Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#39244
No século XVIII, na Inglaterra, houve a Primeira Revolução Industrial, a qual transformou drasticamente o modo de produção, e logo, o de consumo. Ao decorrer das inovações, o capitalismo e seus mecanismos, investiu na sintetização de uma cultura consumista, principalmente no meio dos jovens. Diante disto, derivaram problemáticas sociais e econômicas na juventude brasileira, entre elas: o alto índice de endividamento, e por outro espectro, a formação de padrões sociais e estéticos.
Em primeira análise, é necessário observar uma das estruturas do capitalismo segundo o sociólogo Karl Marx: o Fetichismo da Mercadoria, no qual, os produtos adotam caráter "divino", de desejo comum a todos. Tal dispositivo, voltou-se para a juventude, influenciando-os a compra e consequentemente ao endividamento. Segundo a Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), 37% dos jovens até os 21 anos, estão inadimplentes, evidenciando o consumo culturalmente intenso da mocidade brasileira.
Outrossim, é circundante aos estudo do sociólogo Émile Durkheim, no qual disserta sobre como a institucionalização dos Fatos Sociais que impõem sobre o indivíduo padrões, obriga um determinado consumo pela influência exterior, coercitiva e geral. Logo, aqueles que não consomem tais parâmetros, por razões financeiras, estéticas ou próprias, sofrerá estigmas sociais.
Portanto, é necessário estimular um consumo mais saudável entre os jovens brasileiro. Logo, é dever do Ministério da Educação, incluir na educação básica, o ensino de gestão financeira, assim, as próximas gerações estarão mais conscientes sobre seus gastos. Em outro espectro, cabe aos governos estaduais produzirem campanhas publicitárias e rodas de conversas nas escolas sobre consumismo, inclusão, reutilização e ressignificação do uso sem padrões, e assim, todos desfrutarão conscientemente, livres de estigmas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#39245
Bom, eu sou uma mera jovem de 18 anos que possui os conhecimentos adquiridos ao longo da vida escolar e pelo que aprendi no que tange "redação para o enem" o seu texto é dotado de uma estrutura muito boa e os argumentos são coesos e bem dispostos ao longo do texto. Aos meus olhos é digno da nota máxima de acordo com os requisitos exigidos de uma redação 1000. Parabéns!
#39720
Sua argumentação e seu repertório estão excelentes! A conexão entre as partes do texto é adequada, e não há repetições desnecessárias. Apenas falta prestar mais atenção nas competências 1 e 5, que dizem respeito, respectivamente, à norma-padrão da língua portuguesa e à proposta de intervenção completa, com agente, ação, modo, finalidade e detalhamento, pois eu não encontrei a maneira de realizar a ação na sua proposta de intervenção, e o texto possui muitos erros de concordância e de uso da vírgula.

Boa noite, eu não me sinto confortáv[…]

A essência dos direitos humanos é ter[…]

tabagismo

"Cigarros são a formas mais perfeita d[…]

Comentei duas vezes sem querer, deu um bug no app […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM