Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#60966
Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o contrário do que o autor defende, uma vez que a crescente criminalidade entre os jovens apresenta barreiras, as quais dificultam a sua resolução. Dessa forma, é lícito afirmar essa problemática ocorre devido à falta de estrutura familiar, bem como a desigualdade social.
Sob esse viés, vale ressaltar a falta de estrutura familiar como promotora desse problema. Segundo Martinho Lutero, monge agostiniano, a família é fonte de prosperidade e desgraça dos povos. Pensando nisso, muitos jovens entram para o mundo do crime pelo fato de que a desestruturação do ambiente em que vivem, e os conflitos familiares faz com que esses indivíduos busquem formas de sair do convívio nocivo dentro de suas casas, assim fazendo-os optar pela criminalidade. Desse modo, faz-se necessário a reformulação da família na sociedade brasileira.
Outrossim, a desigualdade social atua como agente impulsionador desse impasse. No Brasil, uma pequena parcela da população tem condições de vida favoráveis, enquanto a grande parte vive em condições precárias. Partindo disso, essa desigualdade social que assola o país, faz com o que muitos jovens busquem alternativas que possam garantir a sobrevivência de suas famílias, o que os faz optarem por adentrar no mundo do crime. Sendo assim, tal fator contribuí para a perpetuação do problema.
Portanto, ações são necessárias para conter o avanço da criminalidade juvenil. Dessa maneira, o Estatuto da Criança e do Adolescente, deve apresentar métodos para melhorar esse cenário. Isso pode ser feito por meio de palestras com os pais em escolas, a fim de lhes mostrar a importância de uma boa estruturação familiar na vida dos jovens, bem como na formação do mesmo enquanto cidadão. Além disso, o Tribunal de Contas da União pode direcionar capital por meio do Estado, que usará esse recurso para a crianção de um programa de jovem aprendiz, com intuito de introduzir os jovens no mercado de trabalho.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM