• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#54044
Através do documentário da plataforma Netflix, O Dilema das Redes, é possível perceber o quanto as redes sociais exercem determinado controle sobre a vida das pessoas. Por meio de algoritmos, estas conseguem filtrar os gostos do indivíduo e induzi-lo a determinadas escolhas. No entanto, essa alienação afasta, mesmo que gradativamente, as relações intersociais, acarretando em uma sociedade fechada em “bolhas”, pouco disposta a ouvir e, se preciso, capaz até de silenciar algumas vozes.
Em primeiro lugar, é preciso entender como se dão as crises de diálogo. Normalmente, ocorrem em momentos de muita tensão entre dois ou mais indivíduos, em muitos dos casos, essas discussões podem levar a consequências físicas ou até mesmo verbais no meio digital. O fato é que, tais atitudes causam distanciamento interpessoal; de acordo com o sociólogo Zygmunt Bauman, o século XXI é um período de relações líquidas, ou seja, efêmeras, em que as pessoas se fecham em “bolhas sociais”.
Ademais, segundo a escritora Gayatri Spivak, em sua obra Pode o Subalterno Falar?, embora muitas vezes alguns grupos subalternizados falem e exponham aquilo que pensam, não são ouvidos e muito menos compreendidos. A exemplificar, em muitos noticiários, protestos são reduzidos a vandalismo e as reivindicações, em grande parte, são resumidas a pequenas frases. Com isso, percebe-se que, embora o século seja de ascensão dos meios de comunicação, ainda há silenciamento de determinadas comunidades.
Portanto, haja vista os problemas de uma falta de diálogo em plena atualidade, é importante refletir sobre o status quo da sociedade, bem como os aparatos de silenciamento e opressão impostos pelo sistema. Além disso, os indivíduos precisam se atentar às redes e agir em detrimento aos algoritmos, objetivando, assim, uma posição mais crítica e reflexiva quanto aos próprios pensamentos. Dessa forma, a existência de uma crise de diálogo é questionável, já que na verdade vozes não estão sendo ouvidas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#54088
Através do documentário da plataforma Netflix, "O Dilema das Redes", é possível perceber o quanto as redes sociais exercem determinado controle sobre a vida das pessoas. Por meio de algoritmos, estas conseguem filtrar os gostos do indivíduo e induzi-lo a determinadas escolhas. No entanto, essa alienação afasta, mesmo que gradativamente, as relações intersociais, acarretando em uma sociedade fechada em “bolhas”, pouco disposta a ouvir e, se preciso, capaz até de silenciar algumas vozes.

Em primeiro lugar, é preciso entender como se dão as crises de diálogo. Normalmente, ocorrem em momentos de muita tensão entre dois ou mais indivíduos, em muitos dos casos, essas discussões podem levar a consequências físicas ou até mesmo verbais no meio digital. O fato é que, tais atitudes causam distanciamento interpessoal. De acordo com o sociólogo Zygmunt Bauman, o século XXI é um período de relações líquidas, ou seja, efêmeras, em que as pessoas se fecham em “bolhas sociais”.
* Faltou uma arrematação no parágrafo, deixou o repertório solto no final

Ademais, [faltou apresentar o argumento antes] segundo a escritora Gayatri Spivak, em sua obra "Pode o Subalterno Falar?", embora muitas vezes alguns grupos subalternizados falem e exponham aquilo que pensam, não são ouvidos e muito menos compreendidos. A exemplificar, em muitos noticiários, protestos são reduzidos a vandalismo e as reivindicações, em grande parte, são resumidas a pequenas frases. Com isso, percebe-se que, embora o século seja de ascensão dos meios de comunicação, ainda há silenciamento de determinadas comunidades.
* Precisa seguir uma estrutura nos parágrafos de desenvolvimento, no anterior você deixou o repertório por último, aqui você iniciou com o repertório. Procure uniformizar um padrão em seus parágrafos
* Estrutura: apresentar o argumento que você vai desenvolver + repertório (dados o citação) + argumentação + arrematação


Portanto, haja vista os problemas de uma falta de diálogo em plena atualidade, é importante refletir sobre o status quo da sociedade, bem como os aparatos de silenciamento e opressão impostos pelo sistema. Além disso, os indivíduos precisam se atentar às redes e agir em detrimento aos algoritmos, objetivando, assim, uma posição mais crítica e reflexiva quanto aos próprios pensamentos. Dessa forma, a existência de uma crise de diálogo é questionável, já que na verdade vozes não estão sendo ouvidas.
* Apresentou uma reflexão. Procure responsabilizar o Estado, traga nome de órgãos + soluções técnicas e eficientes
* Poderia sugerir a atuação dos meios midiáticos (para resolver o problema que citou no 3º§), a conscientização (para gerar informação a população), a lacuna educacional (para resolver o problema do 2º§), a implantação de políticas públicas, projetos...
* Na conclusão você deve responder todos os problemas que citou anteriormente com soluções


Espero ter ajudado! :D
#54106
jherodrigues escreveu:Através do documentário da plataforma Netflix, "O Dilema das Redes", é possível perceber o quanto as redes sociais exercem determinado controle sobre a vida das pessoas. Por meio de algoritmos, estas conseguem filtrar os gostos do indivíduo e induzi-lo a determinadas escolhas. No entanto, essa alienação afasta, mesmo que gradativamente, as relações intersociais, acarretando em uma sociedade fechada em “bolhas”, pouco disposta a ouvir e, se preciso, capaz até de silenciar algumas vozes.

Em primeiro lugar, é preciso entender como se dão as crises de diálogo. Normalmente, ocorrem em momentos de muita tensão entre dois ou mais indivíduos, em muitos dos casos, essas discussões podem levar a consequências físicas ou até mesmo verbais no meio digital. O fato é que, tais atitudes causam distanciamento interpessoal. De acordo com o sociólogo Zygmunt Bauman, o século XXI é um período de relações líquidas, ou seja, efêmeras, em que as pessoas se fecham em “bolhas sociais”.
* Faltou uma arrematação no parágrafo, deixou o repertório solto no final

Ademais, [faltou apresentar o argumento antes] segundo a escritora Gayatri Spivak, em sua obra "Pode o Subalterno Falar?", embora muitas vezes alguns grupos subalternizados falem e exponham aquilo que pensam, não são ouvidos e muito menos compreendidos. A exemplificar, em muitos noticiários, protestos são reduzidos a vandalismo e as reivindicações, em grande parte, são resumidas a pequenas frases. Com isso, percebe-se que, embora o século seja de ascensão dos meios de comunicação, ainda há silenciamento de determinadas comunidades.
* Precisa seguir uma estrutura nos parágrafos de desenvolvimento, no anterior você deixou o repertório por último, aqui você iniciou com o repertório. Procure uniformizar um padrão em seus parágrafos
* Estrutura: apresentar o argumento que você vai desenvolver + repertório (dados o citação) + argumentação + arrematação


Portanto, haja vista os problemas de uma falta de diálogo em plena atualidade, é importante refletir sobre o status quo da sociedade, bem como os aparatos de silenciamento e opressão impostos pelo sistema. Além disso, os indivíduos precisam se atentar às redes e agir em detrimento aos algoritmos, objetivando, assim, uma posição mais crítica e reflexiva quanto aos próprios pensamentos. Dessa forma, a existência de uma crise de diálogo é questionável, já que na verdade vozes não estão sendo ouvidas.
* Apresentou uma reflexão. Procure responsabilizar o Estado, traga nome de órgãos + soluções técnicas e eficientes
* Poderia sugerir a atuação dos meios midiáticos (para resolver o problema que citou no 3º§), a conscientização (para gerar informação a população), a lacuna educacional (para resolver o problema do 2º§), a implantação de políticas públicas, projetos...
* Na conclusão você deve responder todos os problemas que citou anteriormente com soluções


Espero ter ajudado! :D
@jherodrigues, muito obrigada! :D

Aqui está a minha análise da sua r[…]

Ficou espetacular! :) Muito obrigado!!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM