezes, mais focadas nas notas disciplinares [⚠️》aqui seria interessante citar o ensino bancário, de Paulo Freire] dos alunos do que em promover projetos que poderiam conscientizá-los sobre o HIV e desmistificar os estigmas relacionados a ele e outras doenças.

Outrossim, [💡》adicione》 "é importante ressaltar "] o estigma e a descriminação como mais dois fatores que agravam o impasse. [💡》adicione》"Nesse sentido"] A discriminação e o preconceito relacionado ao HIV é [❌》"são"] muitas vezes baseado [❌》"baseadas"] em atitudes e crenças estigmatizantes sobre comportamento, grupos, gênero, doença e morte.[⁉️》que tipo de comportamento?] Tais ações podem ser institucionalizada [❌》institucionalizadas] por meio de leis, políticas e práticas que focam negativamente nas pessoas vivendo com HIV e grupos marginalizados. [⁉️》quais seriam essas leis negativas? Apresente aqui para reforçar sua análise] Dessa forma, é inaceitável que, em pleno século XXI, ainda haja essa exclusão social contra soropositivos para o HIV.

Fica evidente [💡》adicione um conectivo conclusivo] que a desinformação e a descriminação são decorrentes ao estigma relacionado ao HIV e que, portanto, é necessário mudanças. Para tanto, o Ministério da Saúde juntamente ao Ministério da Educação, devem promover aulas de educação sexual para que com [⚛》repetição] a realização de palestras e projetos com [⚛] pessoas que tenham a doença e [❌》vírgula] [💡》"auxiliado por"] com [⚛] profissionais da saúde, mais pessoas possam se informar sobre o HIV, fazendo com que [❌》vírgula] consequentemente, deixem o estigma e o preconceito de lado. Feito isso, a afirmação do poeta Cazuza deixará de ser uma realidade [❌》vírgula] uma vez que esses fatores ficaram no passado.

—faltou meio e detalhamento. E precisa melhorar sua formação de períodos na conclusão, para não ficar muito longo.
════════════════════

✅ No geral, sua redação ficou muito boa, só precisa melhorar as partes elencadas anteriormente.

👍🏻☺️








════════════════════
1
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
43 Exibições
por Med2023
1 Respostas 
1561 Exibições
por anasilva1
0 Respostas 
110 Exibições
por 2469
0 Respostas 
75 Exibições
por Nathaaly
0 Respostas 
40 Exibições
por rafaelfshd
1 Respostas 
8086 Exibições
por bobtotoso1
0 Respostas 
1824 Exibições
por ritaventura
0 Respostas 
835 Exibições
por anacrochap
1 Respostas 
1809 Exibições
por natalia10
4 Respostas 
209 Exibições
por Lexi

ManoelSan , JoaoPedro72

"Onde está /Meu irmão sem i[…]

Anna1 corrige pra mim ?🙏🏻

Bheatriz , Mylike ManoelSan AmaCris Poderi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM