• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Gi69
Quantidade de postagens
#77317
Embora a Constituição Federal de 1988 assegure o direito à educação a todos, observa-se que, no Brasil hodierno, não há o cumprimento dessa garantia, uma vez que a evasão escolar é um desafio a ser superado. Sendo assim, cabe analisar as principais causas do óbice: a pobreza e a gravidez na adolescência.

Mormente, vale pontuar que a pobreza corrobora o revés. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2019, no Brasil haviam 13,7 milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza extrema. Uma consequência disso é o fato de muitos jovens precisarem abandonar os estudos para ajudarem a pagar as despesas de suas famílias. Essa conjuntura, favorece a desigualdade educacional, já que, por isso, muitos jovens de baixa renda não conseguem ingressar na faculdade, que, apesar de facilitar a conquista de um emprego, se torna elitizada. Assim, fica nítida a necessidade de mudar essa situação.

Ademais, a gestação na adolescência fomenta a problemática. Segundo o portal G.1, ela um gera ciclo de pobreza, posto que as meninas que engravidam cedo, geralmente, são de baixa renda e ao terem filhos precisam sustentá-los. Com efeito, elas desistem dos estudos para trabalhar e seus filhos no futuro, provavelmente, também terão de fazer o mesmo, perpetuando o impasse. Logo, prevenir a gravidez antecipada é fundamental para diminuir as desigualdades sociais e evitar a evasão escolar.

Destarte, urge que o Ministério da Educação - responsável por políticas voltadas à educação na nação verde-amarela - obrigue a educação sexual nas escolas desde o final do Ensino Fundamental I, por meio da inserção desta no componente curricular da disciplina de Ciências da natureza, a fim de precaver a prenhez na juventude. Outrossim, auxiliar financeiramente estudantes de baixa renda, para que haja interrupção do ciclo de pobreza é de suma importância. Somente assim, o problema da evasão escolar será mitigado e a educação garantida, como prevê a Constituição Cidadã.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 113

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 127

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#77647
@Gi69,
Sinceramente, achei seu texto tão bom, você articula tão bem os argumentos, estou sem entender as notas baixas que deram aqui.
Corrija-me se eu estiver errada, mas parece revanchismo! Seu repertório é tão variado em termos linguísticos que é até um pouco difícil para um leigo ou mau leitor entender, talvez seja isso que motivou essas duas pontuações tão baixas.
Enfim, você escreve muito bem, sinonímia perfeita, você está de parabéns! É um prazer ler textos assim.
Um beijo e bons estudos!
Avatar do usuário
Por Gi69
Quantidade de postagens
#77650
@LailaSantos, oi!
😂💝 Muito obrigada!
Você também escreve muito bem! Pode me dizer porque 160 na C.1? Estou tentando melhorar nessa área. Eu sei que tem uma parte que ao invés de escrever "gera um" eu escrevi "um gera", mas foi erro de digitação. Se puder dizer onde mais errei, ficarei muito feliz e agradecida. Só dizer se foi vírgula e onde já está show. Eu tenho uns probleminhas com vírgulas.
Mais uma vez, muitíssimo obrigada!
#77651
@Gi69,
São coisinhas bobas que às vezes passam despercebidas: no segundo parágrafo, após 'conjuntura', a vírgula é desnecessária, e há um erro de concordância:
"Uma consequência disso é o fato de muitos jovens precisarem abandonar os estudos para ajudarem a pagar as despesas de suas famílias"
Como o verbo precisar já está flexionado, o segundo verbo (ajudar) não precisa estar também.
No terceiro parágrafo deve ter uma vírgula após 'seus filhos', para separar de 'no futuro'.
Só percebi esses errinhos.
Bons estudos!

2021 tem sido um ano particularmente marcante par[…]

Introdução Na cultura japonesa, o […]

A logística e infraestrutura da Funda&ccedi[…]

oii gente! Quem puder corrigir minha redaç&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM