• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#64624
Na série canadense "Anne With An E" situada no ano de 1908, a personagem Josie é prometida a Billy, por interesse de seus pais, Josie é vítima de assédio quando mesmo gostando de Billy, ele a beija à força, a jovem se defende e foge, insatisfeito, o personagem divulga para todos que ele dispôs de relação sexual com a garota, denegrindo sua imagem. Fora da ficção, é fato que o ocorrido apresentado na série pode ser relacionado àquele do século XXI: a cultura do assédio contra mulheres no Brasil. Com isso, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da ideia de supremacia masculina e como consequência, afeta a saúde mental da população feminina.

Em primeiro lugar, é preciso destacar que a cultura do assédio contra mulheres no Brasil possui como agravante, enraizado na sociedade, a ideia de supremacia masculina. Segundo Marquês de Maricá, filósofo brasileiro: a má educação consiste principalmente nos maus exemplos. Por analogia, homens são ensinados desde cedo que são superiores e isso ocorre quando existe intervenção dos pais ou responsável nas atitudes erradas dos filhos e ainda mais quando há relação de supremacia masculina e submissão feminina na família. Logo, é indubitável que a criança posteriormente irá reproduzir o que observa, sendo esse o caso, a criança se tornará um jovem de comportamento machista, patriarcal e misógino.

Consequentemente, o assédio sexual afeta a saúde mental feminina, causando depressão, medo, ansiedade, adoecimento, crises de pânico e até a morte, segundo o site Âmbito Jurídico. Além disso, a cultura musical influencia na prática do assédio, na música "Puxa, Agarra e Beija" - Turma do Pagode, a música incentiva a insistência, onde após ser negado por uma mulher, a ação deve ser "puxar, agarrar e beijar" contra a vontade da vítima. Apesar de o Movimento Feminista, que surgiu no século XIX, ter garantido maior autonomia feminina e assegurado vários direitos, os casos de assédio causam cada vez mais medo e privação para as mulheres brasileiras.

Portanto, faz-se mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para a cultura de assédio contra mulheres no Brasil possui, urge que o Governo Federal destine verbas para o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos para que o mesmo aja, criando o projeto "Chega de Psiu-Psiu", introduzindo de forma obrigatória nas escolas palestras voltadas para o ensino sobre assédio sexual, sendo essas palestras ministradas por professores, advogados e psicólogos. Somente assim, será possível garantir a liberdade feminina e evitar que homens ajam como o Billy.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 172

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 176

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 168

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 172

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#64769
Boa tarde. Vou colocar aqui os pontos q eu acho q vc pode melhorar. Não sou uma expert do assunto, então talvez eu erre.

Na série canadense "Anne With An E" situada no ano de 1908, a personagem Josie é prometida a Billy, por interesse de seus pais, Josie é vítima de assédio quando mesmo gostando de Billy, ele a beija à força, a jovem se defende e foge, insatisfeito, o personagem divulga para todos que ele dispôs acho que ficaria mais adequado usar teve de relação sexual com a garota, denegrindo sua imagem. Fora da ficção, é fato que o ocorrido apresentado na série pode ser relacionado àquele do século XXI: a cultura do assédio contra mulheres no Brasil. Com isso, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da ideia de supremacia masculina e como consequência, afeta a saúde mental da população feminina. Sua introdução está ótima.

Em primeiro lugar, é preciso destacar que a cultura do assédio contra mulheres no Brasil possui como agravante, enraizado na sociedade, a ideia de supremacia masculina. Segundo Marquês de Maricá, filósofo brasileiro: a má educação consiste principalmente nos maus exemplos. Por analogia, homens são ensinados desde cedo que são superiores e isso ocorre quando existe intervenção dos pais ou responsável nas atitudes erradas dos filhos e ainda mais quando há relação de supremacia masculina e submissão feminina na família. Logo, é indubitável que a criança posteriormente irá reproduzir o que observa, sendo esse o caso, a criança se tornará um jovem de comportamento machista, patriarcal e misógino. Esse parágrafo está ótimo

Consequentemente, o assédio sexual afeta a saúde mental feminina, causando depressão, medo, ansiedade, adoecimento, crises de pânico e até a morte, segundo o site Âmbito Jurídico (sugiro que você acrescente algum dado ou estatística sobre a sua informação). Além disso, a cultura musical influencia na prática do assédio,por exemplo na música "Puxa, Agarra e Beija" - Turma do Pagode, a música incentiva a insistência, onde após ser negado por uma mulher, a ação deve ser "puxar, agarrar e beijar" contra a vontade da vítima. Apesar de o Movimento Feminista, que surgiu no século XIX, ter garantido maior autonomia feminina e assegurado vários direitos, os casos de assédio causam cada vez mais medo e privação para as mulheres brasileiras. A parte sublinhada significa que vc repetiu os termo "música", use elementos de coesão para evitar que isso aconteça. No trecho em azul , na minha opinião, vc deveria usar uma outra expressão semelhante para que seu texto "flua" melhor.

Portanto, faz-se mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para a cultura de assédio contra mulheres no Brasil possui, urge que o Governo Federal destine verbas para o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos para que o mesmo aja, criando o projeto "Chega de Psiu-Psiu", introduzindo de forma obrigatória nas escolas palestras voltadas para o ensino sobre assédio sexual, sendo essas palestras ministradas por professores, advogados e psicólogos. Somente assim, será possível garantir a liberdade feminina e evitar que homens ajam como o Billy. Sua conclusão está ótima.

Espero ter ajudado. Não desista nem desanime, fazer redação é difícil, mas com o tempo e a prática fica mais fácil.
#64840
GabiNatali escreveu:Boa tarde. Vou colocar aqui os pontos q eu acho q vc pode melhorar. Não sou uma expert do assunto, então talvez eu erre.

Na série canadense "Anne With An E" situada no ano de 1908, a personagem Josie é prometida a Billy, por interesse de seus pais, Josie é vítima de assédio quando mesmo gostando de Billy, ele a beija à força, a jovem se defende e foge, insatisfeito, o personagem divulga para todos que ele dispôs acho que ficaria mais adequado usar teve de relação sexual com a garota, denegrindo sua imagem. Fora da ficção, é fato que o ocorrido apresentado na série pode ser relacionado àquele do século XXI: a cultura do assédio contra mulheres no Brasil. Com isso, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da ideia de supremacia masculina e como consequência, afeta a saúde mental da população feminina. Sua introdução está ótima.

Em primeiro lugar, é preciso destacar que a cultura do assédio contra mulheres no Brasil possui como agravante, enraizado na sociedade, a ideia de supremacia masculina. Segundo Marquês de Maricá, filósofo brasileiro: a má educação consiste principalmente nos maus exemplos. Por analogia, homens são ensinados desde cedo que são superiores e isso ocorre quando existe intervenção dos pais ou responsável nas atitudes erradas dos filhos e ainda mais quando há relação de supremacia masculina e submissão feminina na família. Logo, é indubitável que a criança posteriormente irá reproduzir o que observa, sendo esse o caso, a criança se tornará um jovem de comportamento machista, patriarcal e misógino. Esse parágrafo está ótimo

Consequentemente, o assédio sexual afeta a saúde mental feminina, causando depressão, medo, ansiedade, adoecimento, crises de pânico e até a morte, segundo o site Âmbito Jurídico (sugiro que você acrescente algum dado ou estatística sobre a sua informação). Além disso, a cultura musical influencia na prática do assédio,por exemplo na música "Puxa, Agarra e Beija" - Turma do Pagode, a música incentiva a insistência, onde após ser negado por uma mulher, a ação deve ser "puxar, agarrar e beijar" contra a vontade da vítima. Apesar de o Movimento Feminista, que surgiu no século XIX, ter garantido maior autonomia feminina e assegurado vários direitos, os casos de assédio causam cada vez mais medo e privação para as mulheres brasileiras. A parte sublinhada significa que vc repetiu os termo "música", use elementos de coesão para evitar que isso aconteça. No trecho em azul , na minha opinião, vc deveria usar uma outra expressão semelhante para que seu texto "flua" melhor.

Portanto, faz-se mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para a cultura de assédio contra mulheres no Brasil possui, urge que o Governo Federal destine verbas para o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos para que o mesmo aja, criando o projeto "Chega de Psiu-Psiu", introduzindo de forma obrigatória nas escolas palestras voltadas para o ensino sobre assédio sexual, sendo essas palestras ministradas por professores, advogados e psicólogos. Somente assim, será possível garantir a liberdade feminina e evitar que homens ajam como o Billy. Sua conclusão está ótima.

Espero ter ajudado. Não desista nem desanime, fazer redação é difícil, mas com o tempo e a prática fica mais fácil.
Muito obrigada! 😍😍
#64913
Correção de redação - ENEM
@GabyyOliver - A CULTURA DO ASSÉDIO SEXUAL CONTRA MULHERES NO BRASIL

A1, A2 e retomadas (tese)
Elementos temáticos
Ótimo! Muito bem!
Poderia ser melhor
Erro (desvio)
Adicionar
Confuso (não está claro)
Repetição
Desnecessário
Conectivos e operadores argumentativos
Repertório e/ou material sociocultural
Elementos da proposta

Na série canadense "Anne With An E", situada no ano de 1908, a personagem Josie é prometida a Billy, por interesse de seus pais, Josie ésendo, assim, vítima de assédio quando mesmo gostando de Billy, (retirar) ele a beija à força e, devido ao seu repúdio, divulga para todos que dispôs de relação sexual com ela. a jovem se defende e foge, insatisfeito, o personagem divulga para todos que ele dispôs de relação sexual com a garota, sua imagem < substituir]. Fora da ficção, é fato que o ocorrido apresentado na série pode ser relacionado àquele do século XXI: a cultura do assédio contra mulheres no Brasil (A cultura do assédio não é um ocorrido, mas sim uma problema social. Reveja a sua construção). Com isso, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da ideia de supremacia masculina (A1 antecipado *causa) eque, como consequência, afeta a saúde mental da população feminina (A2 antecipado *consequência).
➜ Essa introdução é interessante, mas há muito o que melhorar. A priori, atente-se à necessidade de construir uma tese mais clara e específica, afinal, é com base nela que você vai projetar os seus argumentos posteriores. Além disso, leia atentamente os comentários colocados no espelho. :!:

[Substitua por "Sob essa perspectiva"; "Diante desse cenário";...] Em primeiro lugar, [retomada do A1 > é preciso destacar que a cultura do assédio contra mulheres no Brasil possui como agravante, enraizado na sociedade, a ideia de supremacia masculina. (ausência de conectivo) Segundo Marquês de Maricá, filósofo brasileiro: "a má educação consiste principalmente nos maus exemplos". Por analogia, os homens são ensinados desde cedo que são superiores, e isso ocorre quando existe intervenção dos pais ou responsávelis nas atitudes erradas dos filhos e ainda mais quandorelação de supremacia masculina e submissão femininaesse tipo de relação na família. Logo, é indubitável (Não é indubitável... note que isso é uma possibilidade, apenas) que a criança posteriormente irá reproduzir o que observa, sendo esse o caso, a criançatornando-se um jovem de comportamento machista, patriarcal e misógino.
➜ Desenvolvimento legal! Há uma boa retomada, um bom repertório e argumentos interessantes (mas rasos em alguns pontos). Porém, atente-se à formulação do parágrafo, ou seja, à construção da estrutura. :!:

Consequentemente, [retomada do A2 > o assédio sexual afeta a saúde mental feminina, causando depressão, medo, ansiedade, adoecimento, crises de pânico e até a morte, segundo o site Âmbito Jurídico. Além disso, a cultura musical influencia na prática do assédio,. Assim, [/color] na música "Puxa, Agarra e Beija" - produzida pela Turma do Pagode -, a música incentivahá evidências de incentivo à insistência, onde após ser negado por uma mulher, a ação deve ser "puxar, agarrar e beijar" contra a vontade da vítima. (ausência de conectivos) Apesar de o Movimento Feminista, que surgiu no século XIX, ter garantido maior autonomia feminina e assegurado vários direitos, os casos de assédio causam cada vez mais medo e privação para as mulheres brasileiras.
➜ Muito repertório e pouco argumento! Você trouxe 3 materiais externos, porém esqueceu de produzi-los, de fato. Atente-se a isso, bem como à construção do seu parágrafo.

Portanto, faz-se mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para a cultura de assédio contra mulheres no Brasil possui (Como assim?), urge que o Governo Federal (AGENTE) destine verbas (AÇÃO) para o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (AGENTE 2) para que o mesmo aja, criandoele crie (AÇÃO 2) o projeto "Chega de Psiu-Psiu" (Legal!), introduzindo, de forma obrigatória nas escolas, palestras voltadas para ao ensino sobre assédio sexual, sendo essas palestras ministradas por professores, advogados e psicólogos (MEIO DA AÇÃO 2). Somente assim, será possível garantir a liberdade feminina e evitar que homens ajam como o Billy.
➜ Você introduziu uma proposta dentro de outra, o que ofuscou alguns elementos obrigatórios. Nesse caso, há 3 evidentes: agente, ação e meio. Atente-se à necessidade de construir uma intervenção mais fluida, clara e completa.

Nota :!:
C1 (160)
C2 (160)
C3 (160)
C4 (160)
C5 (120)

Material de estudo recomendado :idea:


Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Segundo o filósofo e matemático fra[…]

zgabiruLGD , Disponha!

Oiii alguém poderia corrigir minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM