Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56683
No decorrer das últimas décadas, é visto uma busca desesperada e perpétua por padrões inalcançáveis de beleza, chegando a níveis extremos, com indivíduos sendo escravizados por si mesmos e pela mídia a fim de alcançar a suposta "beleza absoluta", que, usando da literalidade, é inexistente. Hoje, é de conhecimento comum que essa problemática alcançou proporções extremas, em decorrência da mídia e da famigerada cultura popular, que atravessa gerações. Também há de se saber que essa escravização é indubitávelmente perigosa, podendo acarretar problemas psicológicos para os indivíduos introduzidos nessa mentalidade errônea, como visto em "A Little Life", livro que demonstra as decorrências tristes e graves consequentes dessa doutrinação mental.
Primeiramente, é válido analisar como essa escravização é construída, assim compreendendo as principais causas da incessante busca á se adequar em padrões sociais de beleza, que é acarretada por vários fatores, como a construção midiática em cima de uma perfeição física projetada e específica, levando assim á gerações acreditarem que há apenas um modo de beleza, como apresentado em Mrs Potato Head, da cantora norte-americana Melanie Martinez. Tal qual as doutrinas passadas de geração em geração sobre a soberania da boa aparência na sociedade, contrariando o escritor Dee Ward, que diz "A substância é duradoura, a forma é efêmera", e repassando a informação de que para serem bem sucedidos teriam que estar de acordo com o padrão de beleza da sociedade suprejacente da época.
Em segundo lugar é importante ressaltar o quanto essa escravização é perigosa para os indivíduos em geral, pois essa doutrinação imposta pode gerar consequências psicológicas graves, passando de transtornos de compulsividade, transtornos alimentares ou hábitos auto-destrutivos, como visto em Objetos Cortantes, da autora Gyllian Flyin, que apresenta uma protagonista com sequelas psicológicas graves relacionadas a isso e que a influenciaram a se auto mutilar, hábito constante desde a adolescência até após os seus 32 anos de idade.
Por fim, infere-se disso que, com o governo junto á meios midiáticos e de propaganda, devem introduzir uma mentalidade saudável em relação a beleza na nossa sociedade, tal qual abordada por Dee Ward e citada no segundo parágrafo. Para prevenir as consequências psicológicas negativas, o Ministério da Educação juntamente com a OMS, deve introduzir desde a infância os conceitos de substancialidade e relatividade da beleza, implantando assim um futuro com menos pessoas doentes pela busca incessante da suposta "beleza absoluta".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

GabiNatali , obrigada pela correçã[…]

Raquel, é só você acessar a ab[…]

O desmatamento na amzonia

Olá amigo(a), aparentemente vc apresenta gr[…]

Apresentação em espanol

Hola, soy Raquel Vitória Dos Santos Teixeir[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM