• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por LiviaTina
#66009
Os casos de assédio no Brasil estão sendo cada vez mais vivido e visto, não somente pelas mulheres do Brasil, mas, pleas pessoas de fora. O assédio tem se tornado um ato tão"normalizado" pelos homens e muitas vezes tão "aceitado" pelas mulheres que agora já pode ser considerado parte da cultura. E com esse "aceitado" é necessário entender que isso acontece por causa que muitas mulheres passam pelo assédio e ficam caladas.
O assédio no Brasil é ma maioria das vezes registrados no trabalho, em uma consulta médica, no uber e até mesmo no meio da rua. O assédio pode parecer muitas vezes um elogio, uma piadinha ou uma simples paquera, mas, assobios, olhares invasivos e gestos que ensinuam atos sexuais, que fazem a outra pessoa se sentir desconfortável é considerado assédio.
Atualmente pesquisas mostram que metade das mulheres que atuam no mercado de trabalho sofrem ou já sofreram assédio o índice antes da pandemia era muito alto, com a chegada da pandemia o índice cresceu muito no ambiente online.
Além disso o assédio pode trazer consequências tanto psicológicas quanto físicas. A ansiedade por exemplo pode ser adquirida não somente por causa do assédio verbal e sexual, mas, também porque a maioria das mulheres temerem o fato de terem medo de sair sozinhas a noite, de pegarem um uber sozinhas, de usarm suas roupas a vontade por medi de comentários nojentos. Uma crise de pânico ao serem tocadas por pessoas que confiavam.
Tendo em vista o assédio como um dos problemas mais sofridos por mulheres ao redor do mundo a solução mais fácil seria, ensinar uma mulher a se vestir, a sentar corretamente ou até mesmo a andar, mas, porque ensinar a vítima e não o homem a controlar seus impulsos? Simples. Porque é mais fácil.
Portanto é necessário entender que, quando uma mulher se sente desconfortável com um comentário e você continua a fazê-los é assédio. Quando uma mulher se sente obrigada e coagida a ter relações com você é assédio. Quando uma mulher diz "NÃO" e mesmo assim você continua a insistir é assédio. E assédio é crime! Denuncie se você sofre ou já sofreu e nunca teve coragem para denunciar. Você tem direitos humanos, você tem uma voz que precisa ser ouvida. Diga não ao assédio.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM