Avatar do usuário
Por lais458
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#131169
O livro "Memórias do Cárcere", de Graciliano Ramos, é um relato das péssimas condições da população carcerária durante o regime do Estado Novo. De maneira análoga, esse cenário precário é similar ao que é vivido pela sociedade contemporânea do Brasil. Dessa maneira, isso ser justificado pelo alto índice crescentes de presos que não acompanharam os desenvolvimentos de construções dos presídios, resultando na superlotação que acaba gerando violência e condições insalubres nas quais os detentos são obrigados a viver.

Sob esse viés, é crucial ressaltar como a negligência do Governo gera a superlotação e a brutalidade nos presídios. Sob essa óptica, em 1992, ocorreu em São Paulo um evento trágico marcado pela intervenção policial que resultou em mais de 100 mortes, na qual a ação visava conter os conflitos entre facções e a superlotação do sistema carcerário, mas acabou gerando uma grande rebelião que culminou no "Massacre do Carandiru", tal incidente refletiu na insatisfação do poder público e a falta de controle sobre o sistema prisional. Dessa maneira, esse cenário evidencia o abandono prisional e a falta de medidas de reintegração, podendo causar conflitos intensos o qual reforçam a ideia de que os detentos saem da cadeia em piores condições.

Além disso, os presídios precisam sobreviver em condições insalubres, especialmente para o público feminino. No livro "Presos que Menstruam," Nana Queiroz descreve a vida das mulheres nas prisões brasileiras, onde são tratadas como homens e enfrentam a falta de itens básicos, como absorventes, e a situação é ainda pior para as grávidas. Diante desse contexto, a Constituição Federal, no artigo 2º, garante que a saúde é um direito social para todos os cidadãos. No entanto, ao comparar essa garantia com a realidade dos locais de detenção, esses direitos não são assegurados como estabelecido no documento constitucional, deixando as mulheres desamparadas. Logo, é evidente o descaso governamental e o silenciamento dessa questão, frequentemente ignorada pela sociedade civil que não se mobiliza para discutir o problema.

Portanto, é crucial implementar medidas eficazes para enfrentar a crise no sistema carcerário brasileiro. Por isso, o Governo Federal, através do Ministério da Saúde, deve realizar mutirões de bem-estar periódicos nos presídios, com equipes médicas especializadas, garantindo assim o acesso aos direitos de saúde conforme previsto na Carta Magna. Ademais, o Ministério da Justiça e Segurança Pública tem de investir na construção de presídios modernos e equipados para resolver a superlotação, reduzir conflitos e violência, e facilitar a reintegração social dos detentos. Tais medidas não apenas protegerão os direitos humanos dos presos, mas também contribuem para a segurança pública e a redução da criminalidade, promovendo uma sociedade mais justa e inclusiva. Dessa forma, situações como as narradas por Graciliano Ramos em "Memórias do Cárcere" se tornarão apenas históricas.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
840
pontos
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
920
pontos
Passe ilimitado
Comentários
A redação apresenta um bom domínio da norma-padrão da língua escrita, com poucos desvios gramaticais. Porém, há uma repetição do conectivo "dessa maneira", que poderia ser substituído por outros para evitar a repetição. O texto compreende bem a proposta de redação e desenvolve o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. As informações, fatos, opiniões e argumentos são bem selecionados, relacionados, organizados e interpretados em defesa de um ponto de vista. O texto demonstra conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação, apesar de algumas repetições de conectivos. A proposta de intervenção para o problema abordado é bem elaborada e respeita os direitos humanos.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.
160
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.
200
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.
200
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
160
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.
200
Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#131190
Olá! Estou aqui prs te entregar o pedido de correção! Espero que possa te ajudar e, por favor, não deixe de dar seu feedback sobre minha correção.

https://www.mediafire.com/file/sp6h6nbw ... 3.pdf/file

Fiquei entre 840 e 880 (dando mais 40 pontos na c4), mas é isso! Parabéns pela escrita e pelo esforço, chegará longe com seu treino e dedicação! Deus abençoe! Tire suas dúvidas se precisar
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
crise no sistema carcerario
por LUCASGP    - In: Outros temas
0 Respostas 
66 Exibições
por LUCASGP
1 Respostas 
112 Exibições
por thanxxfafa
Sistema carcerário em debate no Brasil
por Maria1909a    - In: Outros temas
0 Respostas 
321 Exibições
por Maria1909a
Sistema carcerário em debate no Brasil.
por Anq    - In: Outros temas
3 Respostas 
192 Exibições
por sammmmm
0 Respostas 
64 Exibições
por carloslobo
0 Respostas 
96 Exibições
por carloslobo
0 Respostas 
64 Exibições
por srcstudy
0 Respostas 
60 Exibições
por Kaleo
0 Respostas 
67 Exibições
por naluz
3 Respostas 
128 Exibições
por Caiunao

Segundo o empresário estadunidense Steve Jobs: &qu[…]

O livro "Utopia", do escritor inglês Tho[…]

A lei seca foi implementada com o intuito de evita[…]

EXCLUIR REDAÇÃO!!!

Você poderia excluir a minha primeira redação de &[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!