• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#77611
A obra "O quarto de despejo" de Maria Carolina de Jesus, é um relato pessoal dos efeitos da desigualdade. Não obstante, a autora, representa a voz de milhares de pessoas que mesmo se esforçando diariamente para conseguir o seu sustento e da sua família convivem com situações que ferem o direito assegurado pela Constituição Federal. Isso ocorre pela falta de políticas públicas e acesso a educação de qualidade.
Primariamente, é importante ressaltar à inoperância do estado em cumprir a constituição no que tange os princípios básicos da dignidade da pessoa humana. Nessa perspectiva, a garantia para que todos tenham acesso a saúde, educação, saneamento de qualidade não tem chegado a maioria primordialmente nos países subdesenvolvidos, como é o caso do Brasil. Sob essa ótica, a sociedade democrática foge de um principio que rege o governo, de tratar os iguais na medida da sua igualdade e os desiguais de acordo com a sua desigualdade por isso, não se pode um aluno de escola pública, que na maioria dos casos trabalham para uma complementação de renda, com os estudantes de uma escola particular, que tem o privilégio de dedicar-se somente aos estudos. Desse modo, a falta de direção governamental infringe o que está previsto no Princípio Aristotélico.
Ademais, a maior parte das pessoas em situação de vulnerabilidade social não faz parte do mundo letrado. Visto que, o nosso histórico social em que educação de qualidade se restringe as classes mais altas. Por conseguinte, no Brasil, a pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística destaca que apenas 36% dos alunos de escola pública ao concluir o ensino médio ingressam na universidade, já quando se trata dos estudantes que terminam em escola pagas tem o dobro de chances para conquistar um diploma do ensino superior. Esses dados evidencia as realidades distintas vividas pelos grupos, contexto que não se pode apenas usar como balança o método da meritocracia. Dessa forma, a ineficácia de uma educação pública de qualidade aumenta e perpetua a desigualdade social.
Fica evidente, portanto, que para algumas pessoas é preciso ir muito além do esforço e da dedicação pois é necessário oportunidade. Para que essa realidade seja modificada urge, a atuação do governamental de forma efetiva na criação de políticas públicas que efetivem os direitos garantidos constitucionalmente, paralelamente o Ministério da Educação por meio de programas governamentais mapear os jovens que saíram do ensino médio e não adentraram em uma universidade pública aliado a isso esses dados obtidos seriam repassados as secretarias estaduais que iriam fornecer incentivos de acordo com a necessidade do aluno para que ele consiga está fazendo uma universidade. Assim, a obra de Maria Carolina, serviria apenas como uma memória do passado de desigualdade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 93

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#77708
Xuxu,
Linha 16: ''Esses dados evidenciam'' Cuidado com a concordância!
Achei sua redação muito boa! Não sou prof. nem nada, mas recomendo vc dar uma estudada em pontuação. Senti falta de vírgulas em certos casos como linha 7 ''tem chegado a maioria primordialmente nos países subdesenvolvidos'', acredito q o primordialmente deva ser isolado por vírgulas. Outro caso foi na 1 linha ''Não obstante, a autora, representa '', não se pode separar sujeito do verbo.
Espero ter te ajudado. Tudo de bom! :D
#77721
@isaisaisa,
isaisaisa escreveu:Xuxu,
Linha 16: ''Esses dados evidenciam'' Cuidado com a concordância!
Achei sua redação muito boa! Não sou prof. nem nada, mas recomendo vc dar uma estudada em pontuação. Senti falta de vírgulas em certos casos como linha 7 ''tem chegado a maioria primordialmente nos países subdesenvolvidos'', acredito q o primordialmente deva ser isolado por vírgulas. Outro caso foi na 1 linha ''Não obstante, a autora, representa '', não se pode separar sujeito do verbo.
Espero ter te ajudado. Tudo de bom! :D
Obrigada pela observação, contribuiu muito ! Irei estudar sim.
#77722
@Gi69 @Anna Julia Gomes @Emillysouza @EmillyySilva @geoca @Maisinha @EduardoPedro @eurodrigo @Alexandre584 @Hele020 @Ghernandes12 @sletticia @thaainass


Oiie, pessoal ! Tudo bem com vocês? Coloquei a redação aqui na plataforma e ficarei muito agradecida se vocês puderem olha-la e repassarem um feedback. Fico muito grata. ;) Bons estudos!
#77733
Na introdução, o nome da autora da obra deve estar entre vírgulas.
Depois de "a autora" não precisa de vírgula.
Acesso a educação precisa de crase.
No desenvolvimento, ressaltar à inoperância não precisa de crase.
Tange sempre deve ser usado com preposição (tange aos princípios básicos).
Acesso a saúde precisa de crase.
Não tem chegado a maioria precisa de crase.
Primordialmente deve ser colocado entre vírgulas.
"de tratar os iguais na medida da sua igualdade e os desiguais de acordo com a sua desigualdade" falta coesão, o termo no sentido "igual" é usado 4 vezes nesse trecho, busque variar.
Você citou o princípio Aristótelico do nada?
"já quando se trata dos estudantes que terminam em escola pagas tem o dobro de chances para conquistar um diploma do ensino superior." Deve ser usado "têm", pois estudantes está no plural.
No começo da conclusão precisa de vírgula antes do "pois" e de "urge".
A proposta de intervenção ficou bem confusa, faltaram muitas vírgulas.
No geral, peca muito na competência 1. Como ponto positivo, boa argumentação e ótimo fechamento por retomada.

A Constituição Federal de 1988, asse[…]

A luta em meio á reciclagem

No Brasil, é bem comum ver por aí ca[…]

A constituição Federal de 1988 (CFI8[…]

Outubro Rosa A prevenção ao c&ac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM