• Avatar do usuário
#70815
No "Manual da Psiquiatra Clínica", livro com a coordenação de Felipe Paraventi e Ana Cristina Chaves - dois residentes de Psiquiatria -, é discutida, dentre outros assuntos, a importância de uma alimentação saudável não apenas para a melhoria da saúde física como também para a mental dos seres vivos. Essa informação, no entanto, parece não ser assimilada na realidade brasileira, haja vista a escassa atenção aplicada na busca de uma alimentação saudável no país. Essa vicissitude advém, inegavelmente, de uma mentalidade capitalista, que permeia a cultura e o imaginário coletivo do Brasil. Destarte, a falha na educação e a manipulação midiática colaboram com o aprofundamento do quadro.

Sob essa perspectiva, a lacuna educacional é um impasse para promover a alimentação saudável na sociedade. Isso ocorre, porque o sistema de ensino, pautado em um viés tecnicista, focado na formação do indivíduo para o mercado de trabalho, não aborda a instrução nutricional do sujeito na grade curricular. Nesse sentido, há uma precarização do contato do estudante com a alimentação saudável, uma vez que, devido à carência de orientações, a escola não desperta no aluno o desejo de aderí-la. Tal reflexão vai de encontro à ideia do filósofo Sêneca - "A educação exige maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida" -, visto que as instituições acadêmicas possuem descuido ao não incentivar uma alimentação saudável que acarreta numa melhora de vida, como apontam os residentes.

A conduta manipulativa dos meios de comunicação, além disso, é um empecilho para estimular a alimentação saudável no tecido social brasileiro. Essa situação acontece, pois os veículos midiáticos fracassam na sua função de compor indivíduos críticos e bem informados, justamente por abdicarem-se de exibir conteúdos que não são fontes de engajamento do público. À vista disso, dados acerca de uma nutrição mais saudável são constantemente invisibilizados por propagandas - bastante atrativas para influenciar o consumidor - de comidas cada vez mais industrializadas, o que, por conseguinte, dificulta a incorporação de hábitos alimentares saudáveis. Esse panorama tem como resultado a criação de uma sociedade altamente propensa à doenças alimentares, fato ilustrado pelo aumento exponencial da ingestão dos "fast-foods", comidas altamente calóricas, constantemente presentes nos anúncios na imprensa.

Mediante ao exposto, fica claro que a custoso empenho de instalar a alimentação saudável no Brasil é fruto indiscutível do pensamento capitalista. Logo, cabe ao governo federal atuar por meio do Plano Nacional de Incentivo à Alimentação Saudável, que, a partir do Ministério da Educação, irá alterar a Base Nacional Comum Curricular, adicionando, no conteúdo programático de todos os níveis de ensino, aulas que foquem na Educação Nutricional da nação, a fim de orientar os hábitos alimentares da população. Ademais, nesse mesmo plano, o Ministério da Saúde deve promover campanhas, que serão televisionadas, que promovam a construção de um senso crítico acerca dos alimentos apresentados na mídia e o incentivo a visitas recorrentes à nutricionistas, visando, assim, garantir o conhecimento ao povo brasileiro sobre Nutrição. Somente dessa maneira, as recomendações feitas no Manual serão ouvidas pelos brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A Constituição Federal, norma de mai[…]

Sua redação está maravilhosa[…]

Acesso ao cinema

Segundo o Artigo 215 da Constituição[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM