Avatar do usuário
Por lais458
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#129735
O artigo 144 da Constituição Federal do Brasil trata da segurança pública, sendo um dos pilares fundamentais para a garantia da ordem e proteção dos direitos dos cidadãos. No entanto, a realidade brasileira não corresponde plenamente ao que estabelece o artigo, evidenciando a crise no aparato de segurança pública do país. Nesse contexto, é crucial examinar as causas subjacentes dessa situação: o baixo investimento no setor e a corrupção policial.

Inicialmente, é válido ressaltar que a falta de investimentos do governo é uma das principais causas da escassez no quadro de segurança pública. Nesse sentido, o filósofo Norberto Bobbio, em sua obra "Dicionário de Política", denuncia as instituições governamentais, apesar de serem responsáveis pela garantia de direitos, são incapazes de suprir as demandas da sociedade. Além da questão financeira, Bobbio destaca a importância da eficiência e da transparência na gestão dos recursos públicos, pois a má administração pode agravar ainda mais a falta de recursos. Diante desse cenário, a realidade contemporânea do Brasil se enquadra nessa crítica, visto que o governo brasileiro é frequentemente criticado por inviabilizar a valorização do sistema de segurança, deixando a comunidade vulnerável e impedida de melhorar suas condições de vida. Por conseguinte, enquanto a omissão estatal persistir, o Brasil continuará convivendo com uma das piores mazelas, recorrendo a formas alternativas de proteção privada.

Além disso, é crucial destacar a corrupção policial é um dos principais fatores que agravam a crise da segurança pública. Sob esse viés, o filme "Tropa de Elite 2" ilustra incisivamente a desonestidade dentro das instituições policiais, onde alguns agentes colaboram com o crime organizado em troca de dinheiro. Visto isso, essa realidade retratada no filme está muito próxima da vivida na sociedade atual, evidenciando as falhas nos mecanismos de controle e supervisão no qual permitem a disseminação da corrupção. Dessa maneira, pressões políticas, sociais e econômicas podem levar os oficiais a se envolverem em atividades corruptas para atender a interesses específicos. Diante a isso, essas ações têm diversas consequências negativas, como o fortalecimento das atividades criminosas e o enfraquecimento dos esforços de aplicação da lei. Como resultado, a comunidade brasileira continua a sofrer, sem a segurança que merece.

Portanto, evidencia-se a necessidade de implementar medidas para melhorar a segurança pública da nação. Dessa forma, o Ministério da Justiça, juntamente com a Câmara Federal, deve realizar uma ampliação orçamentária emergencial do setor, visando garantir os direitos determinados e facilitar, por exemplo, a ressocialização de indivíduos presos. Ademais, os mesmos órgãos devem reformular os artigos penais para a fiscalização dos agentes seja mais rigorosa e eficiente, eliminando vulnerabilidades e garantindo paz na sociedade. Somente assim, o Brasil se aproximará do cumprimento do artigo 144 previsto na Carta Magna.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido.
Avatar do usuário
Por Marlonnluis
Quantidade de postagens Amigos
#129739
;) Excelente, continue praticando 😉😉💕
1
Avatar do usuário
Por Zenebra
Quantidade de postagens Amigos
#129744
- Palavras e artigos se repetiram mais de 3 vezes.
- Faltou a retomada dos dois argumentos defendidos na tese.

Sua redação ficou incrível, parabéns.
Por favor, quando fizer próximas redações, me mencione, eu quero continuar te ajudando nisso.
:D
2
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador
#130044
Oi, @lais458.

O artigo 144 da Constituição Federal do Brasil trata da segurança pública, sendo ela (acredito que a intenção seja retomar "segurança", e não "artigo") um dos pilares fundamentais para a garantia da ordem e a proteção dos direitos dos cidadãos. No entanto, a realidade brasileira não corresponde plenamente ao que estabelece o artigo (o que, exatamente, é estabelecido no artigo?), evidenciando a crise no aparato de segurança pública do país. Nesse contexto, é crucial examinar as causas subjacentes dessa situação: o baixo investimento no setor e a corrupção policial.
Inicialmente, é válido ressaltar que a falta de investimentos do governo é uma das principais causas da escassez no quadro de segurança pública. Nesse sentido, o filósofo Norberto Bobbio, em sua obra "Dicionário de Política", denuncia que (falta de elemento sintático) as instituições governamentais, apesar de serem responsáveis pela garantia de direitos, são incapazes de suprir as demandas da sociedade. Além da questão financeira, Bobbio destaca a importância da eficiência e da transparência na gestão dos recursos públicos, pois a má administração pode agravar ainda mais a falta de recursos. Diante desse cenário, a A (não há relação de conclusão) realidade contemporânea do Brasil se enquadra nessa crítica, visto que o governo brasileiro é frequentemente criticado por inviabilizar a valorização do sistema de segurança (o argumento precisa ser muito mais desdobrado; de que forma ocorre essa inviabilização?), deixando a comunidade vulnerável e impedida de melhorar suas condições de vida. Por conseguinte, enquanto a omissão estatal persistir, o Brasil continuará convivendo com uma das piores mazelas, recorrendo a formas alternativas de proteção privada (a menção à proteção privada gera uma lacuna argumentativa; evite introduzir informações novas no fechamento do parágrafo).
Além disso, é crucial destacar que (falta de elemento sintático) a corrupção policial é um dos principais fatores que agravam a crise da segurança pública. Sob esse viés, o filme "Tropa de Elite 2" ilustra incisivamente a desonestidade dentro das instituições policiais, onde alguns agentes colaboram com o crime organizado em troca de dinheiro. Visto isso, essa Essa (não há relação de conclusão) realidade retratada no filme está muito próxima da vivida na sociedade atual, evidenciando as falhas nos mecanismos de controle e supervisão no qual as quais (inadequação coesiva; recomendo fortemente o estudo dos pronomes relativos) permitem a disseminação da corrupção. Dessa maneira, pressões políticas, sociais e econômicas (o que são "pressões políticas, sociais e econômicas"?) podem levar os oficiais a se envolverem em atividades corruptas para atender a interesses específicos (que interesses?). Diante a isso disso, essas ações têm diversas consequências negativas, como o fortalecimento das atividades criminosas e o enfraquecimento dos esforços de aplicação da lei. Como resultado, a comunidade brasileira continua a sofrer, sem a segurança que merece.
Portanto, evidencia-se a necessidade de implementar medidas para melhorar a segurança pública da nação. Dessa forma, o O (não é necessário - nem aconselhável - concluir novamente) Ministério da Justiça, juntamente com a Câmara Federal (isso não é um meio aceito pelo ENEM), deve realizar uma ampliação orçamentária emergencial do setor, visando garantir os direitos determinados (o que são "direitos determinados"?) e facilitar, por exemplo, a ressocialização de indivíduos presos (essa questão não foi abordada anteriormente; sua proposta deve resolver os problemas discutidos no desenvolvimento). Ademais, os mesmos órgãos devem reformular os artigos penais para a fiscalização dos agentes seja mais rigorosa e eficiente, eliminando vulnerabilidades e garantindo paz na sociedade. Somente assim, o Brasil se aproximará do cumprimento do artigo 144 previsto na da Carta Magna.

C1 - 160, pelos poucos desvios e pelas poucas falhas na estrutura sintática.
C2 - 200.
C3 - 160, pelas lacunas argumentativas e pelas falhas no projeto de texto.
C4 - 160, pelas inadequações.
C5 - 160, porque faltou o meio.

Total - 840

Qualquer dúvida, estou à disposição ;)
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
321 Exibições
por Alunmel
0 Respostas 
29 Exibições
por Waderson
3 Respostas 
141 Exibições
por LDavi5
0 Respostas 
261 Exibições
por rodriguees29
fake news e a segurança pública
por joaovn    - In: Outros temas
0 Respostas 
123 Exibições
por joaovn
0 Respostas 
117 Exibições
por mm10
SEGURANÇA PÚBLICA
por Carlos2211    - In: Outros temas
0 Respostas 
39 Exibições
por Carlos2211
1 Respostas 
60 Exibições
por Papamike2023
Segurança pública
por Lyedja    - In: Outros temas
0 Respostas 
34 Exibições
por Lyedja
0 Respostas 
90 Exibições
por Tifane

Segundo o empresário estadunidense Steve Jobs: &qu[…]

O livro "Utopia", do escritor inglês Tho[…]

A lei seca foi implementada com o intuito de evita[…]

EXCLUIR REDAÇÃO!!!

Você poderia excluir a minha primeira redação de &[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!