Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#46614
De acordo com a Constituição de 1988, caberá ao Estado garantir o exercício dos direitos culturais e o acesso a cultura a todos cidadãos. Entretanto, a democratização do acesso à cultura não ocorre de maneira efetiva, conforme a pesquisa Cultura nas Capitais, de JLeiva Cultura e Esporte, a classe alta esta presente em 67% em eventos culturais, esse entrave tem relação com poder de compra da classe baixa em eventos culturais e a representatividade étnico-cultural.
Primeiramente, a parcela pobre da população não tem o direito ao acesso de eventos culturais, por diversos fatores como a baixa renda, localidade e preconceitos. Além disso, a extinção da meia-entrada pode ser positiva, de acordo com a ANCINE, em 2019 cerca de 80% dos ingressos eram meias-entradas, porém, a politica não atinge de fato a classe baixa sendo mais benéfica para classe alta já que frequentam a escola por mais tempo, planos de saúde que ampliam a expectativa de vida, por isso a necessidade de uma nova politica social que colabore para ampliação de acesso a população de baixa renda.
Outro aspecto importante a se destacar é a representatividade étnico-cultural no Brasil, segundo Ana Célia, doutora em Educação pela UFBA, a representatividade social do negro nos livros didáticos, além de raras, são estereótipos e discriminam ao invés de valorizar a importância histórica e social, por exemplo, os quilombos e luta de liberdade dos negros e a participação na identidade brasileira como a religião do candomblé e a dança capoeira. Também, a disseminação de concepções preconceituosas para crianças será prejudicial para o desenvolvimento na sociedade, acreditando ser esta uma realidade e não uma representação distorcida.
Portanto, é evidente que a democratização do acesso à cultura é uma adversidade e seja necessária uma mudança de cenário. Sendo assim o Ministério da Cultura deverá implantar uma lei de acesso a eventos culturais que seja mais especifica para população de baixa renda, assim permitindo a democratização e a disseminação cultural e em colaboração com Ministério da Educação deveram realizar uma revisão educacional nos livros que terá como objetivo a representatividade étnico-cultural das nossas origens, essas medidas proporcionaram o acesso mais justo a eventos culturais e a valorização étnico-cultural brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Podemos ver no filme "Muito além do Pe[…]

Em uma reportagem do Jornal Nacional, foi afirmado[…]

Trabalho infantil

Há muito tempo o trabalho infantil é[…]

Educação

No que concerne à educação na[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM