Avatar do usuário
Por Kevelyn
Quantidade de postagens
#115794
A Constituição Federal de 1988 prevê a todo cidadão brasileiro direitos ao bem-estar social e à educação. Entretanto, tais prescrições encontram entraves, sobretudo , na contribuição da leitura para a formação social, o que materializa um perigoso contraste em nossa sociedade. Desse modo, é fulcral analisar os principais propulsores desse contexto hostil: a inoperância estatal e a inércia social.

Sob esse viés analítico, vale ressaltar que o fraco desempenho do poder público está intimamente relacionado às falhas. Segundo Thomas Hobbes, filósofo inglês, é dever do Estado promover meios que auxiliem o progresso de toda a coletividade. No entanto , a prática deturpa a teoria, visto que a insuficiência de investimentos governamentais na construção de mais bibliotecas públicas e de fácil acesso para todos, visto que uma boa parte da população não tem condições de comprar um livro, e isso acaba por contribuir para que cada vez mais pessoas não tenham hábitos literários, prejudicando o vocabulário. Logo, é inadmissível que um país signatário da DUDH não garanta, eficientemente, o fácil acesso para livros de todos os gêneros.

Além disso, é coerente destacar a alienação social como fator determinante para ocorrência desse impasse. De acordo com René Descartes, filósofo francês, ler um bom livro é como conversar com as melhores mentes do passado. Entretanto com os avanços tecnológicos as pessoas perderam o interesse para a leitura, sendo que todo o tipo de informação pode ser encontrada em vídeos curtos na internet. Dessa forma, é inadiável a mudança desse cenário.

Portanto, o governo federal deve instruir as escolas, principalmente de estudo infantil, introduzir o hábito nas crianças, mostrando livros de leitura simples com gibis, mangás, revistas, etc. Além disso, a criação de bibliotecas virtuais de fácil acesso poderia ajudar pessoas com falta de tempo, tendo que a maioria está boa parte com o celular na mão. Desse modo podemos ter a médio ou a longo prazo, ideais pregados por Hobbes e Descartes sendo aplicados em nossa sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
45 Exibições
por laurol200207
0 Respostas 
111 Exibições
por Milyz
0 Respostas 
76 Exibições
por marianabez
1 Respostas 
58 Exibições
por oliveiraabna
6 Respostas 
223 Exibições
por Mylike
1 Respostas 
133 Exibições
por Kimmdoo10
0 Respostas 
118 Exibições
por Rafahahah
0 Respostas 
112 Exibições
por EvellynD
0 Respostas 
144 Exibições
por stitch12
0 Respostas 
130 Exibições
por Babidi
meio ambiente de belágua

A construção federal de 1988 garante[…]

Minha primeira redacão

Sobre o D1, eu acho que você deveria problem[…]

1. Sociedade. Estado. Família. De acordo c[…]

O jogador de futebol Vinicius Junior, Brasileiro q[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM