• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#67920
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do País, prevê em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. No entanto, apesar da garantia constitucional, nota-se que a atipicidade da doação de sangue configura-se como uma falha no princípio da isonomia, visto que a falta de oferta de sangue aumenta o número de mortes no Brasil. Sendo assim, para que a lei maior deixe de ser uma utopia, deve-se analisar as principais causas que fomentam o problema: a negligência governamental e a má influência midiática.

Primordialmente, denuncia-se a omissão governamental como um dos principais causadores do entrave. Essa conjuntura, segundo o filósofo contratualista John Locke, é vista como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como à saúde. Sob tal óptica, é possível perceber que o pensamento do autor se faz presente nos dias hodiernos, uma vez que hospitais e posto de coleta possuem pouca infraestrutura para a demanda populacional e, com efeito, os brasileiros precisam enfrentar horas na fila para serem atendidos, o que desestimula o interesse em doar de sangue. Logo, é evidente o quão improvidente é a atitude da máquina pública.

Ademais, é fundamental apontar a exígua abordagem midiática como impulsionador da escassa tipicidade de doação de sangue no Brasil. De acordo com Zygmunt Bauman, célebre sociólogo polonês, algumas instituições, embora ainda mantenham a sua essência, perderam a sua função social, atuando como “zumbis”. Nessa lógica, a abordagem da mídia sobre o assunto é crucial não só para incentivar as pessoas a criarem o hábito de doar sangue, mas também para pressionar o poder público a fazer investimentos notáveis no setor da saúde. Dessa forma, ao passo que os veículos de comunicação mantêm-se inertes, os impasses voltados ao tema continuarão em vigor, fazendo, jus ao pensamento de Bauman.

Portanto, é ‘mister’ a necessidade de atenuar os desafios relacionados a atipicidade da doação de sangue. Para isso, é imprescritível que o Ministério da Saúde –órgão responsável por proteger e promover e restaurar a saúde do povo– por intermédio de parcerias com os principais canais de comunicação, realize campanhas publicitárias sobre a importância de doar sangue com intuito de aumentar o interesse da sociedade pela causa. Além disso, é fundamental que o Ministério da Economia – encarregado de cuidar da formulação e execução da política econômica nacional, da administração financeira da União e da contabilidade pública – através de projetos administrativos e econômicos, faça maiores investimentos na área da saúde com o objetivo de melhorar a qualidade dos atendimentos clínicos. Somente assim, será possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na Carta Magna.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 197

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#67994
Sua redação esta muito bem elaborada, foi muito difícil encontrar erros😂. Minhas únicas ressalvas foram que no segundo parágrafo eu notei a falta de um posicionamento melhor da citação com o contexto, na minha opinião você poderia ter deixado de forma mais clara essa relação. Fora isso, encontrei apenas um erro ortográfico no seu primeiro parágrafo.
#67999
*Não sou especialista em redação, mas tento corrigir*

✍🏾✍🏾INTRODUÇÃO✍🏾✍🏾
✅[ REPERTÓRIO/ LEI] A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do País, prevê em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro.✅[ CONTRAPOSIÇÃO/ CONTEXTUALIZAÇÃO/ TESE] No entanto, apesar da garantia constitucional, nota-se que a atipicidade da doação de sangue configura-se como uma falha no princípio da isonomia, visto que a falta de oferta de sangue aumenta o número de mortes no Brasil. Sendo assim, para que a lei maior deixe de ser uma utopia, deve-se analisar as principais causas que fomentam o problema: ✅[ PROJETO DE TEXTO ] a negligência governamental e a má influência midiática.

Opinião: Sua introdução está muito boa, mas tome cuidado para ela ficar com 6-7 linhas no papel, pois você precisará de umas 9 linhas em cada desenvolvimento e umas 8 na conclusão.

✍🏾✍🏾DESENVOLIMENTO 1✍🏾✍🏾
✅[ TÓPICO FRASAL/ RETOMADA DO ARG.1 ]Primordialmente, denuncia-se a omissão governamental como um dos principais causadores do entrave. ✅ [ CITAÇÃO E CONTEXTUALIZAÇÃO ]Essa conjuntura, segundo o filósofo contratualista John Locke, é vista como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de📝 [ DOS*] direitos indispensáveis, como à 📝[ NESSE CASO NÃO O "a" NÃO TEM CRASE. A CRASE É USADA QUANDO HÁ A JUNÇÃO DE "a+a"] saúde. Sob tal óptica, é possível perceber que o pensamento do autor se faz presente nos dias hodiernos, uma vez que hospitais e posto 📝[ POSTOS *] de coleta possuem pouca infraestrutura para a demanda populacional e, com efeito, os brasileiros precisam enfrentar horas na fila para serem atendidos, o que desestimula o interesse em doar de sangue. ✅ [ FINALIZAÇÃO] Logo, é evidente o quão improvidente é a atitude da máquina pública.

Opinião: Seu desenvolvimento está muito bom.

✅[ TÓPICO FRASAL / RETOMADA DO ARG.2 ] Ademais, é fundamental apontar a exígua abordagem midiática como impulsionador da escassa tipicidade de doação de sangue no Brasil. ✅[ CITAÇÃO]De acordo com Zygmunt Bauman, célebre sociólogo polonês, algumas instituições,📝[CREIO QUE NÃO TEM VÍRGULA ANTES DO EMBORA, NESSE CASO.] embora ainda mantenham a sua essência, perderam a sua função social, atuando como “zumbis”. ✅[ CONTEXTUALIZAÇÃO] Nessa lógica, a abordagem da mídia sobre o assunto é crucial não só para incentivar as pessoas a criarem o hábito de doar sangue, mas também para pressionar o poder público a fazer investimentos notáveis no setor da saúde.✅ [FINALIZAÇÃO] Dessa forma, ao passo que os veículos de comunicação mantêm-se inertes, os impasses voltados ao tema continuarão em vigor, fazendo, jus ao pensamento de Bauman.

opinião: muito bom.

✍🏾✍🏾CONCLUSÃO✍🏾✍🏾
Portanto, é ‘mister’ a necessidade de atenuar os desafios relacionados a atipicidade da doação de sangue. Para isso, é imprescritível que o ✅[ AGENTE] Ministério da Saúde –✅[ DETALHAMENTO ]órgão responsável por proteger e promover e restaurar a saúde do povo–✅[ MODO ] por intermédio de parcerias com os principais canais de comunicação, ✅ [ AÇÃO]realize campanhas publicitárias sobre a importância de doar sangue ✅[ FINALIDADE] com intuito de aumentar o interesse da sociedade pela causa. Além disso, é fundamental que o ✅Ministério da Economia – encarregado de cuidar da formulação e execução da política econômica nacional, da administração financeira da União e da contabilidade pública – através de projetos administrativos e econômicos, ✅faça maiores investimentos na área da saúde com o✅ objetivo de melhorar a qualidade dos atendimentos clínicos. ✅Somente assim, será possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na Carta Magna.

Opinião: Não precisava de 2 detalhamentos, visto que gasta muitas linhas, mas tudo bem.

💖obs: eu não sou muito boa em gramática.

😃GERAL: SUA REDAÇÃO, NO GERAL, ESTÁ MUITO BOA. SE COUBER TUDO NO PAPEL ESTÁ PERFEITO. APENAS CUIDADO COM OS ERRINHOS DESTACADOS ACIMA, CREIO QUE UMA REVISÃO MAIS ATENTA RESOLVERIA O PROBLEMA.
#68011
Olá, bom dia :D
Obrigada por me marcar, lembrando que também estou em fase de estudos, por tanto, sujeita a erros

INTRODUÇÃO
A Constituição Federal de 1988 👍, documento jurídico mais importante do País, prevê em seu artigo 6° o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. No entanto, apesar da garantia constitucional, nota-se que a atipicidade da doação de sangue configura-se como uma falha no princípio da isonomia, visto que a falta de oferta de sangue aumenta o número de mortes no Brasil 👍. Sendo assim, para que a lei maior deixe de ser uma utopia, deve-se analisar as principais causas que fomentam o problema: a negligência governamental e a má influência midiática. 👍

*Parabéns, introdução ótima!
Já começa com um repertório sociocultural, apresenta bem o problema e já apresenta duas causas que serão tratadas nos parágrafos
Essa organização facilita para o corretor

DESENVOLVIMENTO 1
Primordialmente [iniciou com um conectivo], denuncia-se a omissão governamental como um dos principais causadores do entrave. Essa conjuntura, segundo o filósofo contratualista John Locke, é vista como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como à saúde. [primeiro problema já apresentado na introdução] Sob tal óptica, é possível perceber que o pensamento do autor se faz presente nos dias hodiernos, uma vez que hospitais e posto de coleta possuem pouca infraestrutura para a demanda populacional [causa] e, com efeito, os brasileiros precisam enfrentar horas na fila para serem atendidos, o que desestimula o interesse em doar de sangue [consequência]. Logo, é evidente o quão improvidente é a atitude da máquina pública. 👍 [finalizou concluindo a ideia]

*Sua estrutura está muito boa
Ótimo uso de palavras!

DESENVOLVIMENTO 2
Ademais [conectivo], é fundamental apontar a exígua abordagem midiática como impulsionador da escassa tipicidade de doação de sangue no Brasil. De acordo com Zygmunt Bauman [repertório], célebre sociólogo polonês, algumas instituições, embora ainda mantenham a sua essência, perderam a sua função social, [creio que essa vírgula não seja necessária] atuando como “zumbis”. Nessa lógica, a abordagem da mídia sobre o assunto é crucial não só para incentivar as pessoas a criarem o hábito de doar sangue, mas também para pressionar o poder público a fazer investimentos notáveis no setor da saúde. Dessa forma, ao passo que os veículos de comunicação mantêm-se inertes, os impasses voltados ao tema continuarão em vigor, fazendo, jus ao pensamento de Bauman.

*Muito bom, novamente!
Particularmente, eu acrescentaria um exemplo de situação negativa para ilustrar melhor, mas não é obrigatório, apenas uma ideia

CONCLUSÃO
Portanto, é ‘mister’ a necessidade de atenuar os desafios relacionados a atipicidade da doação de sangue. Para isso, é imprescritível que o Ministério da Saúde [agente]–órgão responsável por proteger e [,] promover e restaurar a saúde do povo– por intermédio de parcerias com os principais canais de comunicação [modo], realize campanhas publicitárias [ação] sobre a importância de doar sangue com intuito de aumentar o interesse da sociedade pela causa [efeito].
[Segunda proposta de intervenção]
Além disso, é fundamental que o Ministério da Economia [agente] – encarregado de cuidar da formulação e execução da política econômica nacional, da administração financeira da União e da contabilidade pública – através de projetos administrativos e econômicos [ação], faça maiores investimentos na área da saúde [modo] com o objetivo de melhorar a qualidade dos atendimentos clínicos [efeito]. Somente assim, será possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na Carta Magna. [retomada]

*Seu texto ficou bem grande, talvez ao transcrever para uma folha fosse necessário retirar algumas partes (provavelmente da conclusão)
Tente focar em uma proposta completa do que duas que ocupam muito espaço
Você poderia acrescentar um exemplo de campanha ou detalhá-la

*É evidente que você possui conhecimento sobre o assunto, sua escrita é incrível e fica perceptível um planejamento
Tome cuidado com o tamanho dos parágrafos!

Parabéns pelo texto, com certeza o +900 vem ;)
#68013
VitoriaCarvalho escreveu:Obs: Você esta conseguindo ver a minha pontuação? É que sumiu pra mim aqui, Ah e na C2 era pra estar 200 pontos mas eu coloquei errado.
E se tive você tiver tempo, poderia corrigir minha redação? Vou te marcar lá :D
oiii muito obrigadaaa!! Vou olhar ssimm 🤗

Muito se tem discutido, recentemente, acerca das d[…]

nycolas2005 , muito obrigada, fico feliz pela cor[…]

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio &aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM