• Avatar do usuário
#63940
Carlos Drummond de Andrade, em seu poema “No meio do caminho”, retrata, de modo figurado, os obstáculos que o ser humano enfrenta em sua jornada. Analogamente o desenvolvimento do empreendedorismo local é uma alternativa para o cenário econômico desagradável do Brasil. Muitas pessoas estão buscando ser donos de seu próprio negocio, assim para não ficarem sem sua renda per capita.
É importante resaltar, de inicio, a ausência de ações governamentais como promotora de problemas. De acordo com Nicolau Maquiavel, no livro “O príncipe”, para se manter no poder, o Governo deve operar tendo como objetivo o bem universal. No entanto, percebe-se que, no território nacional, há a recorrência de obstáculos que atrapalha o desenvolvimento do empreendedor, já que o Estado, mesmo sendo responsável por prover instrução aos seus cidadãos, não cumpre o seu devido papel.
Ademais, a elaboração das Constituição Federal, há 30 anos, foi baseada no sonho de bem-estar social para todos os indivíduos. Entretanto, é notório que o Poder Público não cumpre o seu papel enquanto agente fornecedor de direitos mínimos, uma vez que as pessoas buscam o seu próprio negocio por conta do desemprego, mas muitas vezes não acabam tendo o resultado esperado e o que era pra ser um negocio lucrativo, acaba sendo mais uma divida. Nesse sentido, percebe-se que essa inaceitável questão de vulnerabilidade dos desempregados configura não só um irrespeito colossal, mas também uma desvalorização descomunal e, portanto, deve ser modificada em todo território nacional.
Depreende-se, portanto, a urgência de novas medidas para reverter o impasse no Brasil. Para isso, a mídia deve criar um projeto que vise informar toda a população sobre o a contribuição do empreendedorismo para o desenvolvimento local. Isso deve ocorrer por meio de propagandas televisa e de reportagens, com a participação de profissionais competentes e membros da comunidade, a fim de garantir os direitos dos indivíduos prejudicados e mobilizar a população. Dessa maneira, será possível que o problema seja gradativamente minimizado no País.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#63941
Carlos Drummond de Andrade, em seu poema “No meio do caminho”, retrata, de modo figurado, os obstáculos que o ser humano enfrenta em sua jornada. Analogamente o desenvolvimento do empreendedorismo local é uma alternativa para o cenário econômico desagradável do Brasil. Muitas pessoas estão buscando ser donos de seu próprio negocio, assim para não ficarem sem sua renda per capita.
É importante ressaltar, de inicio, a ausência de ações governamentais como promotora de problemas. De acordo com Nicolau Maquiavel, no livro “O príncipe”, para se manter no poder, o Governo deve operar tendo como objetivo o bem universal. No entanto, percebe-se que, no território nacional, há a recorrência de obstáculos que atrapalha o desenvolvimento do empreendedor, já que o Estado, mesmo sendo responsável por prover instrução aos seus cidadãos, não cumpre o seu devido papel.
Ademais, a elaboração das Constituição Federal, há 30 anos, foi baseada no sonho de bem-estar social para todos os indivíduos. Entretanto, é notório que o Poder Público não cumpre o seu papel enquanto agente fornecedor de direitos mínimos, uma vez que as pessoas buscam o seu próprio negocio por conta do desemprego, mas muitas vezes não acabam tendo o resultado esperado e o que era pra ser um negocio lucrativo, acaba sendo mais uma divida. Nesse sentido, percebe-se que essa inaceitável questão de vulnerabilidade dos desempregados configura não só um irrespeito colossal, mas também uma desvalorização descomunal e, portanto, deve ser modificada em todo território nacional.
Depreende-se, portanto, a urgência de novas medidas para reverter o impasse no Brasil. Para isso, a mídia deve criar um projeto que vise informar toda a população sobre o a contribuição do empreendedorismo para o desenvolvimento local. Isso deve ocorrer por meio de propagandas televisa e de reportagens, com a participação de profissionais competentes e membros da comunidade, a fim de garantir os direitos dos indivíduos prejudicados e mobilizar a população. Dessa maneira, será possível que o problema seja gradativamente minimizado no País.

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM