Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Por Wesley1699
#46522
Tendo em vista a cultura de assédio no Brasil, pode-se destacar que, nossa sociedade - além de ser conivente com o agressor - não apenas o defende, como criminaliza a vítima. constituída por machismo e patriarcalismo, essa enfermidade social constantemente fere o direito de igualdade e liberdade feminina.
No Caso Mariana Ferrer, vemos na prática a sociedade machista em ação, onde a verdade fora manipulada, o agressor inocentado e a vítima culpada. Durante um julgamento em live, a jovem é tratada de forma truculenta pelo advogado defensor do acusado, segundo o site G1, o suposto “representante da lei” apresenta fotos desconexas ao caso e à desqualifica perante os juízes, que por sua vez nem chamam a atenção do acusador, muito menos defendem a réu.
Essa triste situação, apenas reflete a injustiça de gênero intrínseca em nossa sociedade, onde o dinheiro e a sexualidade determinam a hierarquia jurídica e econômica de nosso país. Além do trauma sofrido pela jovem, a lei realiza um ato de incompetência jurídica, determinando que não houve intenção de estupro, abrindo assim, precedente para mais crimes dessa natureza.
Desta forma podemos concluir que, Não apenas a lei deve ser aplicada de forma coerente pelo Conselho Nacional de Justiça, responsáveis por avaliar e julgar esses casos, como também devemos individualmente estimular em nossos filhos o ideal de igualdade e respeito mútuo, colaborando assim na construção de um futuro mais justo e livre para todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Mendx
#46548
Tendo em vista a cultura de assédio no Brasil, pode-se destacar que, nossa (evite a expressão: nossa) sociedade - além de ser conivente com o agressor - não apenas o defende, como criminaliza a vítima. (Faltou conectivo aqui) constituída por machismo e patriarcalismo, essa enfermidade social constantemente fere o direito de igualdade e liberdade feminina.
Na introdução vejo seu tema e sua tese, faltou a contextualização

(Faltou conectivo de desenvolvimento) No Caso Mariana Ferrer, vemos (não use a 1° pessoa, nem mesmo do plural) vê-se que, na prática a sociedade machista em ação,(em ação? Não entendi) onde a verdade fora manipulada, o agressor é inocentado e a vítima culpada. (Tópico frasal) (Faltou conectivo) Durante um julgamento em live, a jovem é tratada de forma truculenta pelo advogado defensor do acusado, segundo o site G1, o suposto “representante da lei” apresenta fotos desconexas ao caso e à desqualifica perante os juízes, que por sua vez nem (não use marcas de oralidade na redação) não chamam a atenção do acusador, muito menos defendem a réu . (Faltou arrematar)
Aqui você apresentou um repertório e, no primeiro momento, o desenvolveu. Mas depois você continuou falando do caso e terminou na situação em que a ré é ofendida e que os juízes presentes não a defendem, mas até aí você apenas contou o caso e não desenvolveu. Porém, o mais importante de tudo é que você não argumentou. Não esqueça que o principal é a argumentação.

(Faltou conectivo de desenvolvimento) Essa triste (evite esse tipo de expressão) situação, apenas reflete a injustiça de gênero intrínseca em nossa na sociedade brasileira, onde o dinheiro e a sexualidade determinam a hierarquia jurídica e econômica do nosso país. (Acredito que aqui seja sua ideia central) Além do trauma sofrido pela jovem, a lei realiza um ato de incompetência jurídica, determinando que não houve intenção de estupro, abrindo assim, precedente para mais crimes dessa natureza. Faltou arrematar, e poderia ter argumentado com mais consistência. O foco é convencer seu leitor.

Desta forma (Faltou a vírgula aqui) podemos (não use a primeira pessoa) pode-se concluir que, não apenas a lei deve ser aplicada de forma coerente (ação) pelo Conselho Nacional de Justiça (agente), responsáveis por avaliar e julgar esses casos, (detalhamento do agente) como também devemos individualmente estimular em nossos filhos o ideal de igualdade e respeito mútuo (ação 2), colaborando assim na construção de um futuro mais justo e livre para todos. (Efeito)
Sua conclusão está incompleta! Faltou arrematar a tese aqui, e os elementos de intervenção são agente, ação, meio, finalidade, detalhamento. Você propôs duas ações, e ambas estão incompletas.

Estude bastante sobre a estrutura da redação, elementos coesivos, argumentação e elaboração da proposta de intervenção.
Parabéns pelo seu texto! Continue praticando!😘

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

Como todos nós sabemos o covid-19 vem se al[…]

A constituição de 1988, documento ju[…]

Gente eu não fiz com o tema do Enem 2021 pq[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM