Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#58110
Em 1914, o empresário Henry Ford fundo uma empresa automobilística que possibilitou que a maioria das pessoas tivessem acesso a um automóvel para agilizar a locomoção. Hodiernamente, esse processo automotivo cresceu consideravelmente e atingiu um público maior de consumidores. No entanto, trouxe dificuldades, principalmente no que diz respeito a crescente crise de mobilidade urbana brasileira. Dessa forma, é lícito afirmar que essa problemática ocorre devido a negligência governamental e a limitação do fluxo, configurando-se como grave problema para a sociedade.
Sob esse viés, vale destacar a negligência governamental como impulsionador desse impasse. Na obra "Uma teoria da justiça", do filosofo americano Jonh Rowls, o autor diz que um governo ético é aquele que disponibiliza recursos financeiros para todos os setores. No entanto, tal pensamento difere da realidade brasileira, uma vez que tal conduta ainda é deturpada. Pensando nisso, esse panorama é observado pelo fato de que o governo ainda exerce papel passivo sobre iniciativas que podem contribuir para a massificação de meios para diminuir essa entrave, como a criação de mais ciclovias em centros urbanos e transporte público para todos. Dessa maneira, a omissão de tais ações dificulta a resolução do problema.
Ademais, vale ressaltar que durante a época da revolução industrial e o êxodo rural para as cidades o fluxo de mobilidade sofreu grande limitação. Pensando nisso, a crescente taxa de automóveis concentrados nas grandes cidades e a crise de mobilização resultado da falta de transportes público para a população, bem como a negligência das pessoas em utilizar ciclovias como meio de se locomover. Desse modo, para evitar esse cenário, é necessário que ações sejam postas em prática, a fim de reduzir essa taxa de superlotação automotiva nas cidades e, diminuir os riscos de acidentes e emissão de CO2 na atmosfera.
Portanto, verifica-se a necessidade de ações para diminuir a crise de mobilidade urbana. E para isso, é necessário que o Governo Nacional por meio de órgãos públicos do Estado, invista mais dinheiro para a construção de ciclovias em centros urbanos, bem como na implantação de mais transportes públicos como ônibus. Além disso, tais órgãos devem apresentar palestras publicitárias com agentes de e instruções em escolas da rede de ensino, afim de incentivar as pessoas a aderir ao uso de bicicletas e do transporte público para a circulação diária. Desse modo, tais ações contribuem para diminuir a crise de mobilidade urbana e melhora a circulação nas cidades.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

GabiNatali , obrigada pela correçã[…]

Raquel, é só você acessar a ab[…]

O desmatamento na amzonia

Olá amigo(a), aparentemente vc apresenta gr[…]

Apresentação em espanol

Hola, soy Raquel Vitória Dos Santos Teixeir[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM