Página 1 de 1

A crise na Venezuela e o governo Maduro

Enviado: 04 Dez 2020 11:46
por Kades
Um dos desafios da atualidade está relacionado com os problemas encontrados pela população da Venezuela devido à Crise Humanitária e Crise Política no país. Nota-se que pessoas estão com dificuldades para sobreviver e decidem fugir para outras partes da América Latina na tentativa de encontrar uma solução para os problemas. Dessa maneira, políticas públicas são necessárias para a garantia dos direitos inerentes à pessoa humana.
Em primeiro lugar, vale ressaltar que a crise na Venezuela dificulta a inclusão social, econômica e humanitária no país. Segundo o artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”. Acerca disso, cabe mencionar que na Venezuela as pessoas estão com dificuldades de exercer os direitos previstos na referida declaração, itens básicos para a sobrevivência como comida, água, medicamentos têm seus preços elevados por conta da inflação que está acima de 1.000.000%, além da falta de eletricidade que não é fornecida regularmente.
Por conseguinte, é mister destacar que a crise na Venezuela arrasta-se desde os últimos anos do governo Hugo Chavez. É fato que após a morte de Chavez em 2013, iniciou o governo do presidente de Nicolas Maduro. Segundo pesquisa divulgada pelo instituto Verbárometro, 67%dos venezuelanos desejam a saída de Maduro da presidência. O atual governo é alvo de inúmeras polêmicas por conta de suspeita de fraudes nas eleições, corrupção, denúncias de prisões arbitrárias, ameaças, torturas e até mesmo execução de opositores do regime. Além disso, o governo do presidente Nicolas Maduro recusou ajuda humanitária de outros países, fechando fronteiras e proibindo a ajuda para a população.
Portanto, entende-se que, medidas tendem a serem tomadas para combater esta questão. Logo, cabe ao Grupo de Lima, que reúne 14 países para discutir a crise na Venezuela, abordar a crítica situação no país e explorar formas de contribuir para a restauração da democracia no país. Tal ação deve visar o repúdio a violência e a permissão da entrada e distribuição de suprimentos para o povo venezuelano, além de desenvolver sanções econômicas no país a fim de restaurar a economia e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Dessa forma, os direitos básicos inerentes à vida e à igualdade poderão ser cumpridos.

Re: A crise na Venezuela e o governo Maduro

Enviado: 04 Dez 2020 15:37
por jheromagnoli
Um dos desafios da atualidade está relacionado com os problemas encontrados pela população da Venezuela devido à crise humanitária e a crise política no país. Nota-se que pessoas estão com dificuldades para sobreviver e decidem fugir para outras partes da América Latina na tentativa de encontrar uma solução para os problemas. Dessa maneira, políticas públicas são necessárias para a garantia dos direitos inerentes à pessoa humana.
* Introdução padrão

Em primeiro lugar, vale ressaltar que a crise na Venezuela dificulta a inclusão social, econômica e humanitária no país. Segundo o artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos, [vírgula ou dois pontos] “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”. Acerca disso, cabe mencionar que na Venezuela as pessoas estão com dificuldades de exercer os direitos previstos na referida declaração, itens básicos para a sobrevivência como comida, água, medicamentos têm seus preços elevados por conta da inflação que está acima de 1.000.000%, além da falta de eletricidade que não é fornecida regularmente. [faltou arrematar a tese aqui]
* Falta argumentar mais, demonstrar seu ponto de vista. Apresenta repertório, mas não argumenta muito.

Por conseguinte, é mister destacar que a crise na Venezuela arrasta-se [se arrasta] desde os últimos anos do governo Hugo Chavez. É fato que após a morte de Chavez, [vírgula] em 2013, iniciou o governo do presidente de Nicolas Maduro < poderia se expressar melhor aqui, ficou desnecessário]. Segundo pesquisa divulgada pelo instituto Verbárometro, 67% dos venezuelanos desejam a saída de Maduro da presidência. [conectivo] O atual governo é alvo de inúmeras polêmicas por conta de suspeita de fraudes nas eleições, corrupção, denúncias de prisões arbitrárias, ameaças, torturas e até mesmo execução de opositores do regime. Além disso, o governo do presidente Nicolas Maduro recusou ajuda humanitária de outros países, fechando [evite gerúndio] fronteiras e proibindo a ajuda para a população. [faltou arrematação aqui]
* Mesma coisa do § anterior, está focando em trazer dados e citações, mas não apresenta sua argumentação

Portanto, entende-se que, [sem vírgula] medidas tendem a serem [precisam ser] tomadas para combater esta questão. Logo, cabe ao Grupo de Lima, que reúne 14 países para discutir a crise na Venezuela, abordar a crítica situação no país e explorar formas de contribuir para a restauração da democracia no país. Tal ação deve visar o repúdio a violência e a permissão da entrada e distribuição de suprimentos para o povo venezuelano, além de desenvolver sanções econômicas no país a fim de restaurar a economia e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Dessa forma, os direitos básicos inerentes à vida e à igualdade poderão ser cumpridos.
* Boa conclusão

Espero ter ajudado! ;)

Re: A crise na Venezuela e o governo Maduro

Enviado: 04 Dez 2020 17:11
por Kades
Obrigado pela ajuda! :D :D